Diário da Manhã diz que o governo tem um “exército de jornalistas remunerados com altos salários” que fica em silêncio e não defende Marconi

O Diário da Manhã diz, na edição desta quinta-feira, que o governo do Estado conta com um “exército de jornalistas remunerados com altos salários”, que, no entanto, prefere ficar em silêncio a se expor em campo para defender o governador Marconi Perillo.

Em um longo texto assinado pelo repórter Helmiton Prateado, surpreendentemente bem escrito, o DM acrescenta que muitos desses jornalistas “integraram redações e foram expoentes da imprensa goiana e até nacional”, mas, continua, “nenhum desses mistos de jornalistas e assessores se arvora a sair em defesa do governador e de suas diretrizes no comando do Estado”.

Segundo o Diário da Manhã, “todos esses que hoje são remunerados no governo estadual já estiveram do outro lado em muitos governos, inclusive foram adversários do próprio Marconi e lhe fizeram acusações muito mais gravosas”.

O texto, que lembra o estilo caudaloso do diretor do DM, Batista Custódio, finaliza procurando uma explicação para o silêncio dos assessores de comunicação governamentais: “Talvez não se manifestem por medo de que a história revele os rastros de suas passagens por outras paragens políticas e mostre a concupiscência das relações mantidas em outros tempos”.

[vejatambem artigos=” 47495,47406… “]