Marcello Rosa cobra explicações sobre os 7 processos por improbidade administrativa e Vanderlan responde mentindo vergonhosamente

Eleições, Goiás, Imprensa

Vexame: a primeira pergunta do apresentador Marcello Rosa para o empresário Vanderlan Cardoso, na entrevista ao Jornal Anhanguera 1ª Edição, foi sobre os 7 processos por improbidade administrativa que Vanderlan tem na Justiça. Na resposta, o milionário contou um amontoado de mentiras e até que “ganhou” em todas as instâncias, quando, na verdade,ele já está inclusive condenado.

Implicância de Dona Iris com Maguito ressalta o medo dela de perder o posto de mais votada para Daniel Vilela

Eleições, Goiás

Nos bastidores do PMDB, só se fala na ciumeira de Dona Iris com Daniel Vilela, filho de Maguito. Daniel é candidato a deputado federal e já é quase unânime dentro do partido que ele terá mais votos que Dona Iris e será o recordista do PMDB. Panelinha pega fogo!!!

Dona Iris, de novo, entra em choque com Maguito: no Twitter, ela diz que esteve em Aparecida e não viu trabalho por Iris na cidade

Eleições, Goiás

Deputada volta a caçar encrenca com o prefeito de Aparecida de Goiânia. Ela escreveu para todo mundo ver que esteve na cidade e constatou: “nada de trabalho pelo Iris lá”. Não é de hoje que a esposa de Iris cutuca Maguito publicamente. É esperar para ver se o prefeito vai reagir.

Site do Tribunal de Justiça informa que Vanderlan responde a 7 processos por improbidade administrativa

Eleições, Goiás

Uma consulta ao site do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás revela que o empresário Vanderlan Cardoso, candidato a governador, é réu em 7 processos por improbidade administrativa. Em todos, Vanderlan foi denunciado pelo Ministério Público Estadual por malfeitos cometidos quando foi prefeito de Senador Canedo.

Outra de Vanderlan: ele diz que o Judiciário o condenou por improbidade administrativa só para prejudicar sua carreira

Eleições, Goiás

“Depois de algum tempo, em meio de 25 mil processos, agora, em época de eleição, foi lá e tirou um desses processos (sic) e voltou à tona aí, colocando… nos expondo dessa maneira”, disse Vanderlan aos jornalistas Marcelo Rosa e Lilian Lynch.

Vanderlan afirma que não pensa em apoiar Iris no 2° turno e critica PMDB pela venda de Cachoeira Dourada

Eleições, Goiás

Vanderlan – que de acordo o instituto Ibope está na terceira colocação quase 17 pontos atrás de Iris – atacou o PMDB pela venda da usina de Cachoeira Dourada em 1997, episódio que é considerado crucial na inviabilização financeira da Celg.

Vídeo: na maior cara de pau, Vanderlan diz que as pesquisas mostram ele empatado em 2º com Iris. Mas que mentira…

Eleições, Goiás

No reino da fantasia, onde o milionário Vanderlan Cardoso vive, as pesquisas mostram que ele está empatado em 2º lugar com Iris Rezende. É o que ele, Vanderlan, afirma, na maior cara de pau, em vídeo postado na internet e é uma mentira sem tamanho: Vanderlan, como mostrou o Serpes, domingo, está é caindo, descendo de 9% para 7,2%. Iris tem 25,1%, quase 4 vezes mais.

Vanderlan usa vocabulário de atendente de telemarketing de quinta categoria na TV: “vamos estar dando o exemplo”

Eleições, Goiás, Sem categoria

O candidato dizia que, se for eleito, vai fazer o possível para motivar os policiais civis e militares de Goiás a prender bandidos e tomou para si a missão de inspirar as polícias a trabalhar mais. “Vamos estar dando o exemplo”, disse Vanderlan, para desespero de quem assistia a entrevista.

Na TV Anhanguera, jornalista lembra que Vanderlan foi denunciado sete vezes por improbidade e pergunta: “Essa é a nova política?”

Eleições, Goiás

A motivação para abertura de alguns destes processos escancaram o estilo coronelista de provinciano de Vanderlan, como a distribuição bombons para servidores com a foto dele próprio e a suposta permissão para que a esposa usasse serviços da Procuradoria do município para causas particulares.

No debate de O Popular (na segunda-feira), Iris disse que construiu 40 hospitais. Marconi perguntou: onde? Até hoje Iris não respondeu…

Eleições, Goiás

Iris Rezende disse na cara dura que construiu 40, isso mesmo, 40 hospitais quando foi governador. Marconi Perillo não aguentou e quis saber onde Iris construiu isso tudo. O cacique peemedebista não respondeu…

Iris apoiou (e muito) Paulo Garcia! Só que agora esconde o petista. Será que se arrependeu?

Eleições, Goiás

Em 2012, Iris pedia para deixar nas mãos de Paulo Garcia. O goianiense confiou em Iris, elegeu o petista e a consequência está aí: lixo nas ruas, supersalários da Comurg, IPTU abusivo, trânsito caótico, buracos… Agora na campanha, Iris esconde e nem quer saber do prefeito de Goiânia.

Avaliações qualitativas mostram que a última e desesperada bala de Iris, ao levar o caso Cachoeira para a TV, não atingiu Marconi

Eleições, Goiás

O ataque do programa de televisão de Iris Rezende, no horário gratuito eleitoral, ao governador Marconi Perillo, usando o “caso Cachoeira”, representa o último e desesperado cartucho para tentar modificar o quadro eleitoral e impedir que a eleição seja decidida no 1º turno. Mas, segundo especialistas em estudos qualitativos sobre os programas políticos, não funcionou.

Iris fala em dobrar o efetivo da polícia. Beleza. Mas, como esquecer o decretão dele, nos 80, que colocou 30 mil servidores na rua???

