Falou bobagem: comentarista da CBN tenta explicar venda da Celg sem estudar assunto e desinforma ouvintes

Goiás

O vencedor troféu Vergonha Alheia da última semana é o jornalista Leandro Rezende, comentarista de economia da CBN Goiânia. Leandro atreveu-se a destrinchar um assunto que desconhecia e desandou a falar bobagem para os ouvintes. Resultado: quem entendia pouco sobre a venda da Celg passou a entender menos ainda.

Pelo menos oito empresas já manifestaram interesse em adquirir a Celg-D, diz agência Reuters. Apetite de chineses chama atenção

Goiás

Pelo menos oito empresas já procuraram a Eletrobras para demonstrar interesse na compra da distribuidora de energia Celg-D. A informação foi dada à agência internacional Reuters por uma fonte que acompanha de perto as negociações. O leilão deve acontecer entre janeiro e março do ano que vem e a companhia vai à venda pelo preço mínimo de R$ 1,43 bilhão.

“Somos adversários, mas não inimigos”, afirma Marconi ao avaliar aposentadoria de Iris

Eleições, Goiânia, Goiás

Ao comentar a decisão do ex-prefeito Iris Rezende (PMDB) de se retirar da vida pública, o governador Marconi Perillo (PSDB) ressaltou a maneira respeitosa com que se trataram nas três vezes em que disputaram o governo (1998, 2010 e 2014): “Somos adversários, mas não inimigos”, afirmou Marconi. “Em todos os lugares em que nos encontramos o tratamento foi cordial, mesmo nos debates mais duros”.

Em O Popular, presidente da Associação Psiquiátrica de Goiás parabeniza governo por criação do Credeq

Goiás, Imprensa

Mateus Diniz afirma que a ação vai “na contramão das políticas do Ministério da Saúde, mas no caminho apontado pela comunidade científica”, além de atender ao clamor da população a favor do bem-estar. Diniz escreve: “Parabéns ao governo de Goiás e demais pessoas envolvidas nesta iniciativa”.

Iris sai da cena política como o político que mais perseguiu servidor público, aliados, imprensa e adversários

Goiás

Não se pode negar a importância de Iris Rezende na política goiana. Só que Iris também possui fatos negativos em sua vasta biografia. Nos anos 1980, sufocou financeiramente o jornal Diário da Manhã, o que causou o fechamento do jornal. Seu decretão colocou no olho da rua 30 mil servidores públicos.

Daniel Vilela já se considera o novo líder do PMDB e vê Iris como página virada

Goiás

Nas conversas reservadas, Daniel Vilela não esconde que já se considera líder soberano do PMDB. A intervenção truculenta no diretório peemedebista de Caldas Novas foi um exemplo do poder absoluto. Daniel não quis nem saber se estava desagradando ou atropelando os peemedebistas de Caldas. Apenas mandou dissolver o diretório e tchau.

Moda na oposição agora é comemorar explosão de caixa eletrônico. Enquanto isso, polícia goiana trabalha e prende bandidos que tentavam furtar caixa em Mara Rosa

Goiás

A mais nova moda da turma do contra em Goiás é vibrar com os furtos a terminais de agências bancárias. Enquanto a turma do “quanto pior, melhor”, “comemora” a explosão de um caixa eletrônico em Trindade, as pessoas de bem aplaudem o trabalho da polícia goiana que prendeu, em Mara Rosa, um trio que tentava arrombar e furtar um caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal.

“Caiado queria, na verdade, o retorno da escravidão”, diz ex-deputado Mauro Rubem

Goiás

O ex-deputado e agora presidente da CUT Goiás, Mauro Rubem, detonou o senador Ronaldo Caiado, em entrevista ao Jornal Opção. “O senador Caiado aceita as 80 horas propostas pelo CNI. Caiado queria, na verdade, o retorno da escravidão em Goiás Velho”, alfinetou o ex-deputado.

Silêncio e decepção: Caiado ignora aposentadoria de Iris. Redes sociais do senador falam até de cavalos, mas não do ex-governador

Eleições, Goiânia, Goiás

É ensurdecedor o silêncio do senador Ronaldo Caiado (DEM) a respeito da aposentadoria do seu principal aliado na política de Goiás: o ex-governador Iris Rezende (PMDB). É sabido de todos que Caiado queria a eleição de Iris para ajudar no seu projeto de ser eleito governador em 2018.

Para destruir Iris, Daniel Vilela implode PMDB em Goiânia. Partido assume condição de coadjuvante nesta eleição

Eleições, Goiânia, Goiás

Interessado em disputar o governo em 2018, o deputado federal Daniel Vilela (PMDB) tinha duas opções: trabalhar para que o partido conquistasse a prefeitura de Goiânia, mas por outro lado fortalecesse um inimigo interno, Iris Rezende; ou implodir o PMDB em Goiânia para implodir junto a carreira de Iris. Optou pelo segundo caminho.

PMDB, um negócio de família: Maguito avisa que será candidato em 2018 se o seu filho, Daniel, não for

Eleições, Goiás

Em entrevista ao jornal O Popular deste sábado, o prefeito de Aparecida, Maguito Vilela, disse que ele vai ser candidato a cargo majoritário em 2018 se o filho resolver que não chegou a sua hora. É isso aí: por conta própria, Maguito decidiu que ele ou o filho serão o candidato do PMDB a governador.

