Bateu, levou: Túlio Isac responde Karlos Cabral e promete vida dura à oposição

Os escandâlos que envolvem as administrações do PT e do PMDB em Goiás serão devidamente passados a limpo na Assembleia Legislativa, com o rigor que exige a lei. Esta é a promessa do deputado estadual Túlio Isac (PSDB), que discursou na sessão solene de reabertura das atividades na Casa. O tucano afirmou que nenhuma provocação da oposição ficará sem resposta.

Túlio rebateu, ponto por ponto, as críticas feitas na mesma sessão pelo deputado estadual Karlos Cabral (PT). O deputado do PSDB disse que, assim como existem rodovias estaduais em condições precárias, o mesmo ocorre com maior frequência em vários municípios administrados por prefeitos de partidos da oposição.

Deputado Karlos Cabral (PT) provocou e recebeu resposta em um tom acima
Deputado Karlos Cabral (PT) provocou e recebeu resposta de colega tucano em um tom acima

“Tenho ouvido PT e PMDB comentarem sobre buracos em rodovias. Se buraco for padrão para eleição, os prefeitos de Goiânia e Aparecida não poderiam ser candidatos a governador. Há buracos por lá também”, respondeu Túlio. “O governador Marconi Perillo herdou muitos buracos e há dois anos trabalha para tapá-los. O senhor (Karlos Cabral), se não andar de avião, vai encontrar buracos. Mas também verá ações do governo para corrigi-los”.

Túlio lembrou do esforço do governo para reduzir os índices de violência no Estado. “Criminalidade não é exclusividade do Estado de Goiás, mas enquanto a oposição bradava, o governador renovou recentemente toda a frota de veículos da Segurança Pública.”

CORRUPÇÃO
O tucano reservou parte seu discurso na tribuna para relembrar o papel de protagonismo que dirigentes petistas representaram em escândalos recentes de corrupção. Mencionou, por exemplo, a condenação de José Dirceu, Delúbio Soares e José Genoino ao término do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal. Os três vão para cadeia.

“Também se falou em ética no PT, mas houve petistas condenados por malfeitos. Até hoje não chegaram ao mandante do assassinato do prefeito Celso Daniel (Santo André-SP). José Genoíno foi condenado, mas assumiu mandato de deputado. Dirceu foi condenado, assim como Delúbio, que são queridinhos de vocês da oposição”, ironizou Túlio Isac.

O parlamentar disse estar convicto da disposição do Governo estadual em promover o melhor para o Estado de Goiás e de que apoiar este trabalho é convicção de toda a bancada de situação na Assembleia

Compartilhe