Eleições, Goiás

O pior de tudo é que Iris tenta passar a imagem de um governante amigo do servidor e que valoriza o funcionalismo público. Todos lembram do começo dos anos 80… Iris assumiu o governo e naquilo que ficou registrado na história como “decretão” colou 30 mil funcionários públicos na rua. Desde então, o cacique peemedebista virou inimigo número 1 do funcionalismo.

Marketing: não existe nenhum caso, no Brasil, de um candidato que tenha vencido uma eleição com campanha de pancadaria

Eleições, Goiás

Vasculhe a sua memória, leitor amigo: veja se consegue se lembrar de algum candidato que tenha vencido uma eleição, em Goiás ou no país, batendo nos seus adversários. Não se lembrou? Pois é: campanha de pancadaria não funciona e esse é o motivo pelo qual Iris Rezende, Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide não crescem nas pesquisas.

Campanha tucana entra em clima de euforia na noite desta terça com pesquisas sobre Goiânia, Anápolis e Aparecida

Eleições, Goiás

A noite desta terça-feira é de comemoração nos bastidores da campanha do governador Marconi Perillo. No comitê montado às margens da BR-153, houve até queima de fogos. A campanha tucana recebeu novas pesquisas sobre o quadro eleitoral em Goiânia, Anápolis e Aparecida, que não podem ser divulgadas porque são para consumo interno e não foram registradas.

Estudos qualitativos mostram que Gomide tem cara de padre e por isso seus ataques são muito mal recebidos pelo eleitor

Eleições, Goiás

Consultores que trabalham com estudos qualitativos sobre os programas de televisão do horário gratuito eleitoral, em Goiás, disseram ao Goiás 24 Horas que o mau desempenho de Antônio Gomide nas pesquisas pode ser atribuído a um fato insólito: para o eleitor, Gomide tem cara de padre e isso não combina com o estilo agressivo que ele adotou na TV.

Mais Afonso Lopes: ”Debate mostrou Vanderlan e Gomide fazendo jogo de compadres com Iris e aceitando o papel de meros adereços na campanha”

Eleições, Goiás

Em artigo publicado no seu blog, o comentarista político Afonso Lopes diz que Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide se submeteram ao vexame de fazer um “jogo de compadres” com Iris Rezende no debate promovido por O Popular. Para Afonso, nem Vanderlan nem Gomide vão sair com imagem positiva da atual campanha.

Pergunta que ficou do debate em O Popular: “Onde estão os 40 hospitais que Iris disse que construiu em seus Governos?”

Eleições, Goiás

A turma que defende a candidatura de Iris Rezende nas redes sociais precisa esclarecer uma dúvida que ficou do debate promovido por O Popular: onde estão os 40 hospitais que Iris disse ter construído em Goiás? Na hora, o governador Marconi Perillo contraditou Iris e afirmou que ele, além de não construir nenhum hospital, fez foi fechar o HGG.

Afonso Lopes: “Debate em O Popular não foi decisivo e não muda nada na campanha, ou seja, a previsão continua de vitória para Marconi”

Eleições, Goiás, Opinião

“O debate promovido por O Popular foi assim o tempo todo: amabilidade entre os opositores e todos com pedras, estilingues e guatambu nas mãos contra Marconi”, escreve em seu blog o experimentado comentarista Afonso Lopes. Para o jornalista, o debate foi civilizado e não trouxe nada de novo para a campanha.

Discurso de Iris, agora, passa incluir até a época de Getúlio Vargas. Mais um pouco e chegaremos na Proclamação da República

Eleições, Goiás

Iris Rezende continua mais apegado ao passado que nunca. Agora, ele começou a relembrar até mesmo os tempos de Getúlio Vargas. Quando dá entrevista ou fala a plateias, como a da OAB-GO, ele repete a todo momento, referindo-se às suas histórias de antigamente: “Nessa época, vocês não haviam nascido…”.

Bate-papo de Vanderlan na internet tem audiência de 28 internautas e mostra obsessão em atacar Marconi, até ao falar de propostas

Eleições, Goiás

Foi um fiasco o bate-papo pela internet promovido no fim da tarde desta terça-feira pelo empresário Vanderlan Cardoso. Em seu pico de audiência, o contador de acessos marcou exatamente 28 internautas. O bate-papo mostrou Vanderlan mais agressivo que o habitual, repetindo os seus tradicionais ataques ao governador Marconi Perillo.

Há 10 anos os moradores do setor Pontal Oeste esperam asfalto do Governo PT/PMDB de Goiânia. Jornal do Meio Dia mostra o drama

Goiânia, Imprensa

Moradores do Condomínio de Chácaras Pontal Oeste não sabem mais o que fazer. Há 10 anos quem mora ali espera asfalto e nada de as ruas receberem pavimentação. A poeira toma conta e a previsão de asfaltamento e só para o ano que vem.

Concerto nas alturas: voltando de turnê na Europa, Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás improvisa apresentação no avião e contagia passageiros

Goiás, Mundo

Integrantes da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás, voltando de sua turnê na Alemanha, atenderam o pedido da equipe de bordo e fizeram uma breve apresentação durante o voo. Os passageiros foram contagiados e aplaudiram o mini-concerto.

Governo PT/PMDB de Goiânia fracassa na coleta do lixo e urubus fazem a festa. Veja reportagem da TV Anhanguera

Goiânia

Nos bairros Goiânia 2 e Urias Magalhães, os moradores já estão acostumado com as visitas dos urubus. A Comurg não recolhe o lixo, que fica acumulado nas portas das casas. Quem mora na região afirma que o caminhão da coleta fica até 13 dias sem passar e alguns moradores estão até queimando o lixo para amenizar o fedor.

