Será que o Iris tá sabendo? Caiado é flagrado com adesivo 45 no peito em Brasília

Eleições, Goiás

O deputado Ronaldo Caiado foi flagrado na reunião em prol de Aécio Neves, em Brasília, usando um adesivo 45 no peito. Quem viu a cena não aguentou e fez aquela fotinha clássica. O que será que Iris Rezende acha ao ver seu amigo Caiado com um baita de um 45 no peito???

Caiado fica escanteado na reunião de apoio a Aécio em Brasília

Eleições, Goiás

Deputado Ronaldo Caiado não passou de um simples coadjuvante na grande reunião de apoia a Aécio Neves, na tarde desta quarta-feira, em Brasília. Enquanto lideranças de peso como Marconi Perillo, Lúcia Vânia, Geraldo Alckmin e Beto Richa estavam no centro do palco e próximos a Aécio, o senador eleito estava num cantinho do palco, bem isolado, e totalmente desentrosado.

Dona Iris cumpre a palavra (“Não me ajudaram, então estou fora”, disse ela) e não vai ao “evento” de Iris na Pecuária nesta quarta-feira

Eleições, Goiás

Olha a foto, leitor. É a turma do PMDB, no evento carente de lideranças e novos apoios desta quarta-feira no Tattersal da Pecuária de Goiânia. A grande novidade foi a ausência da deputada federal dona Iris Araújo, que perdeu a reeleição, reclama de não ter recebido ajuda nem do marido e prometeu ficar fora do 2º turno.

Em reunião com a militância, Marconi pede “pés no chão, humildade e muito trabalho”

Eleições, Goiás

Apoiadores, cabos eleitorais, deputados eleitos, prefeitos e auxiliares lotaram o Comitê Central da campanha do PSDB na primeira reunião com Marconi Perillo no segundo turno, nesta quarta-feira. “Vamos continuar trabalhando firme, mostrando nossas propostas e e obras que estão por todo o Estado”, disse o governador.

Na internet, turma de Iris parte para a baixaria e agressão contra Vanderlan

Eleições, Goiás

Tropa de choque do PMDB já começou a atacar Vanderlan Cardoso nas redes sociais. Tudo porque Vanderlan ainda não anunciou quem apoiar no segundo turno. O jornalista Marcus Vinicius, que integra a turma da oposição, postou um tweet ofensivo contra Vanderlan e seus aliados. Uma baixaria sem tamanho.

Gomide não vai ao ato de formalização do apoio do PT a Iris. Petistas são obrigados a ouvir discurso de Caiado, o maior adversário do partido

Eleições, Goiás

O candidato do PT a governador, Antônio Gomide, não apareceu no ato de formalização do apoio do partido a Iris Rezende, agora há pouco no Tattersal do Parque Agropecuário de Goiânia. Mas o pior não foi isso: a pouca militância petista que compareceu foi obrigada a ouvir um discurso do maior símbolo do antipetismo no Brasil, o senador eleito Ronaldo Caiado.

Cassada pelas urnas, dona Iris culpa Maguito, acusa Daniel Vilela de ter invadido as suas bases e promete vingança

Eleições, Goiás

Em telefonema, na última segunda-feira, a deputada federal dona Iris Araújo culpou o prefeito Maguito Vilela, de Aparecida, pela sua derrota e acusou o deputado federal eleito Daniel Vilela de invadir as suas bases. Dona Iris usou adjetivos como “traidor” e “marconista enrustido” e prometeu vingança.

Apoio do PT no 2º turno leva desgastes do prefeito mais rejeitado da história de Goiânia para a campanha de Iris

Eleições, Goiás

O apoio do PT a Iris Rezende, anunciado nesta quarta-feira, introduz na campanha do PMDB a figura desgastada do prefeito Paulo Garcia, o administrador mais rejeitado da história de Goiânia – com índices de reprovação de 80%, segundo as últimas pesquisas. Isso não é apoio… é um fardo que Iris terá que carregar.

Vídeo: em 2012, no horário eleitoral da TV, Iris pede voto para Paulo Garcia e diz que é impossível arrumar um prefeito melhor que o petista

Eleições, Goiânia, Goiás

Um vídeo, reproduzido à exaustão no horário eleitoral na televisão na campanha municipal de 2012, mostra Iris Rezende fazendo um pedido apaixonado de voto para o prefeito Paulo Garcia. O candidato do PMDB a governador chega a afirmar que “pode existir igual, mas é difícil arrumar um prefeito para Goiânia melhor que o Paulo Garcia”.

Iris tenta unir a oposição para o segundo turno, mas ainda não procurou Paulo Garcia. Por que será?

Eleições, Goiânia, Goiás

Paulo, como todos sabem, foi eleito com pedidos entusiasmados de voto por parte de Iris na campanha de 2012. Resta saber quando é que Iris vai buscar o seu afilhado para “ajudá-lo” neleição. E, mais do que isso, quando é que Iris vai pedir desculpa ao goianiense por pedir votos para Paulo Garcia.

