“Não sento para conversar com corrupto, bandalho”, diz vereador Kajuru sobre Samuel Almeida e Belchior

Câmara de Vereadores, Goiânia

O vereador Jorge Kajuru (PRP) pontes que a prefeitura de Goiânia tentava construir para se aproximar dele – que é o mais contundente crítico da atual administração. Kajuru desqualificou os interlocutores destacados pelo prefeito Iris Rezende (PMDB) para missão – o ex-deputado Samuel Belchior e o secretário municipal de Governo, Samuel Almeida: “não sento para conversar com corrupto, bandalho”.

De olho na cadeira de secretário de Governo, vereador Clécio ataca Samuel Almeida: “É um desastre”

Câmara de Vereadores, Goiânia

Candidatíssimo a próximo Secretário de Governo do município, dado o fracasso de Samuel Almeida em trabalhar como interlocutor da prefeitura de Goiânia com a Câmara Municipal, o vereador Clécio Alves (PMDB) deu nesta quinta-feira a sua singela contribuição para a fritura do atual titular da pasta: “É um desastre”, afirmou na sessão ordinária desta terça. 

Kajuru diz que não lê coluna Giro, de O Popular: “Meu masoquismo não chega a tanto. Leio Ancelmo Gois”

Câmara de Vereadores, Goiânia

“Li porque me me mostraram. Meu masoquismo não chega a tanto. Eu leio Ancelmo Gois [de O Globo]”, afirmou nesta quinta-feira o vereador Jorge Kajuru (PRP) a respeito de uma notícia publicada nesta quinta-feira, na coluna Giro, no jornal O Popular.

Caiado esnoba PMDB: senador acha troca “desnecessária”, afirma Diário da Manhã

Câmara de Vereadores, Goiânia

Afim de encerrar especulações de que poderia se filiar ao PMDB para ter apoio do partido na disputa ao governo em 2018, o senador Ronaldo Caiado avisou a aliados que não deixará o DEM. A informação está no Diário da Manhã. “Ele acha que é desnecessário”, afirma. Em outras palavras, Caiado esnoba o PMDB.

Kajuru diz que Iris ainda não moveu um tijolo para criação do Instituto do Diabético: “Prefeito não tem palavra”

Câmara de Vereadores, Goiânia

Nesta terça-feira, Kajuru soltou os cachorros em cima de Iris. Afirmou que até hoje Iris “não moveu um tijolo” para a construção do Instituto. Kajuru ainda exibiu vídeos que mostravam a promessa de Iris de ajudá-lo. “O prefeito não tem palavra”, disparou.

Andrey Azeredo faz corpo mole ao falar do orçamento impositivo, que fortaleceria a Câmara Municipal

Câmara de Vereadores, Goiânia

Ao jornal O Popular deste sábado, o presidente da Câmara Municipal, Andrey Azeredo (PMDB) perdeu a chance de firmar posição em favor do orçamento impositivo, que fortaleceria o Legislativo da Capital – que ele comanda. Em vez disso, como diz a própria reportagem, “despistou” (veja trecho ao lado). 

Com “homenagem” a Daniel, Vinícius Cirqueira dá dez passos para trás no esforço para conquistar Iris

Câmara de Vereadores, Goiânia

O vereador Vinícius Cirqueira (Pros) está em campanha para ser escolhido o líder da bancada do prefeito Iris Rezende (PMDB) na Câmara, mas queimou o filme com velho cacique do PMDB ao propôr uma “homenagem” à pessoa que Iris menos gosta atualmente: o deputado federal Daniel Vilela (PMDB). 

Iris escala ex-deputado acusado de corrupção para fazer interlocução com vereadores, informa CBN

Câmara de Vereadores, Goiânia

O jornalista Caio Henrique Salgado informou, nesta quinta-feira, que o prefeito Iris Rezende (PMDB) escalou o ex-deputado estadual Samuel Belchior (PMDB) para comandar a interlocução do Paço Municipal com os vereadores de Goiânia. Samuel está oficialmente afastado da política desde que envolveu-se em um escândalo de corrupção e sedução que mexeu com o Estado. Relembre aqui.

Cristiano Silva, sobre Andrey Azeredo: “Uma pena ver a carreira promissora jogada no lixo”. Assista

Câmara de Vereadores, Goiânia

Recém-chegado à Câmara de Vereadores, Andrey Azeredo (PMDB) tinha uma carreira política promissora pela frente, mas a jogou na lata do lixo com a sua submissão excessiva às vontades do prefeito Iris Rezende (PMDB). Esta é a opinião do jornalista Cristiano Silva, editor do blog 24 Horas. Assista.