Justiça extingue ação de Daniel Vilela contra o Goiás 24Horas, que reclamou de ter sido citado como envolvido na Operação Miqueias

Eleições, Goiás

A juíza Sandra Regina Teixeira Campos extinguiu ação do deputado estadual Daniel Vilela, do PMDB, contra o Goiás 24 Horas. Daniel não gostou das notas sobre o seu envolvimento na Operação Miqueias, da Polícia Federal, que desbaratou uma quadrilha que desviava recursos de fundos de pensão municipais. Perdeu.

Fiasco: Vanderlan e Gomide se comportaram, no debate de O Popular, como quem vai perder a eleição – e se reduziram a ajudar Iris

Eleições, Goiás

A cobertura do jornal O Popular sobre o debate entre os candidatos a governador, realizado nesta segunda, evidencia que Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide admitem que estão derrotados e se submeteram à estratégia de ajudar Iris Rezende a atacar o governador Marconi Perillo. Os dois se amiudaram no debate.

O Popular esclarece que não deu direito de resposta a Vanderlan por considerar que ser chamado de “leviano” não é ofensa pessoal

Eleições, Goiás, Imprensa

A repórter política Fabiana Pulcineli confirma, em matéria em O Popular nesta terça-feira, que a comissão organizadora do debate de segunda, também em O Popular, não considerou que Vanderlan Cardoso foi pessoalmente ofendido quando foi chamado de “leviano” pelo governador Marconi Perillo, por fazer acusações sem provas.

Caos e morte na saúde municipal do Governo PT/PMDB em Goiânia viram notícia nacional: “caso de polícia”

Goiânia, Imprensa, Nacional

O caos na saúde municipal do Governo PT/PMDB de Goiânia virou notícia no Bom Dia Brasil, da TV Globo, nesta terça-feira. Foi mostrado o caso do bebê Davi Lucas, que chegou ao Cais Chácara do Governador com problemas respiratórios, o pai afirma que não havia médico e a criança morreu sem ser avaliada por um especialista. Não é de hoje que a saúde municipal está em frangalhos. Não bastasse a falta de médicos e remédios, os Cais também possuem estrutura precária, são sujos e sofrem com a falta de manutenção.

O blog que incomoda: Goiás 24 Horas foi o único veículo de comunicação que conseguiu “participar” do debate promovido por O Popular

Eleições, Goiás, Imprensa

Mais uma façanha do Goiás 24 Horas: “participar” do debate entre os candidatos a governador promovido pelo jornal O Popular. Todo mundo sabe que a pergunta de Caio Salgado ao governador Marconi Perillo, sobre ações de assessores na internet, teve como motivação a linha editorial do blog, que costuma apontar erros de jornalistas, especialmente da equipe de O Popular.

Avaliação de Jarbas Jr, da coluna Giro, sobre o debate: “Iris tinha sangue nos olhos. Seu tom foi raivoso. E não respondeu nada”

Eleições, Goiás, Imprensa

O jornalista Jarbas Rodrigues Jr., titular da coluna Giro, analisa em O Popular o debate promovido pelo jornal na segunda-feira. Jarbas ficou impressionado com o desempenho de Iris, que sugere ter sido negativo. “Iris tinha sangue nos olhos. Seu tom era raivoso”, escreve Jarbas, que enxergou em Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide um comportamento subserviente a Iris.

Vale tudo de Iris na TV desafia Carlos Cachoeira e também a regra de ouro das eleições no Brasil: quem bate, perde

Eleições, Goiás

O violento ataque do programa de televisão de Iris Rezende no horário gratuito eleitoral, envolvendo o empresário Carlos Cachoeira e o ex-senador Demóstenes Torres, é uma tentativa desesperada da campanha do PMDB para tentar reverter a ascensão do governador Marconi Perillo nas pesquisas. E é também a oportunidade para confirmar ou não a regra de ouro das eleições brasileiras: quem bate, perde.

A era da baixaria: programa de TV de Iris baixa o nível e chama o empresário Carlos Cachoeira para a briga

Eleições, Goiás

Com a exibição farta de fotos do empresário Carlos Cachoeira e do ex-senador Demóstenes Torres, o programa de televisão de Iris Rezende no horário eleitoral gratuito jogou, na noite desta segunda, todas as suas fichas na estratégia de ataque e baixaria contra o governador Marconi Perillo. O programa, de longe, é o mais violento da história das eleições em Goiás.

Pai afirma que bebê morreu porque não foi atendido em Cais da prefeitura de Goiânia

Goiânia, Imprensa

O pequeno Davi Lucas, menos de um mês de vida, passou mal na manhã de domingo devido a complicações respiratórias e seu pai então decidiu levá-lo ao Cais da Chácara do Governador. Ivair Lopes diz que não havia médico na unidade de saúde, uma enfermeira tentou reanimar o bebê, que não resistiu e morreu. A Secretaria Municipal de Saúde afirma que tinha médico no local e tudo foi feito corretamente.

Professor Pedro Pietrafesa diz a Fabiana Pulcineli que possibilidade de Marconi vencer no 1º turno é “considerável” e que os 20% de nulos e indecisos favorecem o tucano

Eleições, Goiás

Em entrevista à repórter Fabiana Pulcineli, na rádio CBN, o professor Pedro Araújo Pietrafesa, cientista político da UFG, disse que a possibilidade de vitória do governador Marconi Perillo no 1º turno é hoje “considerável”. Pietrafesa rebateu Fabiana e afirmou que o número de votos indecisos é normal e favorece o governador.

Economia no figurino??? Iris Rezende repete o mesmo terno em três ocasiões

Eleições, Goiás

Na terça-feira da semana passada, Iris Rezende apareceu no jornal O Hoje ostentando o fardamento da primeira foto, com um blazer branco (?). Seis dias depois, ele foi ao debate de O Popular com o mesmo visual e ainda participou do Jornal Anhanguera vestindo as mesmas peças. Pelo jeito, a turma do figurino também caiu com os cortes na campanha.

