Diário da Manhã: “Iris deixará briga entre Caiado e Daniel chegar ao extremo”

Merece moldura a análise de Helvécio Cardoso sobre a briga entre o senador Ronaldo Caiado (DEM) e o deputado federal Daniel Vilela (MDB), publicada nesta terça-feira no Diário da Manhã.

Helvécio analisa com precisão cirúrgica o eloquente silêncio do prefeito Iris Rezende (MDB), que se nega a tomar partido de um dos lados na disputa. O jornalista é categórico: o velho cacique deixará a contenda se arrastar a níveis extremos, até a corda esticar do lado mais fraco.

Não tem sentido para Iris, diz Helvécio, ajudar Caiado neste momento – ainda que pareça óbvio que o partido cairá no colo dele. Quanto mais caro o MDB vender o seu apoio, melhor.

Veja um trecho:

“Por que Iris não resolve logo a pendenga? É simples. O “entendimento” só sai quando a corda arrebentar do lado mais fraco. Até lá, é bom que Daniel continue esticando a corda o mais que puder. Não tem sentido facilitar a vida de Ronaldo. Quanto mais resistir, mais caro ele poderá vender a sua desistência. Mais caro, entendam bem, no sentido figurado. (…) O preço seria sua participação na chapa majoritária, facilidades eleitorais para candidatos preferenciais, indicações de cargos no hipotético governo Caiado, etc”.

Compartilhe