Prestígio zero: Temer despreza Iris, Daniel Vilela e cia. em sua passagem por Goiás

Goiás, Nacional

As viúvas do PMDB de Goiás ficaram à deriva na primeira visita de Michel Temer a Goiás desde que tomou posse como presidente da República. Só houve tempo para rasgar elogios ao desafeto do partido no Estado, o governador Marconi Perillo (PSDB). Não sobrou espaço na agenda do presidente para um cafezinho rápido com Daniel Vilela, Iris Rezende, Maguito Vilela e cia.

Blog nacional aponta Marconi como opção do PSDB para eleição presidencial em 2018

Eleições, Goiás, Nacional

Ao comentar a movimentação do PSDB com vistas à eleição presidencial de 2018, o blog nacional Brasil 247 afirmou que as suspeitas de pagamento de propina para o senador Aécio Neves – oriundas na delação premiada de um ex-executivo da OAS, Leo Pinheiro – eliminaram as chances do mineiro concorrer ao Palácio do Planalto. Assim sobrariam ao PSDB, de acordo com o blog, o ministro das Relações Exteriores, José Serra (SP), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o governador de Goiás, Marconi Perillo.

Presidente Temer marca presença na festa de Wilder Morais e elogia Marconi: “Faz trabalho extraordinário e vai atrás das coisas por Goiás”

Goiás, Nacional

Michel Temer esteve na festa de aniversário do senador Wilder Morais, em Nerópolis, neste domingo. Presidente interino disse que o momento é de união pelo País e citou o governador Marconi Perillo como exemplo. “Marconi é um homem público extraordinário, que corre atrás das coisas, que corre atrás do resultado, e é assim que deve ser, é assim que devemos ser”.

Editorial deste domingo do jornal O Popular elogia Credeq: “Soa como esperança para algumas famílias”

Goiás

“O funcionamento do Centro de Recuperação de Dependentes Químicos (Credeq) soa como esperança para algumas famílias”. É com este tom otimista que o jornal O Popular saúda a mais recente obra entregue pelo Governo do Estado, e que atenderá 96 pacientes em tratamento contra a dependência química. A inauguração aconteceu na última quinta-feira.

Daniel Vilela completou 4 meses no comando do PMDB goiano e até agora nada de renovação no partido

Goiás

Partido continua apostando no discurso agressivo e não apresenta propostas para Goiás e os quadros também não foram renovados. Outro exemplo de que tudo continua como antes é a dependência de Iris Rezende. Cacique peemedebista segue fazendo novela sobre sua candidatura e mostra que PMDB ainda é refém de seus caprichos.

Não tem mais volta: Ministério e BNDES publicam edital de venda e leilão da Celg está marcado para 19 de agosto

Goiás, Nacional

Como prometido, o governo de Michel Temer acelerou o processo de privatização da Celg e hoje o Ministério de Minas e Energia e o BNDES publicaram edital que oficializa a venda da empresa. Leilão será no dia 19 de agosto na BM&F Bovespa, em São Paulo, e o valor mínimo de venda é de R$ 2,8 milhões.

Maguito classifica Credeq como “obra extraordinária” e afirma que unidade será referência para o Brasil

Aparecida de Goiânia, Goiás

Prefeito Maguito Vilela não entra na onda radical do PMDB e tem convivência harmônica com o governador Marconi Perillo. O peemedebista esteve hoje na inauguração do Credeq e classificou a obra como “extraordinária”. “Com convergência e união de todas as forças e conceitos, estamos diante da maior obra de tratamento de dependentes do País. Não há lugar algum com uma estrutura dessas”, disse.

Em vídeo, Vassil Oliveira analisa embate político de 2016 e diz que Marconi Perillo já ganha de 2 a 0 do PMDB

Goiás, Imprensa

Jornalista diz que o governador conseguiu se aproximar de Michel Temer ao passo que o PMDB goiano ainda segue sem penetração na gestão federal interina. O outro gol de Marconi em cima do PMDB, segundo Vassil, é o renegociação da dívida com a União, “que dá fôlego ao governo e também dá recursos”.

Credeq de Aparecida começa a funcionar nesta quinta e Marconi abre uma nova era no tratamento de dependentes químicos

Goiás

Centro de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq), em Aparecida de Goiânia, será inaugurado nesta quinta-feira. Pioneiro no País, o projeto visa o atendimento gratuito às vítimas do consumo de álcool, do crack e de outras drogas. “A unidade é uma providência real para que o tratamento seja feito com excelência. Aliviará o sofrimento de muitas mães e pais e devolverá a dignidade a uma parcela significativa da sociedade”, diz o governador.

Renegociação da dívida e situação fiscal de Goiás mostram competência de Ana Carla e transformam secretária em peça chave do Governo

Goiás

Estado só vive situação financeira confortável porque realizou ajuste fiscal antes do agravamento da crise econômica. Foi a secretária da Fazenda, Ana Carla, quem conduziu o corte de gastos mesmo enfrentando resistências dentro do próprio governo. O tempo mostrou que a secretária estava certa e hoje Goiás paga salário dos servidores em dia e honra seus compromissos. Ana Carla Abrão também participou diretamente da renegociação da dívida com o governo federal.

