Thiago Peixoto insiste na proposta de reforma do secretariado de Marconi: “O governo precisa de novos quadros, para dialogar mais com a sociedade e trazer energia para a gestão”

Imprensa

O deputado federal Thiago Peixoto, do PSD, insiste nesta quinta-feira, no Diário da Manhã, na defesa da sua proposta de reforma imediata do secretariado do governador Marconi Perillo.

“Na metade do governo, os atuais secretários já apresentaram bons resultados. Mas é preciso ir além. É preciso se superar. E penso que isso virá com a entrada de novos quadros que não têm espaço no primeiro escalão. Temos bons valores em Goiás que podem ser aproveitados para fazer essa oxigenação do governo”, começa o deputado.

Para ele, “o governo de Goiás precisa de gente nova. Quando o governo não se renova com novas ideias e novos quadros, acaba sendo substituído nas eleições. Existe uma nova geração disposta a trabalhar e que tem muito a acrescentar. Já que o governador está disposto a fazer uma mudança, penso que quanto maior, melhor. Isso significaria abrir espaço para um diálogo mais aberto com a sociedade e nova energia para a gestão”.

No final da entrevista, Thiago Peixoto contou como nasceu a sua proposta para as mudanças na equipe do governo do Estado: “Na última semana de 2016, estive com o governador Marconi Perillo em Goiânia. Ele falou então sobre a reforma administrativa que havia sido anunciada e perguntou minha opinião. Eu disse claramente a ele que a reforma precisa ocorrer também no primeiro escalão, pois é ali que se tem a oportunidade de fazer a diferença. A mudança que ele propõe tem que ser feita de cima para baixo. Penso que o bom governo é aquele que se mostra com capacidade para constante renovação. E isso, é claro, pode vir por meio de projetos e ideias. Mas é evidente que também passa por pessoas. As grandes mudanças são feitas por gente capaz de fazer a diferença”.