Olha a arrogância: Vanderlan anunciou que dia 15, hoje, estaria em 2º lugar nas pesquisas, mas a verdade é que, como mostrou o Serpes, ele caiu

Eleições, Goiás

Um milagre foi anunciado pelo milionário Vanderlan Cardoso ao jornal Tribuna do Planalto: até o dia 15, hoje, ele, Vanderlan, estaria em 2º lugar nas pesquisas. Pois é: dia 15 chegou, Iris Rezende continua como o eterno 2º colocado e Vanderlan, segundo o Serpes de ontem, domingo, caiu de 9% para 7,2%. Ele já está xingando os institutos de pesquisa, como fez na rádio 730, nesta segunda.

Em debate, oposição mantém linha de pancadaria, que não deu certo nos programas de TV e não tirou um voto de Marconi

Eleições, Goiás

A estratégia de pancadaria, que tem sido a tônica dos programas de televisão de Iris Rezende, Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide, foi seguida à risca pelos 3 candidatos no debate desta segunda promovido por O Popular. Iris, Vanderlan e Gomide deixaram as propostas de lado e partiram para o ataque. Até hoje, a agressividade da oposição não tirou um voto de Marconi.

Jornal Opção: empreiteira que doou R$ 500 mil para campanha de Iris é citada no escândalo da Petrobrás

Eleições, Goiás

O site do jornal Opção informa, com base em reportagem desta semana da Revista Época, que uma das empreiteiras que abasteciam o mensalão da Petrobrás doou R$ 500 mil para a campanha de Iris Rezende (PMDB) a prefeito de Goiânia em 2008. O nome da empreiteira é Alusa.

Nenhum candidato distorceu mais a verdade, no debate de O Popular, do que Vanderlan. Por isso, ele levou na testa o epíteto de “leviano”

Goiás

Quem mais massacrou a verdade, no debate promovido nesta segunda-feira pelo jornal O Popular, foi Vanderlan Cardoso. O milionário manipulou dados, distorceu realizações concretas do Governo do Estado e foi longe ao afirmar que Alcides Rodrigues e Jorcelino Braga deixaram o Estado em dia. Não foi a toa que o governador Marconi Perillo pregou o rótulo de “leviano” na testa de Vanderlan.

No Jornal Anhanguera, Iris soltou essa: “Temos que trabalhar em ritmo de mutirão”

Eleições, Goiás

Os jornalistas Marcello Rosa e Lilian Lynch não conseguiram esconder o constrangimento diante de um Iris Rezende irritado, gesticulando sem parar e falando de passado. A entrevista do cacique peemedebista ao Jornal Anhanguera não teve nada de novo, pelo contrário. Iris voltou a falar de mutirão.

Organização do debate em O Popular falhou e não seguiu o próprio compromisso de “focar na discussão de propostas”

Eleições, Goiás, Imprensa

O debate promovido por O Popular, entre os 4 principais candidatos a governador, não cumpriu o compromisso de “focar na discussão de propostas”, formulado pelo próprio jornal, por escrito, em matérias publicadas antes do evento., Tantos as perguntas selecionadas de leitores quanto os questionamentos dos dois jornalistas que representaram o Grupo Jaime Câmara, Caio Salgado e Fabiana Pulcineli, se perderam em assuntos miúdos e sem importância.

Debate em O Popular mostra Vanderlan inseguro, errando no português, agressivo, arrogante e servindo de cabo de chicote para a dupla Braga-Alcides

Eleições, Goiás

O milionário Vanderlan Cardoso perdeu uma grande oportunidade para melhorar a sua imagem ao derrapar no debate desta segunda-feira, promovido por O Popular. Com o seu costumeiro tom acaipirado de voz, Vanderlan perdeu tempo defendendo o indefensável, isto é, o Governo Braga-Alcides. Esqueceu-se também das propostas e passou o tempo agredindo o governador Marconi Perillo, que o chamou de “leviano”. E ele,Vanderlan, teve que engolir.

Iris, no debate de O Popular: destemperado, gesticulando nervosamente, salivando e muito, mas muito agressivo

Eleições, Goiás

A gesticulação, a elevação no tom de voz, as caretas e o conteúdo muito, mas muito agressivo de tudo o que fala são fatores que levam a uma conclusão: no debate promovido por O Popular, nesta segunda-feira, Iris perdeu mais uma vez a chance de se mostrar como um político experiente e amadurecido, preferindo se apresentar, como disse o Jornal Opção, como o Lobo Mau ou o bicho papão. O homem parece estar destemperado.

Perguntas de Caio Salgado, representando o Grupo Jaime Câmara, foram exemplo de jornalismo amador e pouco inteligente

Eleições, Goiás, Imprensa

Escalado como um dos jornalistas que representaram Grupo Jaime Câmara no debate desta segunda-feira em O Popular com os 4 principais candidatos ao Governo, o jornalista Caio Salgado foi um fiasco: nervoso, entoou mal as suas perguntas, que contrariaram a orientação anunciada pelo próprio jornal O Popular, antes do debate: focar na discussão sobre as propostas dos governadoriáveis. Caio não perguntou sobre propostas.

15 minutos para Marconi falar e 45 minutos para a oposição bater. Esse foi o formato do debate em O Popular e isso não é democrático

Eleições, Goiás

O debate promovido pelo jornal O Popular seguiu um formato que não pode ser considerado democrático: o governador Marconi Perillo, primeiro colocado nas pesquisas, teve apenas 15 minutos para expor suas ideias, enquanto seus adversários, atuando em bloco, receberam 45 minutos para bater à vontade no governador. Essa distorção maculou o debate, que virou uma cansativa repetição de agressões, falácias e até injúrias contra Marconi.

