Goianésia: vereador e secretário é assassinado com tiro na cabeça

Vereador Wilson Portilho da Cunha (PMDB) — que havia se licenciado para assumir o cargo de secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Social de Goianésia — foi encontrado morto nas proximidades de Cirilândia, distrito de Santa Isabel. Foi assassinado com tiro na cabeça.

A prova de que Fabiana deu outra barrigada! Nunca houve corte de recursos da venda da Celg para a saúde. Veja a obra do Credeq de Goianésia

A jornalista Fabiana Pulcineli, de O Popular, cometeu a maior barrigada de sua carreira ao inventar que o governo cortou recursos da venda da Celg direcionados para a saúde. Não existe isso! Hoje, o governador Marconi passou por Goianésia e mostrou que as obras do Credeq estão em pleno andamento.

Cristiano Silva alerta Vilmar: “Saiu do DEM reclamando de coronelismo, mas agora age como Caiado”

O jornalista Cristiano Silva, editor do blog Goiás 24 Horas, afirma que Vilmar Rocha demonstra neste momento, no PSD, o mesmo comportamento coronelista que o vitimou no DEM de Ronaldo Caiado. Vilmar quer arrastar o partido para base de Daniel Vilela (PMDB) para concorrer ao Senado, algo que os outros parlamentares do PSD não aceitam.

Promotor avisa: vai exigir que Iris cumpra lei que acaba com “fila da morte” em Goiânia

O vereador Elias Vaz (PSB) disse, nesta terça-feira, ter ouvido do promotor Eduardo Prego, coordenador do Centro de Apoio Operacional da Saúde, a promessa de que o Ministério Público vai exigir que o prefeito Iris Rezende (PMDB) cumpra a lei, promulgada pela Câmara Municipal, que estabelece prazos para prefeitura de Goiânia oferecer procedimentos médicos para pacientes da rede pública.

Todos contra Fátima (8): “Como gestora, é péssima”, diz vereador cabo Sena

Como o blog já disse, não há um só vereador que defenda a permanência de Fátima Mrué na Secretaria de Saúde (talvez um, apenas: Kleybe Morais, que teve pedidos de interesse pessoal atendidos por ela). Entre os vereadores que a criticam com mais contundência está Cabo Sena (PRP). Em entrevista ao jornal Opção, ele diz ouvir reclamações de todos os colegas e descreve a auxiliar do prefeito como arrogante.

Justiça eleitoral de Goianésia cassa mandato do prefeito Renato de Castro, do PMDB. Acusação é de uso do caixa 2 na campanha

Na decisão, o juiz determina ainda que sejam convocadas novas eleições no município. A denúncia acatada pelo magistrado foi feita pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). Agora, o peemedebista pode recorrer da decisão, que ainda tem que ser confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Pelas redes sociais, Marconi anuncia ex-prefeito Jalles Fontoura como novo presidente da Saneago

Em seu Facebook, na tarde desta sexta-feira, o governador Marconi Perillo anunciou o ex-prefeito de Goianésia Jalles Fontoura como novo presidente da Saneago. O governador afirmou que Jalles tem as credenciais para o cargo. Jalles é formado em Engenharia Civil pela UFMG e também foi deputado estadual e federal.

Enquanto no Brasil inteiro as cidades optam pelas bicicletas, em Goianésia o novo prefeito arranca ciclovia que já estava construída e faz o “dinheiro público virar entulho”, critica a TV Anhanguera

Reportagem do Bom Dia, Goiás abordou a destruição da ciclovia construída na avenida principal de Goianésia, arrancada por determinação do novo prefeito, Renato de Castro, do PMDB. Para os apresentadores do telejornal, trata-se de “um absurdo”, que fez o dinheiro público gasto na ciclovia “virar entulho”.

Novo prefeito de Goianésia, Renato de Castro também se rende às velhas práticas e sobe em pá carregadeira durante a polêmica destruição da ciclovia construída pelo seu antecessor

Demagogia e populismo, além de muita polêmica, também em Goianésia: o novo prefeito, Renato de Castro, do PMDB, destruiu a ciclovia construída pelo seu antecessor, Jalles Fontoura, do PSDB, na principal avenida da cidade. E não resistiu às câmeras fotográficas: Renato de Castro posou encarapitado em uma pá carregadeira.

Inacreditável: Iris não consegue citar um livro, música ou filme favorito ao jornal O Popular

Questionado pelo jornal O Popular, o candidato a prefeito Iris Rezende (PMDB) não conseguiu mencionar um filme, livro ou música que considere favoritos. No que diz respeito aos livros, disse que seria “injusto citar uma obra”, já que conviveu com muitos autores goianos. Sobre cinema: “Tem muitos filmes. Não saberia dizer um”. Sobre canções, afirmou que prefere as sertanejas.

Em Goianésia, candidato Renato de Castro (PMDB) se envolve em confusão devido a um celular e caso vai parar na delegacia

Neste sábado, Renato e alguns membros de sua equipe de campanha estavam no Residencial dos Ipês. De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na delegacia da cidade, um morador do bairro se aproximou, portando seu celular, e começou a conversar com Renato. O candidato então tomou o celular da mão do morador e se evadiu do local.

Candidato a prefeito de Goianésia, Renato de Castro (PMDB) pode perder registro por uso de helicóptero na campanha

Na carreata do candidato a prefeito de Goianésia, Renato de Castro (PMDB), um helicóptero foi usado, nesta quinta-feira (29), para fazer propaganda publicitária ao vivo, como um outdoor. Há uma semana o Ministério Público Eleitoral de Iporá pediu a cassação da candidatura de Naçoitan Araújo Leite por uso irregular de um helicóptero na campanha, o que configurou abuso de poder econômico.

Goianésia: Ministério Público investiga esquema que beneficiou família de Renato de Castro

Ministério Público está movendo ação contra Manoel de Castro Arantes, conhecido como Fião, pai do candidato a prefeito Renato de Castro (PMDB), e também contra Gilberto de Castro, primo do deputado. De acordo com a denúncia, em 2010, enquanto Renato de Castro era vice prefeito de Goianésia, foi montado esquema para asfaltar as fazendas de Fião e Periquito. Pavimentação foi realizada com toda a estrutura da prefeitura de Goianésia por meio de um contrato de permuta.

Goianésia: caso na Justiça envolvendo doação de terreno a peemedebista coloca Renato de Castro em situação desconfortável

Em 2012, o deputado Renato de Castro assumiu a prefeitura e participou de uma doação de terreno público ao peemedebista Teófilo Lopes. Problema é que Teófilo é cidadão que possui muitos bens e, claro, nunca preciso de doação da prefeitura. Caso está na Justiça e desgasta a imagem de Renato, que tenta ser prefeito na eleição deste ano.

Complicado… Em Goianésia, Renato de Castro (PMDB) minimiza importância de um hospital do câncer na cidade

Acontece na tarde desta segunda-feira em Goianésia, no Sindicato Rural, um debate entre os candidatos Jalles Fontoura (PSDB) e Renato de Castro (PMDB). Uma das propostas de Jalles é a construção de um hospital especial para tratamento de câncer na cidade. Curiosamente, o peemedebista disse que a cidade não necessita de um hospital desse porte, causando estranheza no público presente no debate.