Vereador Vinícius Cirqueira usa plenário para atacar policiais que o levaram preso. A pergunta é: ele foi santo nessa história? 

Câmara de Vereadores

O vereador Vinícius Cirqueira (Pros) acaba de subir no plenário da Câmara Municipal para esculhambar policiais militares que o abordaram no último dia 10 de setembro.

Vinícius diz que foi xingado, agredido (com a algema) e uma série de outras barbaridades.

Afirma também só foi preso porque reagiu a um ato de racismo e desrespeito contra o vereador Romário Policarpo (PTC), que estava com ele, e contra um assessor.

A pergunta é: será que Vinícius foi tão santo nessa história?

Será que não houve abuso de poder da parte dele?

Vinícius teve a tribuna para apresentar sua versão. Os policiais que ele acusa, não.