José Nelto define o sentimento do PMDB goiano quanto às propinas pagas a Iris, Maguito e Daniel Vilela: “Não vamos nos desgastar defendendo corruptos. Quem deve tem que pagar”

O deputado estadual José Nelto, líder da bancada do PMDB na Assembleia Legislativa, aparece na edição desta segunda-feira do Diário da Manhã com um recado duro para os peemedebistas envolvidos nas delações das Odebrecht: “Tudo deve ser investigado até o fim. Não vamos nos desgastar defendendo corruptos. Quem deve tem que pagar”.

Iris Rezende, Sandro Mabel, Maguito Vilela e seu filho Daniel aparecem nos relatos dos ex-executivos da Odebrecht como destinatários de propinas e doações de campanha, via caixa 2.

“O PMDB não vai passar a mão na cabeça de ninguém. O PMDB não vai pagar por 1, 2, 3 ou 4 políticos envolvidos com a corrupção”, disse o deputado.

Compartilhe