Defensoria descobre que Regulação da prefeitura de Goiânia parou no carnaval

Mobilizada para salvar a vida de Arlinda Evangelista de Souza, que está internada da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Itaipu, em Aparecida de Goiânia, com aneurisma de 4,9 cm, a Defensoria Pública descobriu um fato gravíssimo.

A superintendência de Regulação da prefeitura da Capital, que já deveria ter arrumado uma vaga no Hospital das Clínicas (HC) ou no Hospital Geral de Goiânia (HGG), onde tem neurocirurgião, parou no feriadão. Não tem ninguém trabalhando no carnaval.

A turma caiu na folia.

Clique aqui para assistir à reportagem.

Compartilhe