Puxa-saco: vereador recém-chegado à Câmara queima filme com proposta para “homenagear” Danielzinho

Câmara de Vereadores, Goiânia

O vereador Vinícius Cirqueira (Pros) mal chegou à Câmara Municipal de Goiânia e já está com o filme queimado. Além de notabilizar-se como pitbull do prefeito Iris Rezende (PMDB) – de olho em cargos na prefeitura, Cirqueira também lançou em uma campanha para babar ovo do deputado federal Daniel Vilela, pré-candidato do PMDB a governador.

Kajuru acusa Dona Iris de trabalhar contra Instituto de Diabetes, que ele propõe

Câmara de Vereadores, Goiânia

Em vídeo publicado nas suas redes sociais, o vereador Jorge Kajuru (PRP) acusa a primeira-dama e pré-candidata a deputada federal Dona Iris (PMDB) de trabalhar contra a criação do Instituto do Diabetes, que ele propõe. “Eu sei que ela não quer”, diz Kajuru.

Que isso, companheira? Vereadora Tatiana diz que votou a favor da anistia para ricos por causa de “enquete”

Câmara de Vereadores, Goiânia

Culpar a “enquete” pelo voto em favor da anistia para milionários é covardia. Sabe-se lá por que motivos a vereadora deu sua subscrição ao projeto, apesar de ser filiada ao PCdoB. Mas ela que assuma os verdadeiros motivos que a levaram a dar parecer favorável.

Vereador propõe “homenagem” a Danielzinho para transformar plenário da Câmara em palanque

Câmara de Vereadores

O vereador Vinícius Ciqueira (Pros) quer transformar o plenário da Câmara Municipal em palanque para o pré-candidato a governador Daniel Vilela (PMDB). Cirqueira apresentou projeto de decreto legislativo com o objetivo de “homenageá-lo” na Casa. O texto deve ser apreciado nesta semana.

Iris avisa: vai cancelar anistia de impostos se milionários forem excluídos do projeto

Câmara de Vereadores, Goiânia

Interlocutores do prefeito Iris Rezende (PMDB) avisaram à Câmara de Vereadores que o Paço vai retirar o projeto de refinanciamento de dívidas municipais (Refis) se for aprovada a proposta da oposição de excluir os milionários da anistia. Iris tem, inclusive, o apoio da relatora da proposta na CCJ, Tatiana Lemos.

Vereador Izídio ameaça Iris: “Prazo que dei, de seis meses, está se esgotando”

Câmara de Vereadores, Goiânia

Aliado histórico da prefeitura de Goiânia, seja lá qual for o prefeito, o vereador Izídio Alves (PMDB) ameaçou nesta quarta-feira romper com Iris Rezende (PMDB). Na tribuna, avisou: “O prazo que dei ao prefeito, de seis meses, está se esgotando”. 

De olho na função de líder do prefeito, ainda vaga, vereador “Didi Mocó” bate boca com oposição na Câmara

Câmara de Vereadores, Goiânia

Recém-chegado à Câmara Municipal de Goiânia, o estreante Vinícius Cirqueira (Pros) – com seu visual que imita Didi Mocó Sonrisal Colesterol Novalgino Mufumbo – tem gasto saliva em arranca-rabos com a oposição. Nesta quarta-feira, por ocasião do projeto do Executivo que perdoa dívidas dos milionários de Goiânia, Cirqueira levantou o tom de voz com Lucas Kitão (PSL) e Eduardo do Prado (PV). Foi chamado de moleque. 

Kajuru: Iris manterá colapso em 2017 e guardará R$ 1 bilhão em caixa para ano eleitoral

Câmara de Vereadores

O vereador Jorge Kajuru (PRP) apresentou, na tribuna da Câmara Municipal, números que comprovam a excelente saúde financeira da prefeitura de Goiânia – apesar de o prefeito Iris Rezende (PMDB) lamentar a herança que recebeu do antecessor Paulo Garcia (PT) e dizer que não pode fazer muita coisa por causa das dívidas da administração. 

Não é um promotor qualquer que pede anulação da eleição de Andrey na Câmara: é um ex-procurador de Justiça

Câmara de Vereadores, Goiânia

Eduardo Abdon foi procurador-geral por dois mandatos. É discreto, pouco afeito à publicidade e ao mesmo tempo muito sério e competente. Se decidiu bancar o pedido de anulação da eleição por suspeita de interferência do poder econômico – o que é algo criminoso, é porque o caso é sério. 

Andrey com a cabeça a prêmio: MP confirma ilegalidades na eleição da presidência da Câmara e pede cassação da mesa diretora

Câmara de Vereadores

O promotor Eduardo Abdon Moura apresentou parecer técnico à Justiça pedindo a cassação da mesa diretora e de todas as comissões permanentes da Câmara de Goiânia, bem como a realização de novas eleições. Revela matéria exclusiva do Jornal Opção. Acusações se baseiam em possível interferência de representantes do setor imobiliário da capital na eleição.