Iris diz que cumpriu todas promessas que fez. Mas o que dizer do transporte coletivo, que ele prometeu arrumar em seis meses?

Eleições, Goiás

Iris disse na TV Anhanguera, no noticiário do meio dia, que cumpriu todas as promessas que fez em sua carreira política. O eleitor que anda de ônibus em Goiânia sabe que a afirmação não é verdadeira. Na eleição para prefeito, em 2004, Iris prometeu transporte coletivo de primeiro mundo em seis meses.

Pergunta de Lilian Lynch a Iris: “O senhor renunciou ao cargo de prefeito e nos deixou Paulo Garcia. Se eleito, deixará também o Estado na mão?”

Eleições, Goiânia, Goiás

Iris não defendeu Paulo Garcia, mas tentou tranquilizar os eleitores ao dizer que, se for eleito, não vai renunciar ao seu mandato pela metade. Ele garantiu que esta é a última eleição que ele disputa na sua vida.

Apresentador do Jornal Anhanguera elogia gestão dos hospitais do Estado na cara de Iris: “há de se reconhecer que houve avanços”

Eleições, Goiás

Em entrevista com o candidato a governador Iris Rezende (PMDB) no Jornal Anhanguera (edição do almoço), o apresentador e jornalista Marcelo Rosa elogiou o modelo de gestão de hospitais do Estado por Organizações Sociais (OS), implantado por Marconi Perillo (PSDB), e perguntou se o velho cacique pretende mantê-lo.

Debate em O Popular deixa claro que existem 2 Goiás: o da oposição, em que tudo é ruim, e o verdadeiro, ou seja, um lugar com problemas, mas também com avanços

Eleições, Goiás

Existem 2 Goiás: um, é o da propaganda negativa da oposição, conforme se viu nas perguntas e respostas de Iris Rezende e Vanderlan Cardoso no debate desta segunda em O Popular, um lugar onde tudo é ruim e impera o caos. O outro Estado é o da realidade, apresentada no debate pelo governador Marconi Perillo: há problemas, sim, mas também há soluções e há situações a comemorar, porque estamos muito melhor do que outros Estados.

Na TV Anhanguera, Iris diz que esta é sua última candidatura. Alguém acredita???

Eleições, Goiás

Iris Rezende participa agora de entrevista no Jornal Anhanguera com os jornalistas Marcello Rosa e Lilian Lynch. O peemedebista está nervoso, não para de gesticular e só fala do passado. Iris ainda disse que essa é sua última candidatura. Alguém aí acredita?

Debate em O Popular é o que se esperava: Iris, Vanderlan e Gomide agressivos, Marconi sereno e propositivo

Eleições, Goiás

A agressividade dos 3 candidatos de oposição – Iris Rezende, Vanderlanh Cardoso e Antônio Gomide – foi a tônica do debate promovido na manhã desta segunda-feira pelo jornal O Popular e transmitido ao vivo pela internet. O governador Marconi Perillo, alvo dos ataques, manteve a serenidade e se conduziu em tom absolutamente propositivo.

Vanderlan sai do debate em O Popular com a pecha de “leviano”. A comissão organizadora considerou a crítica legítima

Eleições, Goiás

Após apresentar dados que o governador Marconi Perillo considerou como falsos, o empresário Vanderlan Cardoso foi chamado – também por Marconi – em alto e bom som de “leviano”. Reiniciado o debate, Vanderlan pediu o direito de resposta recomendado pela sua assessoria. Mas a comissão organizadora do debate recusou. O mediador Jackson Abrão explicou que a crítica foi considerada legítima.

Vanderlan acusa PMDB de deflagrar a crise na Celg: “Começou com a venda de Cachoeira Dourada”

Eleições, Goiás

Ao levantar a lebre para que o candidato a governador Iris Rezende (PMDB) atacasse o acordo assinado pelo governo de Goiás para sanear a Celg, o também candidato Vanderlan Cardoso (PSB) disse que a crise na empresa começou a venda da usina de Cachoeira Dourada. Importante lembrar que a usina foi vendida pelo PMDB de Iris em 1997.

Iris começa a ficar agressivo, surgem as primeiras “caras e bocas” e ele estoura o tempo de novo

Eleições, Goiás

No bloco em que o os candidatos perguntam entre si, Iris Rezende começa a ficar nervoso e eleva o tom de voz. Já levantou o dedo e fez cara feia e, de novo, estouro o tempo na tréplica, sendo interrompido pelo jornalista e mediador Jackson Abrão.

Vanderlan defende gasto que fez, como prefeito, com shows, eventos e time de futebol (que rendeu condenação por improbidade): “Era prioridade”

Eleições, Goiás

O candidato a governador Vanderlan Cardoso (PSB) afirmou, no debate promovido pelo jornal O Popular, que não se arrepende de ter gasto dinheiro da população de Senador Canedo com shows, festas e com o time de futebol do município (ao valor de meio milhão de reais, que rendeu a ele condenação por improbidade).

Iris afirma que questão feita por jornalista não pode ser respondida em um minuto. É o Iris prolixo de sempre…

Eleições, Goiás

No debate que acontece agora na sede do Grupo Jaime Câmara, o candidato a governador Iris Rezende (PMDB) disse que a pergunta feita a ele pela jornalista Fabiana Pulcineli, no segundo bloco, não poderia ser respondida em um minuto. A bem da verdade, raciocínio algum de Iris se conclui em um minuto.

Debate de O Popular: nas duas primeiras respostas, Iris estoura o tempo e só fala de passado

Eleições, Goiás

As perguntas eram sobre meio ambiente e escândalo Cachoeira. Sobre meio ambiente, Iris só falou de passado e não apresentou uma proposta sequer. E ao falar do caso Cachoeira, o cacique peemedebista disfarçou e fingiu que não foi ele quem trouxe a Delta para Goiás.

