Como sempre, Paulo Garcia não dá o braço a torcer e defende contratação da empresa Eicon, que é suspeita segundo o MP

Goiânia

“O que estamos fazendo é utilizando uma ferramenta tecnológica para arrecadação, chamada inteligência fiscal. Isso otimiza os trabalhos e está sendo feito no país inteiro”, declarou o prefeito em entrevista à Rádio Vinha FM.

No jornal O Hoje: praças de Goiânia são vazios tomados pela insegurança. E nem adianta dizer: acorda, Paulo Garcia!!!

Goiânia, Imprensa

O Hoje registra: “No lugar das flores, bancos ou jardins está o mato alto, terra e violência”. Das 1,4 mil praças da capital, apenas 16 – pouco mais de 1% – são protegidas pelas rondas desenvolvidas pela Guarda Civil Metropolitana (GCM).

Jornal diário já sai vencido: até artigo de Cileide em O Popular, neste domingo, é sobre fatos de há mais de uma semana

Goiânia, Imprensa

Em seu artigo dominical em O Popular, a editora-chefe Cileide Alves não aproveita o tema da semana – a prisão dos mensaleiros do PT – para fazer a sua tradicional catilinária contra a classe política. Em vez disso, ela aborda assuntos vencidos, como a ameaça de uma manifestação dentro de um shopping, dia 9, e um artigo publicado… em junho. Mais vencido, impossível.

Marcus Vinicius e Renato Dias: “Viva o PT!”, “Viva José Dirceu!”, “Viva Delúbio!”. Só está faltando “Viva o mensalão!”

Goiânia, Imprensa

Com a petezada de Goiás mergulhada em um silêncio mortal, evitando comentários sobre o encarceramento da quadrilha mensaleira, coube a dois jornalistas locais assumir a “defesa” destrambelhada da companheirada “internada” na Papuda: Marcus Vinicius e Renato Dias usaram seus perfis no Twitter para entoar “Vivas!” aos corruptos do PT. Só não deram um “Viva!” ao mensalão. Ainda.

Que horror: Euler Belém mostra enxurrada de erros em reportagem de Renato Queiroz n’O Popular

Goiânia, Imprensa

Uma visita do articulista da Folha de S., Paulo, Ruy Castro (na foto), a Goiânia, serviu de pretexto para que o repórter Renato Queiroz, do Magazine, de O Popular, escrevesse uma reportagem eivada de erros grosseiros. O editor-chefe do Jornal Opção, Euler Belém, mostra um por um e conclui que vai ser um horror se Ruy Castro chegar a ver o texto.

Ano de 2013: a desmoralização final do Sintego e de Delúbio, que foi dirigente do sindicato

Goiânia, Goiás, Nacional

O ano de 2013 entra pra história (de forma negativa) do sindicalismo goiano. Foi agora no segundo semestre que o Sintego caiu de vez na vala da desmoralização ao ficar ao lado da prefeitura do PT e abandonar os professores municipais. Foi do Sintego também que emergiu a figura de Delúbio Soares. O mensaleiro petista foi dirigente do sindicato no passado. A verve sindical não foi capaz de conter sua atração pela corrupção. Delúbio era o operador do mensalão, foi julgado, condenado e agora preso pela Polícia Federal.

Charge mostra Iris com medo de descer do pedestal para não ser levado pela enxurrada

Goiânia, Imprensa

Jornal A Rede desta semana tem uma charge com o ex-prefeito Iris Rezende. A forte de chuva de terça-feira inundou o viaduto da T-63 construído na gestão irista na prefeitura de Goiânia. As piadas se espalharam pela internet e o elevado passou a ser chamado de viaduto piscinão.

“Clécio é tão menor que o cargo que está alijado de todas as grandes discussões”, diz A Rede

Câmara de Vereadores, Goiânia, Imprensa

Se Clécio está bravinho com Oloares Ferreira devido às críticas contundentes do jornalista, é melhor o presidente da Câmara se preparar para mais chumbo. O jornal A Rede desta semana diz que Clécio é menor que o cargo que ocupa.

“Clécio só tem protagonizado vexame”, diz matéria do semanário do Grupo 730

Câmara de Vereadores, Goiânia, Imprensa

A página 7 da última edição do semanário A Rede traz um texto analisando o desempenho de Clécio Alves na Câmara Municipal.
Ele é o presidente da Casa e na opinião do jornal Clécio só tem protagonizado vexame. “O fisco de Clécio é tamanho que atinge o prestígio das oposições”, conclui o jornal.

