Racismo: vereadores dizem que, enquanto Filemon for secretário, serão oposição a Iris na Câmara

Câmara de Vereadores, Goiânia

Depois de saberem que o secretário de Direitos Humanos do município, Filemon Pereira, chamou-os de “malandros” e “malas-sujas”, os vereadores Vinícius Cirqueira (Pros) e Romário Policarpo (PTC) afirmaram nesta terça-feira, na tribuna da Câmara Municipal, que enquanto Filemon permanecer no cargo eles serão oposição ao Paço.

Vinícius e Romário alegam ter sido vítimas de racismo e abuso de poder em uma blitz da Polícia Militar na última sexta-feira. Na ocasião, Vinícius foi preso por desobedecer ordens do sargento que comandava a diligência. Filemon – segundo o líder do PMDB na Casa, Clécio Alves – disse que achou “bem-feito” para os dois.