Duplicação da GO-070 entre Cidade de Goiás e trevo de Mossâmedes terá pista para pedestres e ciclistas

Goiás

As obras de duplicação da GO-070, trecho entre Cidade de Goiás e o trevo de Mossâmedes foram iniciadas pela Agetop. Máquinas se encontram na rodovia abrindo espaço para a construção da segunda pista, que terá a mesma extensão da pista existente (14,5 quilômetros), que será restaurada. O projeto, diferenciado, prevê que no segmento entre a Igreja Nossa Senhora Aparecida de Areias até o viaduto na saída de Goiás para a GO-164 sejam construídas pista para pedestre e ciclovia, e implantado serviços de iluminação, paisagismo do canteiro central e laterais da pista, além de retornos e acessos.

A previsão é que a obra esteja concluída até o final deste ano e a população possa desfrutar de uma rodovia de qualidade, totalmente inserida no turismo da antiga capital, que é um dos principais patrimônios históricos do Brasil. Por estar localizada junto à Serra Dourada, a duplicação da rodovia seguirá cuidados especiais para a preservação do sítio arqueológico, que remete ao início da colonização do Estado.

Com a preocupação de conservar esse legado, além dos técnicos envolvidos numa obra rodoviária, a Agetop incorporou à equipe profissionais como arqueólogo, engenheiro ambiental e assistente social, que cuidarão das questões voltadas à preservação histórica e à mínima movimentação possível no local (solo e vegetação), onde está prevista a instalação de mirantes e pontos comerciais.

Conclusão

A Agetop retomou as obras de duplicação em outros quatro pontos da GO-070, entre Itauçu e o Entroncamento com a GO-164 (Mossâmedes). São intervenções pontuais que farão a ligação de trechos já construídos e finalizarão a duplicação da rodovia de Goiânia ao acesso a Mossâmedes, num total de 120 quilômetros. As obras são realizadas no trevo de acesso à Taquaral, na entrada e na saída de Itaberaí e na ponte sobre o Rio Uru.