Divulgar pesquisa para rebater outra não melhorou a situação de Daniel Vilela no PMDB

No desespero para sobreviver à onda em favor do senador Ronaldo Caiado (DEM) no PMDB, o deputado Daniel Vilela bancou na semana passada a divulgação de uma pesquisa duvidosa para rebater outra que o mostrava cerca de 30 pontos atrás do desafeto na disputa pelo governo do Estado.

Não adiantou. Danielzinho começa mais uma semana fragilizado e em situação difícil dentro do partido. Por um motivo óbvio: ficou escancarada a sua estratégia de anular o levantamento anterior com um “estudo” feito às pressas, sabe-se lá com que metodologia e por quem.

Em contrapartida, é crescente o entusiasmo da ala caiadista, liderada pelos deputados José Nelto, Pedro Chaves, Bruno Peixoto, e pelos prefeitos Iris Rezende (Goiânia), Paulo do Vale (Rio Verde), Adib Elias (Catalão) e Ernesto Roller (Formosa).

A candidatura de Danielzinho está na UTI.

Compartilhe