Jornal A Rede: “Chuvas levam água abaixo a fama de Iris e Paulo como bons gestores, enquanto Marconi surfa na reeleição”

Eleições, Goiânia, Imprensa

A matéria de capa do semanário A Rede (do Grupo 730) analisa os transtornos causados pelas chuvas de fim de ano. Segundo a publicação, elas queimaram o filme de Iris Rezende e Paulo Garcia e foram boas para o governador. O viaduto da T-63 inundado e o túnel lavajato de Paulo já são cases de fracasso administrativo.

Cadeira de barbeiro: dessa vez, passar pelo salão do Ruimar não deu sorte para o mensaleiro Delúbio

Goiânia

A famosa cadeira do barbeiro Ruimar Santos Santos, do Salão New Star, que fica na Praça Tamandaré, costuma dar sorte a quem senta nela para uma apurada caprichada na cabeleira. Mas, para Delúbio não deu sorte. Ele amanheceu este sábado arrumando as malas para uma temporada na prisão.

Jornalismo cansado e acomodado: O Popular republica material de agências, sem informações novas sobre a prisão dos mensaleiros

Goiânia, Imprensa

O feriadão da proclamação da República, que entrou para a história ao registrar a prisão da quadrilha mensaleira do PT, amorteceu o espírito jornalístico de O Popular: as reportagens sobre o assunto, publicadas pelo mais importante diário do Estado, foram pífias e sem novidades. Como o blog 24Horas previu, tudo o que O Popular publicou neste sábado já não era novidade desde a noite anterior.

Não tem coragem: Mauro Rubem se cala diante da prisão dos companheiros do mensalão e só retuita abobrinhas de terceiros

Goiânia

O deputado estadual Mauro Rubem, aquele que puxou uma salva de palmas para o mensaleiro e agora presidiário Delúbio Soares, no plenário da Assembleia Legislativa, ainda não disse uma palavra sobre o recolhimento da companheirada quadrilheira à cadeia. No seu Twitter, o antigamente falante Mauro Rubem se limitou a postar uma foto em preto e bgranco de José Dirceu, sem comentários.

Dois desfalques no time de articulistas do Diário da Manhã: Dirceu e Delúbio devem estar sem cabeça para escrever

Goiânia, Imprensa

A vibrante equipe de articulistas da página de opinião do Diário da Manhã sofre um desfalque a partir deste fim de semana: o “professor” Delúbio Soares e o ex-ministro José Dirceu, chefes da quadrilha do mensalão que estão começando a cumprir suas condenações, não estão por enquanto autorizados a se comunicar com o mundo exterior. Para a Papuda, só poderão levar roupas e toalhas brancas, mais nada.

Caso Oloares: Ulisses diz no DM que Clécio deveria refletir melhor para não cair no ostracismo dos radicais

Câmara de Vereadores, Goiânia, Imprensa

Clécio Alves (PMDB) aos poucos (ou aos muitos) vai ganhando antipatia de toda a imprensa por fazer campanha contra Oloares Ferreira. O presidente da Câmara não quer que o jornalista receba o título de cidadão goianiense da Casa.

Marcus Vinícus, amigão de Delúbio, some do Twitter no momento histórico da prisão dos mensaleiros

Goiânia, Goiás

Um dos maiores amigos e parceiros do mensaleiro Delúbio Soares, em Goiás, é o jornalista Marcus Vinicius, ex-presidente da Agecom. Delúbio, inclusive, despachava do gabinete principal da agência, na época de Marquim. Mas, até agora, o jornalista não postou nada no seu Twitter, onde é presença assídua, sobre a temporada que Delúbio inicia hoje na cadeia.

PF disponibiliza aeronave para transporte de mensaleiros a Brasília. Delúbio vai passear nela

Goiânia, Goiás, Nacional

O perfil oficial da Polícia Federal no Twitter divulgou, há pouco, a foto da aeronave preparada para transportar, até a Capital federal, os mensaleiros presos fora de Brasília. É nela que o goiano Delúbio Soares vai passear. Bonitona, né?

Debate importante sobre transporte coletivo de Goiânia na CDTC é adiado. Motivo? Ausência de Paulo Garcia

Goiânia

A presença de Paulo era fundamental porque a pauta dizia respeito ao transporte coletivo de Goiânia. O prefeito alegou que tinha outros compromissos, assim como outros dois membros da administração municipal que integram a CDTC. Pelo visto, o transporte coletivo da Capital não concorre entre as prioridades da agenda de Paulo Garcia.

