Mendanha e Roberto Naves começam 2018 como terminaram 2017: parados

Eleitos sob o mantra da renovação, os prefeitos de Aparecida, Gustavo Mendanha (MDB), e de Anápolis, Roberto Naves (PTB), tiveram um primeiro ano de mandato decepcionantes. E, para piorar, começam 2018 tão estacionados quanto estavam em 2017.

Ambos mal conseguem dar conta do básico, que é cobrir buracos nas ruas, aparar o mato alto e trocar lâmpadas queimadas. Nos dois municípios, são constantes os protestos de moradores que acusam a irregularidade na coleta de lixo.

Trocando em miúdos, Aparecida e Anápolis estão fedidas, sujas e malcuidadas. Parecem cenários de Walking Dead.