Fim da crise: jornalista Marcos Cipriano destaca que prefeito de Anápolis acenou bandeira branca para o governo

Na solenidade de lançamento da Caoa-Chery, o prefeito Roberto Naves elogiou Marconi e agradeceu pela liberação recente de recursos para obras importantes na cidade. Nas últimas semanas, pintou uma mini-crise entre prefeitura e governo. Na ânsia por recursos, Roberto reclamou publicamente do governo do Estad

No Giro: prefeito de Anápolis ameaça deixar a base. Henrique Arantes atrasa votações na Assembleia. PTB em crise com governo

A coluna Giro, publicada no jornal O Popular, afirma que após o lançamento do programa Goiás na Frente Social nesta terça-feira, em Anápolis, o prefeito do município, Roberto Naves, afirmou que deve deixar a base governista em função de promessas não cumpridas. A mesma coluna informa que, também na terça, o deputado Henrique Arantes (PTB), ao chegar na Assembleia, emendou todos os projetos do governo. “Isso atrasa a votação pelo plenário”, destaca a nota.

Investimento da Caoa Chery em Goiás prova que discurso de terra arrasada de Dona Iris, Caiado, Zé Nelto e Daniel Vilela é pura mentira

Para eles, o Estado está em ruínas, quebrado e não atrai nenhum investimento, além de não ter comando. Agora, vamos aos fatos. A Caoa Chery acaba de anunciar que sua nova montadora será instalada em Anápolis. É um investimento bilionário, que já começa em 2018 e vai gerar cerca de 5 mil empregos no Estado.

Gomide foi outro que se perdeu no discurso de terra arrasada: tentou ser governador e hoje é vereador em Anápolis

Prefeito bem avaliado em Anápolis, surfando ainda nos tempos de ouro do PT e tido como renovação da política goiana. Esse era Antônio Gomide em 2014. Ele largou a prefeitura anapolina para ser candidato ao governo de Goiás. Mas, apostou no discurso de terra arrasada e perdeu até para Vanderlan Cardoso.

Polícia prende Wesley Batista, segundo dos três irmãos de Anápolis que transformaram JBS em império

Está preso, desde o começo da manhã desta quarta-feira, o empresário Wesley Batista. A prisão aconteceu no âmbito da operação Tendão de Aquiles, que investiga suspeitas de que executivos do grupo JBS lucraram no mercado financeiro com informações privilegiadas e relativas ao acordo de delação dos funcionários da empresa, entre abril e maio de 2017.

Gomide, que mal esquentou cadeira de vereador, já fala em disputar eleição em 2018

O ex-prefeito de Anápolis e hoje vereador Antônio Gomide (PT) mal esquentou a cadeira do seu gabinete na Câmara Municipal, mas já começou a dar entrevistas em que fala sobre o seu desejo de disputar as eleições do ano que vem. Gomide afirma que é preciso ter “alguém forte” de Anápolis no governo do Estado para resolver problemas do município, relacionados ao abastecimento de água e à Segurança Pública. 

Na CBN, prefeito de Anápolis diz que renegociação de aluguéis é a grande medida do seu início de mandato

Em entrevista ao programa Tarde CBN desta quarta-feira, o prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PTB), disse há pouco que a grande medida dos seus sete primeiros meses de mandato foi renegociar o aluguel dos prédios da prefeitura. “Estamos negociando valores e pedindo para abaixar custos, senão teremos que procurar outros prédios”, disse Roberto.

Diretor da JBS revela em delação que Gomide recebeu R$ 2 milhões em doações ilícitas para a campanha ao governo estadual de 2014

Ricardo Saud, diretor de relações institucionais da J&F (holding que controla a JBS Friboi), revelou, durante depoimento ao Ministério Público Federal (MPF), que o então candidato do PT ao governo de Goiás em 2014, o vereador por Anápolis, Antonio Gomide, recebeu R$ 2 milhões em doações ilícitas de campanha.

Anápolis caindo e Aparecida subindo: estatísticas mostram mudança, mas Roberto Naves (ou do Orion) e Gustavo Mendanha vacilam e não sabem o que está acontecendo

Estatísticas do Instituto Mauro Borges mostram que o PIB de Anápolis, estagnado, e de Aparecida, em efervescência, apontam para uma mudança radical na economia dos municípios goianos. Mas os prefeitos Roberto Naves (ou do Orion), de Anápolis, e Gustavo Mendanha, de Aparecida, dão sinais de que não entendem o que está acontecendo.

Não é só na economia que Aparecida está ultrapassando Anápolis: projeção do IMB mostra que, em 2020, já serão quase 200 mil aparecidenses a mais que os anapolinos

A queda de Anápolis para o 3º lugar no ranking dos municípios, com a consequente ascensão de Aparecida para o 2º lugar, parece cada vez mais irreversível. Na economia, Aparecida já empatou com Anápolis, segundo os cálculos do Instituto Mauro Borges para o ranking do PIB dos municípios. Agora, novo número: em 2020, segundo o IMDB, Aparecida terá 200 mil habitantes a mais que Anápolis.

Prefeito de Anápolis vai tão mal que até hoje sequer decidiu como quer ser chamado: Roberto Naves ou Roberto do Orion (que parece alcunha de vidente)

Ainda sem mostrar a que veio, o novo prefeito de Anápolis sequer se decidiu, ainda, como quer ser chamado: ou Roberto Naves, seu nome de batismo, ou Roberto do Orion, que agrega o nome do seu cursinho preparatório para vestibulares e parece alcunha de vidente. Confira. Enquanto isso, a economia de Anápolis vai sendo superada pela de Aparecida.