Primeira pergunta sorteada para Marconi não é de leitora, mas de militante da oposição

Eleições, Goiás

Primeira falha no debate promovido pelo jornal O Popular com os quatro candidatos a governador: o Grupo Jaime Câmara, que se propôs a sortear perguntas de 16 leitores, escolheu o questionamento enviado por uma militante de oposição ao governador Marconi Perillo (PSDB).

Primeiro debate da campanha começa daqui a pouco, em O Popular, com Iris, Vanderlan e Gomide na pancadaria e Marconi nas propostas

Eleições, Goiás

A tendência é que, neste debate, Iris Rezende (PMDB), Vanderlan Cardoso (PSB) e Antônio Gomide (PT) apostem na pancadaria contra o governador Marconi Perillo (PSDB), que segundo a pesquisa Serpes/O Popular divulgada no último domingo pode vencer a eleição no primeiro turno.

Em entrevista de uma página ao DM, nesta segunda, Caiado faz uma única e rápida citação ao seu companheiro de chapa, Iris

Eleições, Goiás

Nesta segunda-feira, o Diário da Manhã publica entrevista de uma página com o candidato a senador pelo PMDB, Ronaldo Caiado. Um detalhe chama a atenção: Caiado faz apenas uma citação a Iris Rezende, em toda a entrevista, rapidamente e aliás sem sequer mencionar o sobrenome Rezende, referindo-se apenas a “Iris”.

Fabiana Pulcineli diz que campanha de Iris não aprendeu com as derrotas anteriores e é equivocada porque só fala no passado

Eleições, Goiás, Imprensa

“Falar de passado não é um erro quando serve para fortalecer as propostas para o futuro. Mas achar que o passado por si só basta é um equívoco e Iris Rezende já deveria ter aprendido isso com as derrotas anteriores”, afirma a repórter política Fabiana Pulcineli em seu artigo desta segunda-feira em O Popular. Confira.

Diário da Manhã corrige omissão de O Popular e esclarece, em manchete, que o Serpes apontou a vitória de Marconi no 1º turno

Eleições, Goiás, Imprensa

Nesta segunda-feira, o Diário da Manhã corrige a omissão de O Popular, que ocultou dentro do texto, em 6 linhas, um detalhe da maior importância apontado pela pesquisa do instituto Serpes publicada no domingo: Marconi, pela primeira vê, em uma pesquisa do instituto, vence no 1º turno. O DM destacou a informação em manchete principal de capa.

Ibope, Grupom, Fortiori, Veritá e agora Serpes, com Marconi em 1º lugar, são respostas da sociedade à campanha agressiva da oposição

Eleições, Goiás

As pesquisas do Ibope, Grupom, Veritá, Fortiori e, neste domingo, a do Serpes, podem ser lidas como uma reação da sociedade à campanha agressiva da oposição contra o governador Marconi Pedrillo. Em todas essas pesquisas, Marconi aparece em 1º lugar, com uma frente que corresponde a 400 até 700 mil votos, em alguns casos, como os levantamentos do vEritá e do Serpes, vencendo no 1º turno. Goiás repudiou a violência verbal de Iris, Vanderlan e Gomide.

Oposição em desespero: coluna Giro detalha pesquisa Serpes e mostra que Marconi cresceu em Goiânia, Aparecida e Anápolis. E cresceu bem

Eleições, Goiás

A coluna Giro, em O Popular, detalha aspectos da pesquisa Serpes, publicada neste domingo, mostrando que o governador Marconi Perillo está crescendo – e bem – em Goiânia,Anápolis e Aparecida, cidades onde seus principais adversários – Iris Rezende, Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide – estão caindo. Pode não haver 2º turno, prevê o jornalista Jarbas Rodrigues Jr. titular da coluna Giro.

A 20 dias da eleição, Gomide cai na pesquisa Serpes e prepara-se para ser o maior fiasco e o maior vexame da história das eleições em Goiás

Eleições, Goiás

O candidato do PT a governador, Antônio Gomide, que tinha 7,6% das intenções de voto na pesquisa do Serpes publicada, também por O Popular, em junho último, caiu para 5,2% na pesquisa do mesmo Serpes publicada neste domingo em O Popular. É o maior fiasco e o maior vexame da história das eleições em Goiás.

Marconi começa este domingo com carreatas em Rialma e Ceres

Eleições, Goiás

Motivado pela pesquisa Serpes, que mostra vitória já no primeiro turno, o governador Marconi Perillo começou este domingo com carreatas pelas cidades de Rialma e Ceres. Marconi e o vice José Eliton já estiveram em mais de 200 municípios e continuam com carreatas marcadas para os próximos dias.

Outro dado importante da pesquisa Serpes que a Pulcineli omitiu: no 2º turno, votos de Vanderlan e Gomide migram para Marconi

Eleições, Goiás

A pesquisa Serpes, publicada neste domingo por O Popular, mostra que o governador Marconi Perillo tem mais votos válidos que a soma dos seus concorrentes e, assim, venceria a eleição no 2º turno. Mas, se houver 2º turno, Marconi também é o vitorioso, com a ajuda de boa parte dos votos que vão para Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide, no 1º turno. É mais um dado espetacular a confirmar as perspectivas de vitória do governador.

Outra gafe adivinhem de quem? Dela, Dona Iris!!! Posta foto de Goianira e chama de Goiânia. Prefeito é obrigado a corrigi-la

Eleições, Goiás

A deputada e sua turma fizeram uma carreata na cidade de Goianira, mas ao postarem a foto do passeio escreveram que era em Goiânia. Sabem quem teve que corrigir Dona Iris e seus blue caps? O próprio prefeito de Goianira, Miller Assis. Vergonha pouca é bobagem!!!