Renato Monteiro não é sequer cogitado para marketing de Iris, apesar da insistência de Paulo Garcia

Eleições, Goiás

Com a demissão de Dimas Thomas, criou-se a expectativa de que, por pressão de Paulo Garcia, a contratação de Renato fosse se consumar. Não foi o que aconteceu. Os programas de televisão do candidato já estão sendo produzidos pela produtora Sambatango com a assinatura de Paulo Faria.

O Popular, com a pior cobertura de uma eleição da sua história, tira a política do campo das ciências humanas e leva para as ciências exatas

Eleições, Goiás, Imprensa

A cobertura de O Popular sobre a eleição deste ano é a pior da história do jornal. Não há análises, avaliações nem nada que ajude o leitor a acompanhar a campanha com uma compreensão maior. A cada dia, só são divulgados os fatos já conhecidos no dia anterior. Para piorar, o jornal embarcou numa febre de matemática, como se a política fosse afeta ao campo das ciências exatas e não das ciências humanas.

Prefeito de Anápolis, que é do PT, avisa na coluna Giro que não vai trabalhar para Iris: “O PMDB não tem bom histórico em nossa cidade”

Eleições, Goiás

O prefeito João Gomes, de Anápolis, que é do PT, não vai trabalhar para Iris Rezende, mesmo com o apoio do partido a Iris Rezende no 2º turno. João diz na coluna Giro, nesta quarta, que não vai se envolver com a campanha, assim como fez no 1º turno, quando Iris teve pouco mais de 4% dos votos anapolinos.

Marconi começa 2º turno forte nas redes sociais e amplia alcance de usuários

Eleições, Goiás

O blog teve acesso a um relatório de empresa especializa em análise de internet e verificou que este início de semana foi positivo para Marconi. A atuação dos eleitos, repercussão na mídia e divulgações do PSDB nacional e de Aécio Neves fizeram com que Marconi alcançasse, somente nesta terça-feira, cerca de 300 mil usuários. A maioria das menções, cerca de 86%, foi positiva para o governador.

Aliança entre PT-PMDB promete em Goiás: Caiado já começa rasgando e, no Twitter, dá cacetada em Dilma

Eleições, Goiás

Gomide disse que o PT só vai apoiar o PMDB se o partido de Iris Rezende estiver pedindo voto para Dilma Rousseff. Acontece que Caiado detesta Dilma e continua descendo o pau na presidente. Nesta terça, o senador eleito já mandou porretada chamando de “portaria criminosa” uma decisão da presidente. E agora, o PT vai aceitar essa baixaria de Caiado com a presidente?

Mabel, Barbosa e Mauro Miranda são mantidos na coordenação da campanha de Iris. Eles são experts em… derrotas

Eleições, Goiás

Iris Rezende anunciou que vai manter o trio que comandou a sua campanha no 1º turno, cujo resultado foi um tremendo fiasco diante da votação do governador Marconi Perillo .Continuarão mandando na articulação e nas ações eleitorais do PMDB o deputado Sandro Mabel, o ex-deputado Barbosa Neto e o ex-senador Mauro Miranda, todos especialistas… em derrotas.

Tropa de choque do PMDB, liderada por “jornalistas” da rádio 730, reage contra Friboi

Eleições, Goiás

A tropa de choque do PMDB se mobilizou para atacar o empresário depois que ele anunciou apoio à reeleição de Marconi. O que ninguém esperava é que, à frente da tropa, estivessem “jornalistas” da Rádio 730 AM – que passaram o primeiro turno inteiro a posar como analistas imparciais do cenário político.

Sensacional: em carta, Júnior Friboi diz que Marconi é melhor para Goiás e afirma que votação pífia de Iris enterrou o PMDB na pior crise da sua história

Eleições, Goiás

A campanha do 2º turno está começando de maneira espetacular em Goiás: agora há pouco, o bilionário Júnior Friboi divulgou uma “carta aos companheiros do PMDB” , praticamente declarando apoio à reeleição do governador Marconi Perillo, que ele considera, neste momento, como o melhor nome para governar Goiás. Confira.

Dona Iris vai a reunião de deputados com Iris e anuncia que, como Iris não fez nada por ela, está fora da campanha do 2º turno

Eleições, Goiás

“O que você fez por mim?”, perguntou a Iris Rezende a deputada federal dona Iris Araújo, derrotada na tentativa de se reeleger para a Câmara Federal, na reunião desta terça entre Iris e os deputados da sua base. Diante da resposta de Iris, dizendo que havia ajudado a todos igualmente, dona Iris anunciou: “Não contem comigo. Estou fora”. E deixou a reunião.

Afonso Lopes esclarece Iris: 2º turno não é outra eleição nem começa do zero, mas sim do patamar obtido pelos candidatos no 1º turno

Eleições, Goiás, Opinião

Para o traquejado comentarista Afonso Lopes, Iris Rezende, está enganado quando afirma que o 2º turno é outra eleição, que começa no zero a zero. Não é, diz Afonso. E explica: “No 2º turno, os candidatos começam no patamar em que terminaram o 1º turno”. Ou seja: com Iris bem atrás de Marconi Perillo.

