Enquanto no Brasil inteiro as cidades optam pelas bicicletas, em Goianésia o novo prefeito arranca ciclovia que já estava construída e faz o “dinheiro público virar entulho”, critica a TV Anhanguera

Goianésia

Reportagem do Bom Dia, Goiás abordou a destruição da ciclovia construída na avenida principal de Goianésia, arrancada por determinação do novo prefeito, Renato de Castro, do PMDB. Para os apresentadores do telejornal, trata-se de “um absurdo”, que fez o dinheiro público gasto na ciclovia “virar entulho”.

Novo prefeito de Goianésia, Renato de Castro também se rende às velhas práticas e sobe em pá carregadeira durante a polêmica destruição da ciclovia construída pelo seu antecessor

Goianésia

Demagogia e populismo, além de muita polêmica, também em Goianésia: o novo prefeito, Renato de Castro, do PMDB, destruiu a ciclovia construída pelo seu antecessor, Jalles Fontoura, do PSDB, na principal avenida da cidade. E não resistiu às câmeras fotográficas: Renato de Castro posou encarapitado em uma pá carregadeira.

Inacreditável: Iris não consegue citar um livro, música ou filme favorito ao jornal O Popular

Eleições, Goianésia

Questionado pelo jornal O Popular, o candidato a prefeito Iris Rezende (PMDB) não conseguiu mencionar um filme, livro ou música que considere favoritos. No que diz respeito aos livros, disse que seria “injusto citar uma obra”, já que conviveu com muitos autores goianos. Sobre cinema: “Tem muitos filmes. Não saberia dizer um”. Sobre canções, afirmou que prefere as sertanejas.

Em Goianésia, candidato Renato de Castro (PMDB) se envolve em confusão devido a um celular e caso vai parar na delegacia

Goianésia

Neste sábado, Renato e alguns membros de sua equipe de campanha estavam no Residencial dos Ipês. De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na delegacia da cidade, um morador do bairro se aproximou, portando seu celular, e começou a conversar com Renato. O candidato então tomou o celular da mão do morador e se evadiu do local.

Goianésia: Justiça eleitoral multa Renato de Castro por divulgação de pesquisa sem registro

Goianésia

O juiz eleitoral André Reis Lacerda multou o candidato a prefeito Renato de Castro (PMDB) em R$ 53.205,00 por divulgação de pesquisa eleitoral sem devido registro, como exige a lei. A divulgação do levantamento repercutiu mal na cidade porque estava sem registro.

Candidato a prefeito de Goianésia, Renato de Castro (PMDB) pode perder registro por uso de helicóptero na campanha

Goianésia

Na carreata do candidato a prefeito de Goianésia, Renato de Castro (PMDB), um helicóptero foi usado, nesta quinta-feira (29), para fazer propaganda publicitária ao vivo, como um outdoor. Há uma semana o Ministério Público Eleitoral de Iporá pediu a cassação da candidatura de Naçoitan Araújo Leite por uso irregular de um helicóptero na campanha, o que configurou abuso de poder econômico.

Goianésia: Ministério Público investiga esquema que beneficiou família de Renato de Castro

Goianésia

Ministério Público está movendo ação contra Manoel de Castro Arantes, conhecido como Fião, pai do candidato a prefeito Renato de Castro (PMDB), e também contra Gilberto de Castro, primo do deputado. De acordo com a denúncia, em 2010, enquanto Renato de Castro era vice prefeito de Goianésia, foi montado esquema para asfaltar as fazendas de Fião e Periquito. Pavimentação foi realizada com toda a estrutura da prefeitura de Goianésia por meio de um contrato de permuta.

Goianésia: caso na Justiça envolvendo doação de terreno a peemedebista coloca Renato de Castro em situação desconfortável

Goianésia

Em 2012, o deputado Renato de Castro assumiu a prefeitura e participou de uma doação de terreno público ao peemedebista Teófilo Lopes. Problema é que Teófilo é cidadão que possui muitos bens e, claro, nunca preciso de doação da prefeitura. Caso está na Justiça e desgasta a imagem de Renato, que tenta ser prefeito na eleição deste ano.

Complicado… Em Goianésia, Renato de Castro (PMDB) minimiza importância de um hospital do câncer na cidade

Goianésia

Acontece na tarde desta segunda-feira em Goianésia, no Sindicato Rural, um debate entre os candidatos Jalles Fontoura (PSDB) e Renato de Castro (PMDB). Uma das propostas de Jalles é a construção de um hospital especial para tratamento de câncer na cidade. Curiosamente, o peemedebista disse que a cidade não necessita de um hospital desse porte, causando estranheza no público presente no debate.

Goianésia: Jornal Opção afirma que Renato de Castro pode ter perdido apoio de Gilberto Naves

Goianésia

Nota do Jornal Opção afirma que o candidato do PMDB a prefeito de Goianésia, Renato de Castro, pode ter perdido apoios importantes. O ex-prefeito Gilberto Naves, por exemplo, estaria de braços cruzados na campanha de Renato. Tudo porque não se sentiu cativado por Castro e equipe.

Eleição Goianésia: denúncia no Ministério Público contesta declaração de bens do vice de Renato de Castro

Goianésia

O jornal A Folha do Vale de Goianésia mostra hoje uma denúncia feita no Ministério Público contra o candidato a vice-prefeito na chapa de Renato de Castro (PMDB), Carlos Veículos (DEM). Candidato é acusado de ter omitido diversos bens de sua declaração entregue à Justiça Eleitoral, o que configura crime.

Helio de Sousa responde Renato de Castro com categoria e diz que deputado terá que se responsabilizar por irregularidades em seu gabinete

Goianésia

Para se defender da denúncia de contratação irregular de funcionários em sue gabinete, deputado Renato de Castro (PMDB) usou a tribuna e disse que outros faziam o mesmo. Em entrevista, o presidente da Assembleia, Helio de Sousa, disse que a Casa se pauta pela transparência e ética e que cada deputado é responsável por seus atos. Sendo assim, o peemedebista terá que responder sobre seus supostos erros junto ao Ministério Público.

Em Goianésia, Renato de Castro comete gafe e deixa Daniel Vilela em maus lençóis ao afirmar que ele levou as regionais da UFG para Catalão e Jataí

Goianésia

Daniel Vilela passou por Goianésia e fez um comício ao lado de Renato de Castro. O candidato se empolgou e disse que o filho de Maguito foi autor dos projetos que levaram as regionais da Federal para Jataí e Catalão e fará o mesmo em Goianésia. Problema é que a regional de Jataí foi inaugurada em 1980 e a de Catalão em 1983, aliás, o ano em que o próprio Daniel nasceu.

Essa foi exagero: candidato a prefeito de Goianésia, Renato de Castro fala até em ser presidente do Brasil

Goianésia

Deputado estadual Renato de Castro, que está sendo investigado pelo Ministério Público, disse há uma semana que iria cobrir a feira coberta de Goianésia. Agora, o candidato do PMDB soltou mais uma pérola. Disse que tem idade para ser governador e até presidente. Claro que sonhar não paga imposto. O candidato tem todo o direito. Mas, Renato deveria primeiro era acabar coma fama de ser faltoso nas sessões da Assembleia Legislativa.