Manoel Xavier: Goiás é o primeiro com CNH-e por ser avançado em tecnologia

Goiás

No lançamento oficial da Carteira Nacional de Habilitação Digital (CNH-e), nesta terça-feira (10), em Brasília, o presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), Manoel Xavier Ferreira Filho, disse que o pioneirismo da autarquia na área de tecnologia foi decisivo para convencer o governo federal a escolher Goiás como Estado piloto para início do projeto.

“Goiás foi escolhido por estar mais avançado na era digital”, afirmou Manoel Xavier. O presidente aproveitou a ocasião para anunciar que a CNH Digital será repassada ao cidadão por apenas R$ 10. “À medida que a informatização avançar, eliminaremos custos que podem ser considerados supérfluos. O governador Marconi Perillo estabeleceu o preço da carteira digital a R$ 10, um terço do valor da carteira física.”

Presente na solenidade de lançamento, Marconi ressaltou que a CNH-e traz maior mobilidade, praticidade e comodidade aos motoristas goianos. A partir de fevereiro de 2018, a novidade estará disponível a todos os condutores de veículos brasileiros. “A modernização da infraestrutura de atendimento do Detran de nosso Estado é uma prioridade para a administração, demonstrando compromisso com a eficiência e com a transparência dos procedimentos”, afirmou Marconi.

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, elogiou o alto grau de organização e de práticas tecnológicas avançadas em utilização no Detran-GO. “Me perguntam porque escolhemos Goiás para lançar este programa. Eu poderia dizer que seria pela facilidade da localização geográfica de Goiás, o que nos daria mais facilidade na preparação de todo o processo. Mas não, é dado à eficiência que o Denatran enxerga no Detran de Goiás”, afirmou.

CNH-e
A CNH-e tem o mesmo valor jurídico da versão impressa da carteira de motorista. Sua adoção facilitará o dia-a-dia dos brasileiros. O cidadão poderá utilizar o smartphone para se identificar em qualquer ponto do País. Para garantir acesso ao novo documento, o Serpro, empresa de tecnologia da informação do governo federal, desenvolveu um aplicativo (app) específico para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O sistema está disponível para os principais sistemas operacionais.

Pelo smartphone, o usuário poderá apresentar as informações da carteira de motorista impressa, inclusive foto e QR Code (um código de barras em duas dimensões que dá acesso rápido às informações do condutor e evita fraudes). Uma das principais vantagens da CNH-e é a segurança, já que o documento eletrônico armazena dados em QR Code, dentro de um sistema criptografado de acesso às informações.