Jarbas Jr., na coluna Giro, repara “erro” (ou malandragem?) de Fabiana Pulcineli e diz que pode não haver 2º turno, conforme o Serpes

Eleições, Goiás, Imprensa

Corretamente, o jornalista Jarbas Rodrigues Jr., titular da coluna Giro, em O Popular, mais uma vez corrige um “erro” (ou malandragem) da sua colega Fabiana Pulcineli. Maliciosamente, Fabiana escondeu dentro da matéria que escreveu sobre a pesquisa Serpes, neste domingo, que o governador Marconi Perillo vence a eleição no 1º turno. Jarbas, na sua nota principal, também neste domingo, diz que não há mais certeza de 2º turno.

“Crescimento” de Vanderlan era mesmo lero-lero e taí a prova: na pesquisa Serpes deste domingo em O Popular, ele caiu de 9% para 7,2%

Eleições, Goiás

Certas coisas só acontecem em Goiás: sem base em qualquer pesquisa, nem mesmo as fajutas, inventaram que o milionário Vanderlan Cardoso estava “crescendo”. O próprio Vanderlan, dentro da sua característica arrogância, chegou a se gabar desse “crescimento”. Mas aí vieram as pesquisas e pau na moleira. A última é a do Serpes, neste domingo,mostrando que Vanderlan… caiu.

Procurador regional eleitoral diz que vai fiscalizar pesquisas irregulares. Que tal começar por Iris, Vanderlan e Gomide?

Eleições, Goiás

O procurador regional eleitoral, Marcello Santiago Wolff, anunciou no Twitter que vai fiscalizar com rigor a divulgação de pesquisas irregulares. Só que, diariamente, Iris Rezende, Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide anunciam pesquisas em que estariam bem situados, dão até números detalhados, não mostram que pesquisas são essas – e o senhor procurador nunca tomou nenhuma providência.

Fabiana Pulcineli e O Popular escondem em 6 linhas, no meio do texto, a notícia mais importante da Pesquisa Serpes: Marconi vence no 1º turno

Eleições, Goiás

Pescamos essas 6 linhas, que reproduzimos em tamanho ampliado, bem lá no meio da matéria deste domingo de O Popular sobre a nova rodada da pesquisa Serpes. Quem escreveu o texto foi a repórter política Fabiana Pulcineli, que espertamente escondeu bem escondida a grande novidade do levantamento: o governador Marconi Perillo ganha no 1º turno, algo que o Serpes nunca havia registrado.

O Popular: pesquisa Serpes, a 20 dias da data da eleição, mostra Marconi firme em 1º lugar, com 14,2 pontos à frente do eterno 2º colocado, Iris

Eleições, Goiás

O jornal O Popular publica nova rodada da pesquisa Serpes, neste domingo, com notícias péssimas para a oposição: o governador Marconi Perillo mantém-se firme na liderança, com 39,3%, exatamente 14,2 pontos à frente do eterno segundo colocado, Iris Rezende, que aparece com 25,1%. Vanderlan Cardoso caiu e Antônio Gomide permanece estagnado em 4º lugar.

Carreata de Marconi, neste sábado, já passou por São Miguel do Araguaia e Porangatu e atraiu milhares de veículos

Eleições, Goiás

Governador continua com suas carreatas pelo interior goiano e neste sábado pela manhã já passou por São Miguel do Araguaia e Porangatu. Nas duas cidades, Marconi foi saudado por moradores na rua e a caravana atraiu cerca de 2 mil veículos.

É o implante capilar do século, deve ter custado caro e foi feito fora de Goiás: à esquerda, Vanderlan em outubro de 2013; à direita,Vanderlan agora

Eleições, Goiás

Se depender do implante capilar a que se submeteu, substituindo as entradas que estavam abrindo uma ampla avenida na sua cabeça, o empresário Vanderlan Cardoso já ganhou a eleição. É a maior mudança de visual da história política de Goiás: veja as fotos, leitor, e compare o homem, em outubro de 2010 e agora. São diferentes. E deve ter custado muito caro.

Vassil escreve artigo de quase um metro sobre o “crescimento” de Vanderlan. Só que as pesquisas vieram e Vanderlan… não cresceu

Eleições, Goiás, Opinião

Em um artigo mais uma vez quilométrico, em formato de versículos bíblicos, o “comentarista” Vassil Oliveira anunciou eufórico que Vanderlan Cardoso estava crescendo” nas pesquisas e incomodando os adversários. Mas logo em seguida saíram 4 pesquisas e Vanderlan ficou onde estava ou até diminuiu. É preciso admitir: a turma dos ressentidos faz o que pode para atingir o alvo que é a sua verdadeira obsessão: o governador Marconi Perillo.

Olha que vexame: nos programas de TV de Gomide, o prefeito petista do maior colégio eleitoral do Estado só aparece de relance. Será por quê?

Eleições, Goiânia, Goiás

O “modo petista de governar”, que Antônio Gomide promete na sua campanha, tem sua maior expressão em Goiás no prefeito Paulo Garcia – o maior e mais completo desastre administrativo de todos os tempos em Goiânia. Por isso, Gomide esconde o “companheiro” em sua campanha, mas, dias atrás, em um programa de TV, escapou uma imagem do prefeito perambulando, no fundo da cena, tal qual uma alma penada.

Robledo Rezende, principal aliado de Friboi: “Campanha de Iris é de ódio e rancor, sem um pingo de profissionalismo”

Eleições, Goiás

O advogado e pecuarista Robledo Rezende, principal aliado e assessor do bilionário de Júnior Friboi, voltou a criticar a campanha de Iris Rezende. Segundo Robledo, não existe a menor possibilidade de Friboi dar apoio a Iris, que faz uma “campanha de ódio e rancor, sem um pingo de profissionalismo”. Ele arremata: “Campanha fadada ao fracasso”.

