Começou mal: primeiro “mutirão” de Iris destrói mais de 140 barracões de famílias pobres no Parque Atheneu e leva desabrigados à prisão

Goiânia

Depois de anunciar aumento de 22% no ITU e IPTU, o segundo ato de Iris Rezende (PMDB) após tomar posse do cargo de prefeito de Goiânia foi ordenar a demolição de 140 barracões de famílias carentes em uma área pública do Parque Atheneu.

O arrastão aconteceu na manhã da última terça-feira. Foi o primeiro “mutirão” de Iris nesta gestão, e em vez de melhorar a vida dos pobres, prejudicou-os.

Participaram da ação 60 agentes da Guarda Civil Metropolitana. As vítimas relatam episódios de truculência por parte da Guarda, insensível ao argumento de que aquelas mais de 500 pessoas não teriam para onde ir. Agentes levaram presos dois homens que, desesperados, tentaram resistir à demolição dos barracos.

Veja, leitor, como começou bem o novo mandato de Iris na prefeitura.