Caiado e Daniel no caminho errado: campanha agressiva não funciona em Goiás, diz Afonso Lopes

Eleições, Goiás

Artigo assinado pelo jornalista Afonso Lopes mostra, a partir do resgate histórico, que a estratégia do senador Ronaldo Caiado (DEM) e do deputado federal Daniel Vilela (PMDB) de promover suas campanhas a governador com ataques a adversários já levou muitos políticos a derrota em Goiás.

Zacharias Calil acha que pode ser vice de Caiado. Teve a mesma ilusão com Delegado Waldir e caiu do cavalo

Eleições, Goiás

A rasteira que levou em 2014 não foi suficiente para afastar o médico Zacharias Calil da política. Defenestrado da chapa do então candidato a prefeito Delegado Waldir (PR) depois de dizer para todo mundo que seria o vice, Zacharias acaba de deflagrar campanha para ser candidato a vice-governador de Ronaldo Caiado (DEM).  

Rei da bola fora: Vilmar Rocha convida Paulo Garcia para disputar eleição no PSD

Eleições, Goiás

Em vez de tirar o time de campo depois da desastrosa entrevista que deu ao Diário de Goiás, fomentando brigas na base aliada (veja abaixo), o presidente do PSD, Vilmar Rocha, trouxe a público a informação de que convidou Paulo Garcia para disputar a eleição pelo PSD. É bola fora atrás de bola fora.

Para Cristiano Silva, falta respaldo popular à candidatura de Wilder ao Senado. Assista

Eleições, Goiás

O senador Wilder Morais (PP), candidato à reeleição, precisa dialogar mais e ouvir as pessoas. Apenas apoio de prefeitos e emendas não serão suficientes para viabilizar o seu projeto político. Esta é a opinião de Cristiano Silva, editor do blog. Clique aqui e assista.

Francisco Júnior diz que “não vê motivos” para PSD estar fora da base aliada em 2018

Eleições, Goiás

Ao jornal O Popular, deputado estadual Francisco Júnior (PSD) afirma que “não vê motivos” para o seu partido não estar na base aliada na eleição de 2018. Especula-se que o deputado federal Thiago Peixoto, que é do PSD, tem chances elevadas de ser o candidato a vice de José Eliton (PSDB).

Oposição entre dois candidatos a governador: um coronelzão e outro coronelzinho

Eleições, Goiás

A oposição em Goiás está dividida entre dois candidatos que são iguais na essência: um coronelzão, o senador Caiado, e um coronelzinho, o deputado Daniel Vilela. Dois políticos truculentos e adeptos da ideia de esmagar vozes dissonantes. Caiado, neste aspecto, dispensa apresentações. Danielzinho mostrou a que veio com ameaças a companheiros que não querem apoiá-lo em 2018. 

Coluna do DM lembra que Daniel Vilela prometeu retomar os encontros do PMDB em junho, o que não aconteceu. “Será quando então?”

Eleições, Goiás

A coluna Fio Direto, do Diário da Manhã, lembra na edição deste domingo que o deputado federal Daniel Vilela (PMDB) prometeu retomar os encontros regionais do PMDB no mês passado. Os eventos foram paralisados quando Daniel e o pai Maguito Vilela apareceram nas delações da JBS.

Demóstenes está de volta ao cenário político, mas quer distância de Caiado. Veja comentário de Cristiano Silva

Eleições, Goiás

Demóstenes Torres anunciou que neste mês vai se filiar ao PTB e pode disputar mandato já 2018, caso consiga retomar seus direitos políticos. O jornalista Cristiano Silva lembra que Demóstenes conhece do riscado. Cristiano afirma que Demóstenes quer distância do senador Ronaldo Caiado.

Vitti: “Tenho credenciais que me levarão a disputar cargo majoritário um dia”

Eleições, Goiânia, Goiás

Em entrevista à rádio 730, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Vitti (PSDB), afirma ter credenciais para disputar cargos majoritários. “É um sonho antigo que começou com a minha candidatura aqui na Capital (pré-candidatura a prefeito, no ano passado, que não foi adiante)”. 

Com o aval silencioso de Iris, Caiado atropela Daniel Vilela dentro do PMDB. Veja o comentário de Cristiano Silva

Eleições, Goiás

O jornalista Cristiano Silva lança seu olhar crítico sobre a crise do PMDB goiano. Cristiano alerta que o senador Ronaldo Caiado (DEM) tem o aval silencioso do prefeito Iris Rezende e, então, está aliciando prefeitos e outras lideranças, atropelando Daniel Vilela, que é o presidente do partido.

Oposição é Torre de Babel onde ninguém fala a mesma língua, afirma Afonso Lopes

Eleições

“Será possível as oposições em Goiás se unirem em uma só candidatura ao governo do Estado? Possível é, mas é improvável que isto aconteça”. Esta é a tese central do artigo assinado pelo jornalista Afonso Lopes na edição desta semana do jornal Opção. Confira aqui.

“Gestão de Daniel Vilela no comando do PMDB é um desastre”, analisa Cristiano Silva em vídeo

Eleições

O deputado federal Daniel Vilela está sofrendo para comandar o PMDB. Na eleição do ano passado, o partido ficou atrás do PSDB no número de prefeitos eleitos e neste ano o racha com o grupo de Iris Rezende aumento. Daniel ainda vê Ronaldo Caiado ganhar espaço no partido.

Cristiano Silva: Caiado insiste em ser candidato de si mesmo e pode repetir o erro de Gomide na eleição de 2014

Eleições

O senador Ronaldo Caiado (DEM) quer ser candidato ao governo em 2018 de qualquer jeito, com ou sem apoio do PMDB. Cristiano Silva alerta que em 2014, o petista Antônio Gomide adotou essa estratégia e se deu mal. Gomide fazia boa gestão como prefeito de Anápolis e achou que era grande demais para enfrentar Marconi e Iris.

Coluna Giro: base aliada governista e oposição ainda estão sem unidade para a eleição de 2018

Eleições, Imprensa

Do lado da base, José Eliton ainda vê lideranças como Lúcia Vânia, Wilder Morais e Vilmar Rocha brigarem por uma vaga na chapa do Senado. Na oposição, o PMDB segue rachado entre os apoiadores de Daniel Vilela e os que defendem a candidatura de Ronaldo Caiado.

Cristiano Silva, sobre Vilmar: “Com um aliado desses, quem precisa de adversários?”

Eleições, Goiás

O jornalista Cristiano Silva, editor do blog 24 Horas, gravou comentários sobre a estranha entrevista do secretário de Cidades e Meio Ambiente do Estado, Vilmar Rocha, ao Diário de Goiás, em que Vilmar admite apoiar a candidatura do arquirrival Ronaldo Caiado (DEM) a governador e diz que Wilder Morais (PP) não tem preparo para ser senador.