48,8% dos pontos de ônibus em Goiânia não têm abrigo, revela estudo de O Popular

Goiânia

O prefeito Iris Rezende (PMDB) prometeu, na eleição, que resolveria o problema do transporte coletivo em Goiânia em seis meses, mas não resolveu. Levantamento publicado nesta segunda-feira pelo jornal O Popular mostra que 48,8% dos pontos de espera de ônibus não têm abrigo.

Este percentual representa 3.119 pontos, de um total de 6.384.

De acordo com a reportagem, são 140 pontos sem abrigo, mas com placa de identificação; 1.250 pontos sem abrigo, sem placa e com identificação apenas por faixa pintada; e 1.279 pontos sem qualquer identificação ou abrigo.

É o caos.