Jornalista do PMDB diz que Bruno Peixoto e outros falsos aliados reforçaram, em Iris, a convicção de que é melhor se aposentar

Eleições, Goiânia, Goiás

O jornalista Filemon Pereira, que trabalhou para o PMDB na eleição de 2014 e é uma das viúvas de Iris Rezende, destilou no Twitter todo o seu amargor pela decisão do ex-governador – agora ratificada – de se aposentar. Filemon soltou os cachorros em cima de Bruno Peixoto, a quem citou nominalmente, e de falsos aliados (leia-se Maguito e Daniel Vilela), que na opinião do jornalista reforçaram em Iris a convicção de que o melhor a fazer seria pendurar as chuteiras.

Daniel e Maguito que se preparem: PMDB vai culpá-los para sempre pela decisão de Iris de se aposentar

Eleições, Goiânia, Goiás

Agora que o ex-governador Iris Rezende (PMDB) confirmou a decisão de pendurar as chuteiras, é natural que o partido reflita sobre as causas e consequências deste fato. E a maioria já compreendeu que a causa principal foi a briga do ex-governador com a família Vilela, que de tudo fez para sabotar a postulação do velho cacique ao Paço Municipal com medo de perder o comando recém-conquistado do PMDB.

“Vai, Paulo” (para prisão) e “Volta, Iris” são os dois atos públicos movimentam Goiânia nesta tarde de sexta-feira

Câmara de Vereadores, Eleições, Goiânia, Goiás

Dois atos de movimentarão as ruas de Goiânia na tarde desta sexta-feira. O “Vai, Paulo Borges” (para cadeia) e o “Volta, Iris” (para vida pública). O protesto contra o vereador Paulo Borges, pela morte de um motociclista no sábado, acontece em frente a uma igreja no setor Nova Suíça. O apelo pelo retorno do ex-governador à política acontece na T-9, no setor Oeste.

Dissimulado: depois de esculhambar Iris e dona Iris, deputado José Nelto convida aliados para ato que pede retorno do ex-governador

Eleições, Goiânia, Goiás

Ainda haverá de nascer político mais cara de pau do que o deputado estadual José Nelto. Nesta quinta-feira, ele publicou no Facebook um vídeo em que convida simpatizantes do PMDB para ato que pede o retorno do ex-governador Iris Rezende à vida pública. O curioso é que, há dois dias, ele comemorava a aposentadoria do velho cacique e alardeava a aurora de novos tempos no partido – inclusive batendo boca com a ex-deputada dona Iris no Facebook e nas páginas de O Popular.

Decepção: apontado como renovação, Daniel Vilela se omite na crise do PMDB goiano e segue como figura apagada em Brasília

Goiás

Filho de Maguito tem a alcunha de renovação porque é novo, carinha de bom menino e tudo mais, no entanto segue apagado e em Goiás é refém da força de Iris Rezende dentro do PMDB. Até aqui, Daniel é decepção. Em cinco meses à frente do partido, não fez nada de relevante. Apenas aumentou a quantidade postagens irônicas em suas redes sociais.

Lindbergh diz que Caiado se descontrolou e avisa que vai processar o senador goiano: “Típico de quem não tem argumento”

Goiás, Nacional

Ronaldo Caiado disse que o petista estava com as pupilas muito dilatadas, além de estar salivando muito. A discussão aconteceu na sessão do Senado na quarta-feira (13). “Eu estava falando da incoerência dele. Ele se descontrolou, fez aquela fala. Isso é típico de quem não tem argumento. Vou entrar com processo por danos morais”.

Caiado se envolve em outra baixaria com Lindbergh e fala que senador está “salivando muito” e com as “pupilas dilatadas. Veja a briga

Goiás

O senador Ronaldo Caiado se envolveu em mais uma confusão com o colega petista Lindberh Farias, nesta quarta-feira. A discussão no Senado era sobre o projeto que reajusta o salário dos servidores do Judiciário. Lindbergh chamou Caiado de cara de pau e incoerente. Caiado reagiu e atacou o petista. Disse que falava como médico e disparou que o Lindberh esta “salivando muito” e com as “pupilas muito dilatadas”, sugerindo que o petista fizesse uma espécie de exame de antidoping.

PMDB em chamas: José Nelto ataca dona Iris e diz que ela “fala o que quer, mas também tem que ouvir o que não quer”

Goiânia, Goiás

Em mais um capítulo da briga esquizofrênica que pôs em xeque o papel de protagonista do PMDB em Goiás, o deputado estadual José Nelto avisou à ex-deputada dona Iris que, se ela quer exercer o direito e falar o que quer, “também terá de ouvir o que não quer”. Ele também chamou de “brincadeira” o fato de a ex-deputada ter dito que o PMDB fechou portas ao marido dela, o ex-governador Iris Rezende. As declarações foram dadas em entrevista ao programa Jornal da Manhã, da rádio 107,3 FM, nesta quarta-feira.