Prefeitura não tem dinheiro para cuidar dos dentes da população, mas vai pagar 13º e férias de Iris e vereadores

A Câmara de Goiânia aprovou nesta terça projeto que determina pagamento de 13º salário e abono de férias do prefeito, vice-prefeito, secretários e vereadores, nas mesmas condições dos demais servidores municipais.

A decisão foi tomada na mesma semana em que veio à público a história da desempregada Celina Teixeira, que por não conseguir consulta com dentista nos Cais e Ciams de Goiânia, arrancou os próprios dentes com um alicate. Ou seja: a prefeitura não tem dinheiro nem para oferecer tratamento odontológico para população mas, mesmo assim, vai pagar benesses e mordomias para seus políticos.