Com Iris, que gabava-se de ter “facilidade para tomar decisões”, Goiânia se estabelece como a única Capital do Brasil que não tem todos os secretários nomeados

Goiânia, Nacional

O peemedebista Iris Rezende venceu Vanderlan Cardoso (PSB) no dia 30 de outubro de 2016. Portanto, Iris teve praticamente dois meses cheios (novembro e dezembro) para sentar, avaliar, debater e, por fim, escolher seu secretariado.

Chegamos ao dia da posse e Iris anunciou só a metade do secretariado. Alguns auxiliares ainda estão acumulando funções, como o experiente Paulo Ortegal, que é chefe de Gabinete e também secretário de Comunicação.

Esta situação coloca Goiânia como a única capital do Brasil em que a equipe de auxiliares de 1º escalão do prefeito não está completa.