Condenado à cadeia pelo mensalão, Dirceu queria passear na Venezuela

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, negou pedido do ex-ministro José Dirceu (Casa Civil) para deixar o país e participar do velório do presidente da Venezuela Hugo Chávez. Barbosa não acolheu o argumento de que Dirceu, condenado a dez anos e dez meses no julgamento do mensalão, teria uma relação próxima com Chávez, mas política. No despacho, Barbosa afirma que não há motivos para rever a proibição para que o petista deixe o país porque “sequer se trata de relação próxima de parentesco”.

 chargedirceu