Túnel com verde só no papel

Câmara de Vereadores, Goiânia

A ideia de fazer o túnel do Mutirama, que partiu do finado vereador Gari Negro Jobs e foi surrupiada, não previa uma invasão de concreto no espaço verde. Ele pediu para que um projetista realizasse uma maquete em três dimensões sobre o que pensava para o túnel, com muito muito verde. Hoje, o local é um concreto chapado sem qualquer integração com o parque.

Pombos, pulgas e baratas mais caros do mundo: contrato de Clécio para dedetizar Câmara, de R$ 300 mil, será investigado pelo TCM

Câmara de Vereadores, Goiânia

Tribunal de Contas dos Municípios decidiu abrir uma investigação especial sobre a contratação de empresas de dedetização do prédio da Câmara de Goiânia, ao custo de mais de R$ 300 mil. Cotação feita pelo vereador Djalma Araújo constata que o serviço, bem pago, custaria no máximo R$ 15 mil. Ele também apurou que em 2012 a Casa contratou o mesmo serviço por mais de R$ 68 mil.

Pergunta simples: Por que Clécio não trabalha direitinho ao invés de ficar criando polêmica e desgaste para a Câmara Municipal?

Câmara de Vereadores, Goiânia

O que esperar de um presidente de uma Casa Legislativa: prudência, jogo de cintura, parcimônia, habilidade política e inteligência. É tudo que Clécio Alves não tem e não coloca em prática no seu cargo de presidente da Câmara Municipal. peemedebista já coleciona desgastes pesados com os colegas vereadores e agora é inimigo número 1 dos professores da rede municipal. Clécio acusou os grevistas de depredarem o plenário e causarem prejuízos avaliados em R$ 300 mil.

Mais uma trapalhada de Clécio. Agora ele se retrata e diz que não disse que professores deram prejuízo de 300 mil à Câmara

Câmara de Vereadores, Goiânia

Na reportagem, o presidente da Câmara de Goiânia, Clécio Alves (PMDB), afirmou que “deve ter sido uma confusão (da imprensa) quando eu disse que o plenário dessa Casa foi adquirido há cerca de sete anos e que custou quase R$ 300 mil. Talvez tenha sido essa a interpretação.”

Clécio segue padrão Iris e trata mal e persegue servidor púbico e professores municipais

Câmara de Vereadores, Goiânia

Presidente da Câmara de Vereadores de Goiânia, Clécio Alves segue os mesmos passos do padrinho político Iris Rezende, os bons e os ruins, mesmo que isso inclua desgastes de sua imagem. Exemplo foi o seu comportamento em relação aos servidores públicos e professores municipais, perseguidos sem piedade.