Candidato a prefeito de Goianésia, Renato de Castro (PMDB) pode perder registro por uso de helicóptero na campanha

Goianésia

Na carreata do candidato a prefeito de Goianésia, Renato de Castro (PMDB), um helicóptero foi usado, nesta quinta-feira (29), para fazer propaganda publicitária ao vivo, como outdoor, com visibilidade diversa do permitido na legislação eleitoral.

O MP Eleitoral pode pedir a abertura da investigação judicial eleitoral para apurar o abuso do poder econômico e a realização de gastos ilícitos por parte do candidato.

Há uma semana o Ministério Público Eleitoral de Iporá pediu a cassação da candidatura de Naçoitan Araújo Leite por uso irregular de um helicóptero na campanha, o que configurou abuso de poder econômico. O promotor de Justiça, Sergio de Sousa Costa, alegou que o usa da aeronave revelou “a exorbitância, o excesso e o abuso do poder econômico praticado pelo representado Naçoitan Leite”.

heli-2