Erro monumental do prefeito de Goianésia continua gerando críticas. Editorial de O Popular: “Destruiu ciclovia para dar lugar a carros”. Cileide Alves: “Mostrou visão ultrapassada”

A decisão do novo prefeito de Goianésia, Renato de Castro, do PMDB, de destruir a ciclovia construída pela administração passada ao longo da principal avenida da cidade, continua gerando repercussão negativa.

Neste sábado, o editorial do jornal O Popular condena a remoção da ciclovia. O texto afirma que Renato de Castro “destruiu uma ciclovia para dar lugar a carros”.

Em seu site na internet, a ex-editora-chefe de O Popular, Cileide Alves, também disparou críticas contra o prefeito. “Renato de Castro mostrou sua visão ultrapassada sobre mobilidade urbana e falta de preparo para liderar uma eficiente gestão pública. As decisões de um prefeito comprometido com a melhoria nos serviços públicos e em ajudar na construção de uma cidade com qualidade de vida a seus munícipes não podem se sustentar em meras promessas populistas e desastradas, como essa de destruir uma ciclovia no primeiro dia de mandato, sem nenhum estudo técnico sobre sua viabilidade”m escreveu Cileide Alves.

Em reportagem sobre o assunto, a TV Anhanguera classificou a destruição da ciclovia de Goianésia como “transformar dinheiro público em entulho”.