Diário de Goiás diz que piscina levada pela enxurrada é “inusitado”. Não. É mais um sintoma, e grave, da falta de ação da Prefeitura

Goiânia

“Inusitado: piscina é levada por enxurrada em Goiânia”, escreveu o site Diário de Goiás, do locutor Altair Tavares, ao postar o vídeo da cena que simboliza o caos que tomou conta da capital com a chegada das chuvas. O Diário de Goiás tentou amenizar porque o fato não é “inusitado”, mas muito grave ao denunciar o desastre administrativo do prefeito Paulo Garcia (PT).

Leia, compare e veja o tamanho do vexame: Lênia diz que há arestas entre Paulo e Iris, é censurada, volta atrás e defende a unidade entre os dois

Goiânia, Imprensa

O Goiás 24 Horas mata a cobra e mostra o pau: publicamos, na íntegra, os dois textos da blogueira Lênia Soares sobre as relações entre Paulo Garcia e Iris Rezende. O primeiro, que aponta problemas, foi censurado no site Diário de Goiás, que em seguida publicou o segundo, também assinado por Lênia, defendendo uma boa convivência entre o atual e o ex-prefeito de Goiânia.

Vexame: blogueira do Diário de Goiás publica texto dizendo o contrário do que afirmava na sua matéria que foi censurada

Goiânia, Imprensa

Um dos maiores vexames da história da imprensa em Goiás acaba de ser protagonizado pela blogueira Lênia Soares, do site Diário de Goiás – cujo dono é o locutor Altair Tavares. Um texto de Lênia, falando de supostas arestas entre Paulo Garcia (PT) e Iris Rezende (PMDB) foi censurado. Ela não reclamou e ainda aceitou assinar um novo texto, dizendo exatamente o contrário do que afirmava na matéria suprimida.

Caos na Saúde, supersalários na Comurg, túnel lavajato, greves, obras inacabadas , alagamentos… Paulo Garcia faz Goiânia viver a pior administração de história

Goiânia

O prefeito Paulo Garcia faz uma péssima administração e os problemas se acumulam na cidade sem que o Poder Público dê uma solução. Paralisia e inércia são as marcas da gestão municipal.

A causa da ira de Clécio Alves: Oloares acusou o vereador de superfaturar serviço e fez ao vivo um orçamento com preços bem abaixo

Câmara de Vereadores, Goiânia

Não é à toa que o presidente da Câmara, vereador Clécio Alves está irado com o apresentador do Balanço Geral, Oloares Ferreira. O jornalista desmoralizou o presidente mostrando que o serviço de dedetização contratado pela Casa estava superfaturado.

Prefeitura de Goiânia é o maior cemitério de políticos de Goiás. Paulo Garcia é mais um a confirmar essa “maldição”

Goiânia

A Prefeitura de Goiânia carrega a maldição de ser cemitério político. Portanto, a decadência política de Paulo Garcia, que faz uma das piores gestões da história da cidade e experimenta baixa popularidade, é inexorável. É caixão político na certa.

Piada: dona Iris diz que Casa de Vidro “é o mais belo ponto Turístico de Goiânia, mesmo sem estar concluído”

Goiânia

““O Centro Cultural e Lazer Casa de Vidro é uma das realizações de dona Iris como deputada federal. A parlamentar destinou R$ 3 milhões para a construção do complexo, que já é tido como um dos mais belos pontos turísticos da cidade, mesmo sem estar concluído”. Este texto está na página oficial da deputada federal dona Iris Araújo (PMDB) na internet. Só pode ser piada com os goianienses.

Quanto vai custar a viagem de Paulo Garcia a Washington? E, se for verdade que ele foi convidado pelo BID, cadê a cópia do convite?

Goiânia

A coluna Giro, de O Popular, publica nota nesta sexta-feira questionando a viagem que o prefeito Paulo Garcia fará ao exterior na semana que vem. Segundo a coluna, a oposição da Câmara de Vereadores quer respostas para duas perguntas: quanto vai custar a viagem para os cofres da Prefeitura de Goiânia e cadê a cópia do convite que o BID teria endereçado ao prefeito?

Casa de Vidro foi lançada duas vezes, uma por Iris e outra por Paulo Garcia. Mas nada foi feito

Goiânia

Casa de Vidro foi lançada duas vezes: uma em 2008, quando o prefeito de Goiânia era Iris Rezende, e outra em 2010, com Paulo Garcia já no comando do Paço Municipal. Mesmo assim, nunca saiu do papel.Segundo o jornal O Popular, o local destinado à obra, perto do Shopping Flamboyant, cercado por tapumes metálicos, revela apenas um esqueleto de concreto, térreo, cercado de mato.

