Sindicato pelego se cala diante da decisão de Iris de não pagar data-base em 2017. Qualquer entidade séria faria greve

Goiânia

No momento em que a prefeitura de Goiânia oficializa a decisão de não encaminhar à Câmara projeto de lei que concede data-base aos servidores municipais, a pergunta que se faz é: cadê o sindicato que representa a categoria?

O Sindigoiânia guarda silêncio muito incômodo diante do calote criminoso praticado por Iris. Se fosse uma entidade séria, o mínimo que ela teria feito é proposto um indicativo de greve.

Vale dizer que o presidente do Sindigoiânia é o vereador Romário Policarpo (PTC).