Apreensão em Goiás: delação da Odebrecht pode finalmente revelar quem são os políticos com apelidos de Padre, Matusalém e Boiadeiro que aparecem na lista das propinas

Goiás, Imprensa, Nacional

Em sua coluna no site UOL, o jornalista Leandro Mazzini afirmou que a Polícia Federal está na cola de um parlamentar goiano que tem apelido de “Boiadeiro” e que teria recebido R$ 800 mil do caixa 2 da Odebrecht. Em março, jornais afirmaram que três políticos com apelidos de Padre, Matusalém e Boiadeiro poderiam aparecer nova lista da empreiteira. Como Marcelo Odebrecht já começou a fazer a delação premiada após quase um ano preso, a expectativa cresce em cima de suas revelações bombásticas.

Oposição perde mais uma: Marconi tem projeção nacional com acordo das dívidas dos estados e Goiás vai economizar R$ 1 bilhão só este ano

Goiás, Nacional

Turma do PMDB estava secando a renegociação da dívida, mas não deu resultado. Foi Marconi Perillo o governador responsável por avisar, ontem, a imprensa nacional de que o acordo com o União estava selado. Neste novo cenário, Goiás vai economizar R$ 1 bilhão e com o caixa mais abastecido a secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão, já afirmou que a prioridade será a conclusão de obras importantes.

Colunista nacional diz que delação da Odebrecht vai atingir político goiano apelidado na lista de propinas como “Boiadeiro”

Goiás, Imprensa, Nacional

“Os investigadores já procuram no Estado quem é ‘Euripedes’, que teria pegado R$ 800 mil no caixa 2 da Odebrecht, na campanha de 2014, para entregar a um parlamentar federal goiano apelidado na lista da empreiteira como “Boiadeiro””, diz o texto do jornalista Leandro Mazzini, publicado hoje no UOL.

Fantasmas sempre voltam… Luciane Hoepers aparece em entrevista bombástica para Roberto Cabrini e ressuscita as histórias que complicaram Daniel Vilela e Samuel Belchior

Goiás, Imprensa

Ela é aquela loira bonita que, em 2013, foi acusada de integrar a quadrilha que fraudava fundos de pensão de municípios com a conivência de prefeitos. Então deputados, Daniel Vilela e Samuel Belchior foram flagrados almoçando com Luciane num restaurante de Brasília. Na entrevista, Luciane diz que no tempo em que trabalhava no esquema nunca viu um deputado ou um prefeito negar a proposta de corrupção.

Depois de ser tachado de Trump brasileiro por jornalista, agora é Ciro Gomes quem debocha de Caiado: “vozeirão forte e cavalo branco”

Goiás

Ciro Gomes foi entrevistado pelo jornal Valor Econômico e ao ser perguntado sobre Bolsonaro citou Caiado. O próprio divulgou a trecho da entrevista em seu Facebook. Na campanha para a presidência da República em 1989, Caiado aparecia na propaganda montado num cavalo branco. Fracassou com uma votação pífia.

Delação da Odebrecht pode ser o motivo da indecisão de Iris Rezende sobre candidatura a prefeito de Goiânia

Goiás, Nacional

Iris Rezende mantém o lenga-lenga da candidatura e o PMDB não sabe se ele será mesmo candidato a prefeito de Goiânia. Um dos motivos para a dúvida é a delação bombástica de Marcelo Odebrecht. Não é de hoje que o cacique tem relação com a empreiteira. Emilio Odebrecht já esteve na fazenda de Iris, no Mato Grosso. Tem ainda o episódio da doação dos anos 80, onde Iris teria comprado fazenda com dinheiro doado pela Odebrecht e no meio disso tudo o codinome Matusalém. Clique aqui e entenda.

Daniel Vilela até apareceu como ponto de enfrentamento a Iris, mas Jornal Opção diz que filho de Maguito estagnou e ainda é hesitante

Goiás

O drama no PMDB é antigo e todos conhecem: só a liderança de Iris Rezende consegue brilhar. Ninguém tem coragem para fazer a transição que coloque o velho cacique no banco de reservas e abra nova era na o partido. Na sua análise, o Jornal Opção destaca a ascensão do deputado federal Daniel Vilela e até diz que ele quer renovar o partido. Porém o semanário diz que o filho de Maguito “estagnou”.

Quando boicota evento de Daniel Vilela, Iris deixa claro seu recado: ainda não engoliu o filho de Maguito como presidente do PMDB

Goiás

Iris Rezende não deu as caras no evento de sexta-feira organizado por Daniel. Lá estavam cerca de 500 pré-candidatos do partido na eleição de outubro deste ano. Daniel ainda passou no escritório de Iris para convidá-lo, mas não foi o suficiente. Iris Rezende e Dona Iris e velha guarda peemedebista ainda não engolem o filho de Maguito Vilela na presidência do partido.

Escândalos nacionais continuam atingindo o PMDB e Daniel Vilela não fala absolutamente nada

Goiás

Romero Jucá e Henrique Eduardo Alves vazaram dos ministérios depois de serem atingidos pela Operação Lava Jato. Por aqui, em terras goianas, o deputado federal Daniel Vilela, que é presidente estadual do PMDB, segue caladinho e não abre a boca para comentar as crises do partido nem para defender os colegas.

Ajuste fiscal promovido por Marconi e situação financeira de Goiás são destaques em programa da GloboNews

Goiás, Imprensa, Nacional

Ao abordar a crise financeira atravessada pelo Estado do Rio de Janeiro – que ontem decretou situação de calamidade pública –, a jornalista e comentarista de economia Mara Luquet citou o Governo de Goiás como modelo de gestão estadual que adotou enfrentou o custo político e atuou de forma antecipada para aplicar as medidas de redução de gastos necessárias para manter suas obrigações em dia.