Mendanha mantém fechado Hospital Municipal de Aparecida que custou R$ 64 milhões

Construído ao custo de R$ 64 milhões, o Hospital Municipal de Aparecida (HMAG) está com as portas fechadas e sequer tem previsão de inauguração. É o que diz reportagem publicada no jornal diário O Hoje.

São 21 mil metros quadrados de área. Blocos de pediátrica, geriatria dois para clínica médica e dois para pós-cirurgia. 220 leitos, dos quais 60 são cirúrgicos. E está tudo parado porque o prefeito Gustavo Mendanha (MDB) não consegue por a estrutura para funcionar.

A prefeitura diz que, sem parcerias com o governo do Estado e com governo federal, as portas não serão abertas jamais. Complicado, muito complicado.