Radialista Carlinhos do Esporte é acusado de tentar comprar silêncio de mulher que denunciou prefeitura de Goiânia

Em depoimento à Comissão de Inquérito (CEI) que investiga irregularidades na Saúde de Goiânia, a desempregada Celina Teixeira acusou o radialista Carlinhos do Esporte (da rádio Terra FM) de oferecer “ajuda” em troca do seu silêncio. Celina é a mulher que arrancou os próprios dentes com alicate depois de não conseguir consulta com dentista nos Cais e Ciams.

Veja trecho de reportagem do Jornal Opção (o depoimento dela à CEI aconteceu nesta quarta): 

Em depoimento, a goianiense sugeriu que a gestão do prefeito Iris Rezende (PMDB) teria tentado comprar seu silêncio após o caso ganhar grande repercussão. Segundo ela, no último domingo (3), recebeu a visita da secretária da Saúde, Fátima Mrué, em uma comitiva composta por integrantes da pasta e veículos de comunicação. Antes de gravar entrevista, um homem, identificado como Carlinhos do Esporte (radialista da Rádio Terra FM), teria oferecido ajuda para que ela não falasse mal da prefeitura.

“Eles foram a minha casa, umas seis pessoas, tiraram fotos fizeram varias perguntas. Foram muito atenciosos perguntaram se eu precisava de alguma coisa. Me ofereceram três meses de cesta básica e eu aceitei porque pensei que era uma ajuda, nao imaginei que pudesse ser suborno. Depois no final ele me pediu que quando eu fosse dar entrevista que não falasse mal da secretária, que dissesse que ela foi a minha casa, que tentou me ajudar”, contou.

Apesar da conversa sobre a possível ajuda não ter tido participação efetiva da secretária, os parlamentares desconfiam que a situação foi “armada”, tanto que o suposto autor, Carlinhos do Esporte, era integrante da comitiva, como relatou a própria paciente. Ele, inclusive, foi convocado a depor à CEI da Saúde na próxima semana.

Compartilhe