Correio Braziliense revela que Daniel Vilela demitiu Braga do marketing e contratou profissional da equipe do prefeito do Rio de Janeiro

Eleições, Goiás

Deu no Correio Braziliense: Daniel Vilela recorreu a Marcelo Vitorino, da equipe do prefeito Marcelo Crivela(Rio de Janeiro) para cuidar do marketing eleitoral. Isso significa que o deputado do PMDB demitiu Jorcelino Braga da equipe. Braga estava cuidando da propaganda de Daniel.

Caiado e Daniel brigam para ser o candidato da oposição, mas não apresentam uma proposta para Goiás

Eleições, Goiás

A briga de Daniel Vilela e Ronaldo Caiado para ser o candidato da oposição em 2018 está ferrenha. Os dois se atacam principalmente nos bastidores. Mas o que chama a atenção é que os Caiado e Daniel brigam apenas em torno dos nomes, mas não apresentam nenhuma ideia ou proposta.

Jarbas Rodrigues, no Giro: Caiado fez acusações sem provas contra Marconi e demostrou falta de equilíbrio

Eleições, Goiás

Com o título “Faltou equilíbrio”,  jornalista diz na coluna Giro deste domingo em O Popular que Ronaldo Caiado fez acusações sem provas contra o governador Marconi Perillo e por isso perdeu tempo na propaganda eleitoral na TV, por decisão do TRE.

Adib empareda Daniel Vilela ao dizer que filho de Maguito só será candidato se conseguir apoio de Caiado

Eleições, Goiás

A coluna Giro deste domingo, assinada por Jarbas Rodrigues, traz a informação: o prefeito de Catalão Adib Elias, um dos líderes maiores do PMDB, diz que apoia Daniel Vilela ao governo só se ele conseguir unir toda a oposição. Ou seja: fazer Caiado apoiá-lo. O que, convenhamos, é quase impossível.

Assessores de Alcides querem por ex-governador na “mochila” de Kajuru para elegê-lo deputado federal

Eleições, Goiás

Assessores do nada saudoso ex-governador Alcides Rodrigues (PRP) tem um plano para elegê-lo deputado federal em 2018. Eles tentam convencer o vereador Jorge Kajuru (PRP) a se candidatar a deputado federal para engordar o coeficiente eleitoral da legenda e carregar mais candidatos consigo para Brasília (como fez Tiririca em 2014 e Clodovil em 2010).

Relembre as cobras e lagartos que Otoni falou a respeito de Daniel Vilela. O irmão dele quer ser vice do PMDB

Eleições, Goiás

No momento que o ex-prefeito de Anápolis Antônio Gomide (PT) articula em ritmo frenético para ser indicado vice na chapa do candidato a governador Daniel Vilela (PMDB), é válido lembrar o que o irmão dele, deputado federal Rubens Otoni (PT), disse a respeito do peemedebista em entrevista à Rádio 730. 

Jornal Opção: Otoni veta acordo do PT com Danielzinho. O irmão Gomide, ambicioso, quer a vice

Eleições, Goiás

Ambicioso, o ex-prefeito Antonio Gomide quer de todo jeito a vaga de candidato a vice na chapa de Daniel Vilela (PMDB). Ele se esquece que Danielzinho votou a favor do impeachment da ex-presidente Dilma e apoia, no Congresso, uma agenda totalmente contrária à que defende o PT. É o que chamam por aí de “amor cara-de-pau”. Quem está botando freio freio na ambição descontrolada de Gomide é o irmão dele e deputado federal Rubens Otoni.

Daniel chama de “marola sem conteúdo” o boato de que poderia recuar para apoiar Caiado no ano que vem

Eleições, Goiás

No jornal Opção desta semana, Danielzinho chama de “marola sem conteúdo” o boato de que ele poderia abrir mão da candidatura para apoiar Caiado no ano que vem. O peemedebista diz que a única possibilidade de os dois caminharem juntos é se o senador quiser dar suporte ao projeto dele. 

Viu esta, Caiado? Danielzinho afirma, com todas as letras, que Iris e Dona Iris o apoiarão em 2018

Eleições, Goiás, Sem categoria

Se o senador Ronaldo Caiado (DEM) apostava no apoio do prefeito Iris Rezende (PMDB) e da primeira-dama, Dona Iris, para consolidar sua candidatura a governador em 2018, é bom colocar as barbas de molho. Em entrevista ao jornal Opção desta semana, o também pré-candidato a governador Daniel Vilela (PMDB), diz categoricamente que o casal de caciques do PMDB vai apoiá-lo na eleição do ano que vem.