Campanha de Iris está tão parada, mas tão parada, que para este sábado nem agenda há

Eleições, Goiás

Por que parou? Parou por quê? Neste sábado, a campanha de Iris Rezende está sem atividades. A assessoria de imprensa do PMDB não divulgou a agenda, o que significa que a campanha simplesmente parou. Dentro do PMDB e entre os poucos aliados, crescem as reclamações sobre a desorganização e a falta de estrutura, apesar de Iris liderar o ranking de gastos, segundo o TRE.

Humilhação em último grau: Dilma e Lula não apareceram nem vão aparecer na campanha de Gomide

Eleições, Goiás

Coitado do Antônio Gomide: sua campanha vai tão mal, mas tão mal que os principais cabos eleitorais do seu partido, a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula, nunca vieram a Goiás para dar uma ajudazinha ao candidato do PT. Pior: não pretendem vir. Gomide vai ter que se virar sozinho. Ele caminha para ser um dos maiores fiascos da história das eleições em Goiás.

Vídeo postado nas redes sociais diz que Alcides e Braga querem voltar ao poder através da candidatura de Vanderlan

Eleições, Goiás

s redes sociais não perdoam: um vídeo postado nesta semana mostra que, por trás da candidatura do empresário Vanderlan Cardoso, está a vontade do ex-governador Alcides Rodrigues e do ex-secretário da Fazenda, Jorcelino Braga, de voltar ao poder. Segundo o vídeo, Alcides e Braga fizeram o pior Governo da história de Goiás. Veja você mesmo, leitor.

Por um trocado a mais, ex-assessor de Paulo Garcia faz bico de figurante no programa de Gomide

Eleições, Goiás

O jornalista Luciano Joka, que foi exonerado da prefeitura de Goiânia e hoje assessora o vereador Carlos Soares (PT), irmão do mensaleiro Delúbio Soares, estreou como figurante no programa do candidato a governador Antônio Gomide (PT) na noite de sexta-feira. Joka faz caras e bocas para cantar um jingle da campanha. E saiu cada careta…

Ninguém aguenta mais Gomide repetir como um papagaio que teve aprovação de 90% em Anápolis. E daí? E daí?

Eleições, Goiás

No rádio, na televisão, em entrevistas, em sabatinas, em discursos e, enfim, pra todo lado, o candidato do PT a governador, Antônio Gomide, repete como um papagaio que teve aprovação de 90% como prefeito de Anápolis. O argumento é mais furado que peneira: para governar um Estado, que é muito mais complexo, não basta ter sido um bom prefeito, é preciso ter propostas e visão de futuro. Ninguém aguenta mais ouvir Gomide falar na tal aprovação.

Vexame histórico em Goiânia: na pesquisa Veritá, Paulo Garcia tem aprovação de 4,1%. Para comparar, olha a aprovação do Marconi: 67,9%

Goiânia, Imprensa

O Diário da Manhã republica, neste sábado, a pesquisa Veritá que foi encomendada pela TV Serra Dourada e mostra que apenas 4,1% dos goianienses aprovam a gestão do prefeito Paulo Garcia. Para efeito de comparação, o DM mostra a aprovação do governador Marconi Perillo, também segundo o Veritá: 67,9%.

Vassil: “Iris diz que seus discursos são longos porque precisa informar aos jovens o que fez. Mas jovem não tem paciência para conversa comprida”

Eleições, Goiás, Opinião

“A campanha de Iris, que deveria ter ido para o norte, acabou tomando o caminho do sul. E errar no rumo é o tipo de coisa que define uma eleição”. É o que diz o “comentarista” Vassil Oliveira, que cansou de torcer pela vitória do velho cacique peemedebista e resolveu mostrar que está tudo errado na campanha de Iris.

Grupom, Veritá e Fortiori: mais de um mês de pancadaria na televisão e Marconi continua no 1º lugar e… crescendo

Eleições, Goiás

Mais uma vez, as pesquisas comprovam que a campanha de pancadaria da oposição contra o governador Marconi Perillo não deu certo. Os institutos Grupom, Veritá e Fortiori mostram Marconi na liderança e praticamente vencendo no primeiro turno. O Ibope, que saiu antes, também confirma a liderança do governador. Iris, Vanderlan e Gomide vão continuar batendo? Vão. Mas também caminham para perder a eleição.

Suposto crescimento de Vanderlan nas pesquisas não passou de lero-lero: ele está onde sempre esteve, ou seja, bem lá atrás

Eleições, Goiás

Não passou de lero-lero o anunciado crescimento do empresário Vanderlan Cardoso, que, segundo “pesquisas de bastidores” (veja bem, leitor: “pesquisas de bastidores”) estaria subindo e ameaçando mudar o quadro eleitoral. Saíram 4 pesquisas – Ibope, Veritá, Grupom e Fortiori – e Vanderlan continua o mesmo fiasco de sempre.

Vassil pergunta: “Para onde foi a promessa chamada Antônio Gomide?” E ele mesmo responde: “Não foi”

Eleições, Goiás

Jornalista analisa desta vez o projeto político do ex-prefeito de Anápolis. Vassil Oliveira diz que a candidatura de Gomide “não pegou”. Para Vassil, o candidato do PT “não formou uma chapa consistente, não conseguiu seduzir o PT nacional para sua candidatura e também não acertou o discurso.

Helvécio Cardoso: “Iris hoje é um ser alienado, vivendo da nostalgia de um passado que ele pretende glorioso, mas discutível”

Eleições, Goiás, Opinião

Mais uma vez, as pesquisas comprovam que a campanha de pancadaria da oposição contra o governador Marconi Perillo não deu certo. Os institutos Grupom, Veritá e Fortiori mostram Marconi na liderança e praticamente vencendo no primeiro turno. O Ibope, que saiu antes, também confirma a liderança do governador. Iris, Vanderlan e Gomide vão continuar batendo? Vão. Mas também caminham para perder a eleição.