Wolmir Amado, reitor da PUC Goiás, caiu na conversa fiada da Casa de Vidro e fez até elogios à obra – que não saiu do papel

Goiânia

A solenidade de lançamento da Casa de Vidro, em dezembro de 2010, foi concorrida. A Prefeitura de Goiânia mobilizou até o reitor da Universidade Católica de Goiás, Wolmir Amado, que compareceu e, ingenuamente, fez elogios ao projeto – que até hoje, três anos depois, não saiu do papel. No lançamento, um representante de Paulo Garcia disse que a Casa de Vidro seria entregue em 10 meses.

Em dezembro de 2010, Paulo Garcia e dona Iris prometeram entregar a Casa de Vidro “em 10 meses”. Até hoje, nada

Goiânia

No lançamento da Casa de Vidro, ufanisticamente chamado de “complexo cultural” pelos seus idealizadores, entre eles a deputada federal dona Iris Araújo (PMDB), o prefeito Paulo Garcia prometeu entregar a obra “em 10 meses”. No mês que vem, dezembro, estarão se completando três anos desde que o prefeito fez esse compromisso, mas, no local, só existe um matagal.

Discípulo de Iris Rezende, Clécio segue a cartilha do velho cacique, ataca e persegue a imprensa

Goiânia, Imprensa

Presidente da Câmara não esconde de ninguém que copia tudo de Iris. Iris, quando governador, é responsabilizado pelo fechamento de diversos veículos de comunicação, entre eles o Diário da Manhã, de Batista Custódio, além de perseguição a jornalistas. Clécio agora adota a mesma linha ao caçar briga com Oloares.

Casa de Vidro, promessa de dona Iris e Paulo Garcia desde 2010, nunca saiu do papel. E teve até lançamento

Goiânia

A Casa de Vidro, que o prefeito Paulo Garcia lançou em dezembro de 2010, nas proximidades do Shopping Flamboyant, nunca saiu do papel. Pomposamente chamada de “complexo cultural”, a Casa de Vidro custaria pouco mais de R$ 3 milhões, dinheiro que a deputada federal dona Iris Araújo se comprometeu a arrumar em Brasília.

Clécio entrou com 4 processos contra Oloares. Será que Mauro Rubem e d. Iris vão montar a associação das vítimas de Clécio?

Goiânia, Imprensa

Deputado e deputada reclama dos professores por calúnia que sofreram do governador do Estado e chegaram a sugerir a criação de uma associação das vítimas de Marconi. E agora? A mesma associação será criada para proteger os atacados por Clécio?

Oloares para Clécio Alves sobre a polêmica do título: “Se ele é contra, to nem aí pra ele”

Câmara de Vereadores, Goiânia, Imprensa

O jornalista Oloares Ferreira se mostrou indiferente à fúria de Clécio Alves, que é contra o apresentador receber o título cidadão goianiense na Câmara. “Se ele é contra, to nem aí pra ele”, disparou, ao vivo, o jornalista.

Sobre a polêmica na Câmara, Oloares ri e diz: “Não vou baixar cabeça para vereador”

Câmara de Vereadores, Goiânia, Imprensa

Oloares Ferreira comentou agora, ao vivo, no Balanço Geral, da TV Record, a polêmica e o discurso de ataques feito por Clécio Alves a respeito do projeto que concede título de cidadania goianiense. Oloares riu. E disse que não vai “baixar a cabeça para vereador”.

Oloares já respondeu ao vivo sobre título na Câmara: “Nunca corri atrás de homenagem”

Câmara de Vereadores, Goiânia, Imprensa

Oloares Ferreira acaba de se posicionar sobre a discussão na Câmara se ele deve ou não receber título de cidadão goianiense. “Nunca corri atrás de homenagem. Agradeço ao vereador Wellington Peixoto, mas quero ser homenageado pelo povo”, disse Oloares, ao vivo, no Balanço Geral.

Leitor de O Popular entra em desespero, pede “socorro” e diz que Paulo Garcia está “desertificando” Goiânia

Goiânia, Imprensa

“Socorro”, grita um leitor de O Popular em carta publicada na edição desta quinta-feira. “O prefeito Paulo Garcia está desertificando Goiânia”, denuncia Murilo Telles Alves da Costa, ao informar que todas as árvores – todas – da calçada da Escola Imaculada, no setor Marista, foram cortadas e nenhuma reposta. Enquanto isso, o prefeito vai para Washington dar uma palestra sobre sustentabilidade.