Danielzinho admite que está rompido com Caiado: “Não converso com ele há pelo menos quatro meses”

Eleições, Goiás

Aos que acreditam no lero-lero de oposição unida em 2018, vale a pena ler a entrevista do deputado federal e pré-candidato a governador Daniel Vilela (PMDB) ao jornal Opção desta semana. Na entrevista, Daniel afirma que não conversa com o senador Ronaldo Caiado (DEM) há quatro meses e que a chance de recuar para abrir espaço para ele é nula. 

Wilder Morais, o senador que encolheu depois de estar com a bola cheia e ser favorito para a vaga de candidato pela base

Eleições, Goiás

Em fevereiro deste ano, o governador Marconi Perillo encheu a bola de Wilder Morais na festa de aniversário do senador do PP. De lá para cá, porém, Wilder cometeu uma série de erros, pisou na bola repetidamente, fez apostas erradas e hoje perdeu o favoritismo e dificilmente será o segundo nome na chapa, embora tivesse tudo para ser o escolhido. Resumindo, Wilder é o senador que encolheu.

Daniel ataca o governo no Giro, mas que moral tem o deputado para criticar alguém depois de votar pela salvação de Temer e receber R$ 2.5 milhões em emendas?

Eleições, Goiás

Claro que um deputado tem todo o direito de discordar das ações governamentais, principalmente se for da oposição. Mas Daniel perdeu a moral para criticar alguém depois de receber R$ 2,5 milhões em emendas para salvar o presidente Temer. Depois desse vergonhoso voto, Daniel está pago, e bem pago, para ficar caladinho.

Deputado compara Caiado a Russomano, o falastrão que largou na frente em SP, mas nem chegou ao 2° turno

Eleições, Goiás, Nacional

Em 2012, o falastrão Celso Russomano, apresentador de TV metido a xingar bandido e a dizer que está do lado do pobre, era favoritíssimo na disputa pela prefeitura de São Paulo. Largou na frente, mas desidratou tanto por causa da falta de conteúdo que ficou fora até do segundo turno. Se esta tradição prevalecer, o falastrão Ronaldo Caiado (DEM) vai derreter na eleição para governador no ano que vem. A aposta é do deputado federal Alexandre Baldy.

Enfraquecido, Delegado Waldir pela primeira vez admite desistir da reeleição

Eleições, Goiás

Nota publicada na coluna Giro desta segunda-feira revela que o deputado federal Delegado Waldir (PR) admite, pela primeira vez, não concorrer à reeleição no ano que vem. Waldir cometeu uma série de erros no seu mandato. O mais grave deles foi fugir do plenário da Câmara dos Deputados no dia da votação da primeira denúncia da Procuradoria-Geral da República contra Michel Temer (PMDB).

Cara de pau: Daniel busca apoio do PT para 2018 mesmo depois de ajudar a derrubar Dilma, informa Giro

Eleições, Goiás

O deputado federal Daniel Vilela (PMDB) foi um dos parlamentares que votaram a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Recebeu, portanto, a pecha de “golpista” por parte do PT. Mesmo assim, Danielzinho acha possível ter o apoio dos aliados de Lula em uma eventual disputa pelo governo de Goiás em 2018. É muita cara de pau, não é?

Coluna Giro já informou aliança de Daniel com Vilmar, Célio, Jovair e Lúcia. Nada vingou. Agora é Wilder

Eleições, Goiás

Antes de Wilder, outros personagens da base aliada ao governador foram alvos da baboseira pseudoinformativa de Jarbas. Em momentos diferentes, ele disse que estavam se aproximando de Danielzinho a senadora Lúcia Vânia (PSB), o secretário Vilmar Rocha (PSD), o deputado federal Jovair Arantes (PTB) e o também deputado Célio Silveira (PSDB). Tudo foi desmentido.

Golpe de Danielzinho e Dona Iris nas pílulas do PMDB revolta bancada de deputados do partido na Assembleia

Eleições, Goiás

A bancada de deputados estaduais do PMDB está enfurecida com o presidente da legenda, Daniel Vilela. O motivo: apenas ele e a primeira-dama Dona Iris, candidata a deputada federal no ano que vem, estrelaram as pílulas do partido em Goiás, que ao ar na TV semana passada. Foi um golpe dos mais absurdos, costurado por Daniel para garantir o apoio do casal Iris à sua candidatura a governador. 

Professor afirma que voto pró-Temer é peso pra Daniel Vilela na eleição de 2018

Eleições, Goiás

Na última quarta-feira, o deputado federal Daniel Vilela (PMDB) deu o seu terceiro voto para salvar o presidente Michel Temer (PMDB) de denúncias de corrupção – sendo dois na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e um no plenário da Câmara. Marcos Marinho, pesquisador em Comunicação Política, professor e consultor de marketing, afirma que este é “mais um peso que Daniel carrega para 2018”, quando será candidato a governador.