Redes sociais aplaudem artigo de Fabiana Pulcineli sobre “quem cobra ética alheia e não dá o exemplo”, ou seja: o Ministério Público

O artigo da repórter política Fabiana Pulcineli em O Popular, nesta segunda-feira, sobre os privilégios salariais dos membros do Ministério Público causou furor nas redes sociais.

O link do artigo foi retuitado em massa. As postagens acrescentaram novas informações e foram duras com o comportamento ético do Ministério Público, que condena os mal feitos dos políticos, mas se escuda em isonomias e leis para adotar vantagens salariais para os seus integrantes, que a jornalista considerou “imorais.

Veja alguns posts:

Raul Souza @raulalexandrems

@fpulcineli @jornalopopular Parabéns pelo texto a respeito do MP. A instituição que cobra ética alheia deveria ser a primeira a dar exemplo

Ip @iuricmp
@fpulcineli Quanto mais eu leio as declarações dos promotores sobre os auxílios, menos eu acredito no futuro desse pais.

@LEOPALMERSTON
@fpulcineli os poderes tem se “protegido”…. é fácil ver isto…Mp, Judiciário, Legislativo…

Fabricio @FabricioAHora
Promotores e procuradores se calam sobre artigo de Fabiana Pulcineli expondo os maus exemplos do Ministério Público.

edsonsales @prof_edsonsales
Promotores e procuradores são mestres no apontar erros de outros! Parabéns @fpulcineli, por mostrar ação orquestrada contra Erário.

Jefferson Lopes @Jeffersoncoelho
Parabéns @fpulcineli pelo seu artigo em @jornal_opopular ! Exprimiu o sentimento de muitas vozes aqui do Twitter

Lisandro Nogueira @lisandron
@fpulcineli escreveu ótimo artigo sobre Ministério Público de Goiás, @jornal_opopular . Verdade! Estamos perdendo a confiança.

Ubaldo Barbosa @ubaldobarbosa
A @fpulcineli acertou a mão no artigo “Quem vigia os vigilantes?” sobre o papel do MP goiano.

Rodrigo Czepak @rodrigoczepak
Alô Ministério Público, @fpulcineli relata hj o quanto instituição se aproxima dos maus exemplos em GO e no país. Tá feia a coisa.

Nilce Moretto @nilmoretto
Que moral resta?? “@fpulcineli: Judiciário e MPF pagam moradia até de quem tem casa própria

Josiane Coutinho @JosianeCoutinho ‘
O salário deles não ajuda. Tadinhos! “@fpulcineli: Procuradores e promotores de Goiás terão direito a auxílio-livro.

[vejatambem artigos=” 43609,43582… “]