Acusada de usar dinheiro do Sintego para salvar Delúbio, Ieda Leal samba na TV

A iminente prisão do ex-presidente Lula não tira o sorriso do rosto da ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Goiás (Sintego) Ieda Leal, petista de quatro costados.

Ieda notabilizou por ter sido acusada pelo Ministério Público de desviar dinheiro do Sintego para pagar a multa imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF) ao amigo Delúbio Soares no episódio do mensalão.

Contaminada pela rejeição que o PT enfrenta, ela inclusive abortou o sonho de disputar eleições – pelo menos por ora. Enquanto isso, ela samba na cara da sociedade, apesar de todas as críticas e suspeitas que sobre ela recaem.

Compartilhe