Rebelião foi motivada por disputa entre PCC e o Comando Vermelho, diz secretário de Segurança

Ao jornal Folha de S. Paulo desta quinta-feira, o secretário da Segurança Pública de Goiás, Ricardo Balestreri, confirmou que a rebelião que resultou em nove mortes em um presídio da região metropolitana de Goiânia foi motivada pela disputa entre as facções criminosas PCC (Primeiro Comando da Capital) e o CV (Comando Vermelho). “Esse fato está largamente comprovado pelas investigações que estão sendo conduzidas e pela análise do nosso setor de inteligência”, afirmou.

“Essas facções dominam presídios em todo o Brasil, inclusive em Goiás. Elas disputam espaço mercadológico dentro e fora das prisões”, disse. O termo mercadológico, segundo Balestreri, se refere refere à competição por áreas de tráfico de drogas, cooptação de membros para as facções e realização de crimes como assaltos a bancos.