Vereador Andrey monta comissão de faz-de-conta para “discutir” Plano Diretor

Câmara de Vereadores, Goiânia

Partindo critérios que só Deus e o diabo conhecem, o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Andrey Azeredo (PMDB), montou uma comissão de faz-de-conta para “discutir” alterações no Plano Diretor da cidade com representantes da prefeitura. É claro que ele próprio está na comissão, além do pouco confiável Anselmo Pereira (PSDB).

Andrey arrancou gargalhadas do bloco de oposição na sessão plenária de quarta-feira ao dizer que Anselmo representaria o grupo de adversários de Iris na comissão. Afinal de contas, Anselmo não é oposição a nada. Priscila Tejota (PSD) – esta sim, vereadora de oposição – afirmou que a indicação de Anselmo não representa o grupo, mas atende interesses do próprio Andrey.

A tal comissão de compadres também conta com Sabrina Garcêz (PMB), Izídio Alves (PR) e Delegado Eduardo Prado (PV). Na suplência, outra estrela do time de enrolados da Câmara: Clécio Alves (PMDB).

O vereador Romário Policarpo (PTC) foi duro nas críticas a Andrey:  “Novamente o presidente age como se ainda fosse secretário da prefeitura. Qual a diferença entre eu e o vereador Anselmo? Vossa excelência nem me conhece para saber se eu tenho experiência ou não. As escolhas foram feitas da cabeça dele. Requerimento com assinaturas de outros 20 vereadores para que eu fizesse parte da comissão e novamente toma uma decisão contrária a mim. Lembre-se que o senhor está perdendo um grande amigo nessa casa”.

Os cinco indicados vão compor uma comissão que participará dos trabalhos da equipe técnica da Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh), que trabalha na revisão do Plano Diretor de Goiânia de 2007 e foi constituída em 16 de janeiro deste ano.

Todas as audiências realizadas para a elaboração da revisão do Plano Diretor serão públicas e a comissão trabalhará de forma consultiva até o envio do documento final para a Câmara Municipal. O documento final de revisão deve ser encaminhado à Casa para a análise de todos os vereadores até 31 de dezembro.