A caminho do 2º lugar: em 4 anos, PIB de Aparecida cresceu 100% e foi para R$ 11,664 bi, enquanto o de Anápolis, no mesmo período, só aumentou 15% e ficou em R$ 12,714 bi

Anápolis, Aparecida de Goiânia

O crescimento econômico explosivo de Aparecida vai produzir grandes mudanças no cenário goiano: a principal delas é a ocupação do 2º lugar no ranking do PIB – Produto Interno Bruto dos municípios, superando o atual ocupante da posição, Anápolis.

Essa é a conclusão de quem estuda as estatísticas municipais disponíveis na melhor base de dados sobre a economia disponível em Goiás: o Instituto Mauro Borges.

É o IMB que apura os números do PIB dos municípios, ou seja, o tamanho da economia de cada um. Devido à complexidade do cálculo, a última apuração disponível refere-se a 2014, estando prevista para breve a divulgação dos resultados de 2015. E as contas levantadas pelo IMB são claras e objetivas: de 2010 a 2014, o PIB de Aparecida cresceu 100%, saindo de R$ 5,808 para R$ 11,664 bilhões, enquanto o de Anápolis entrou em estagnação, aumentando, no mesmo período, apenas 15%, ou seja, saindo de R$ 11,060 para R$ R$ 12,714 bilhões.

Caso essa dinâmica tenha sido minimamente mantida, é provável que, já nas estatísticas de 2015 do IMB, Aparecida venha a ocupar o 2º lugar dentre os municípios goianos, empurrando Anápolis para o 3º lugar. E não há porque não acreditar: desde 2010 que nenhuma empresa de grande porte se instala na antiga Manchester goiana.