Helvécio Cardoso: “O irismo está morto e será sepultado no próximo dia 26 de outubro. Ninguém acompanhará o féretro”

Eleições, Goiás

“Sempre colocando o seu interesse pessoal acima do bem maior do partido, Iris Rezende conduziu o PMDB de fracasso em fracasso e o resultado aí está. Morreu. Acabou”, escreve o jornalista Helvécio Cardoso no Diário da Manhã, chamando a atenção para o baixíssimo número de deputados eleitos pelo PMDB em Goiás.

Rei da incoerência: Caiado está a um passo de subir no palanque que vai fazer a campanha da reeleição de Dilma em Goiás

Eleições, Goiás

A campanha da reeleição da presidente Dilma Rousseff caminha para ser comandada, em Goiás, pelo candidato do PMDB a governador, Iris Rezende, que terá a seu lado, no palanque, nada mais nada menos que o até agora mais radical dos antipetistas – Ronaldo Caiado. lsso é que é coerência…

Votação de Caiado para o Senado foi a mais baixa numericamente e proporcionalmente desde 1998

Eleições, Goiás

Quando se leva em conta as votações de Maguito (1998) e Lúcia Vânia (2002), Caiado até os supera numericamente. No entanto, a diferença é pequena e é preciso considerar que o número de eleitores era menor à época. Quando se compara Caiado com Marconi (2006) e Demóstenes (2010), o deputado perde feio porque os dois obtiveram mais de 2 milhões de votos.

Fabiana Pulcineli registra que, no 1º turno, Caiado não teve grande atuação em favor da candidatura de Iris. Será que, no 2º, vai ter?

Eleições, Goiás

Em sua coluna, nesta terça-feira, em O Popular, a repórter Fabiana Pulcineli duvida do anunciado empenho do senador eleito Ronaldo Caiado a favor de Iris Rezende, agora no 2º turno. Segundo Fabiana, ficou patente, no 1º turno, que Caiado praticamente não teve nenhum empenho na eleição de Iris.

É muita arrogância: Iris e Gomide não agradecem os votos recebidos no 1º turno. Só Marconi e Vanderlan dizem obrigado ao eleitor

Eleições, Goiás

Nem Iris Rezende nem Antônio Gomide fizeram qualquer agradecimento aos eleitores, pelos votos recebidos, depois de divulgado os resultados da eleição em 1º turno. Ao contrário, o governador Marconi Perillo e o empresário foram muito enfáticos, em entrevistas e em suas redes sociais, nas manifestações de gratidão aos seus eleitores.

Marqueteiro demitido pelo PMDB insinua no Facebook que não recebeu pelos serviços prestados à campanha de Iris

Eleições, Goiás

Vem crise aí na campanha de Iris Rezende: Dimas Thomas, responsável pelo marketing do candidato do PMDB no 1º turno, postou mensagem no Facebook insinuando que não recebeu seus honorários. O marqueteiro é famoso por não ter papas na língua e por denunciar, sem medo, candidatos que terminam a campanha sem pagar pelos seus serviços.

Em entrevista à TV Serra Dourada, Iris repete todos os seus cacoetes, ataca Marconi, mostra dificuldade de raciocínio e diz que o 2º turno será dia 5 de outubro

Eleições, Goiás

Perdeu mais uma eleição para o governador Marconi Perillo, no domingo passado, e não mudou nada: Iris Rezende, em entrevista à TV Serra Dourada, mostrou a mesma arrogância de sempre, disse que o Estado “acabou”, gesticulou, esbravejou, mostrou dificuldade de raciocínio e até errou a data do 2º turno, que, segundo ele, será no ‘dia 5 de outubro”.

Efeito Paulo Garcia: vereador Clécio Alves também foi rejeitado nas urnas e perdeu eleição para deputado

Câmara de Vereadores, Eleições, Goiás

Presidente da Câmara é mais um a sofrer com o efeito Paulo Garcia (PT). O vereador sempre atuou a favor dos interesses do prefeito em casos polêmicos como o da venda das áreas públicas e o aumento do IPTU. O resultado é um só: rejeitado nas urnas.

No Facebook, Marqueteiro de Iris denuncia calote e diz: “Candidato deveria ser proibido de disputar segundo turno”

Eleições, Goiás

Marqueteiro da campanha de Iris Rezende, Dimas Thomas usou o Facebook para denunciar um calote que levou neste pleito. O profissional está revoltado e disse que o candidato deveria ser proibido de disputar o segundo turno sem ter honrado os compromissos do primeiro.

Continuando a seguir o raciocínio de Caiado: 71,5% do eleitorado goiano não quer saber de Iris para governador

Eleições, Goiás

Ronaldo Caiado inventou um “raciocínio”, segundo o qual o governador Marconi Perillo “perdeu” a eleição porque 54% dos eleitores votaram nos seus adversários. Mas Caiado não fez a mesma conta para ele próprio nem para Iris Rezende. Os dois, pelo tal “raciocínio”, também foram “derrotados”. Iris, pior ainda, foi massacrado: 71,5% dos eleitores não quiseram saber dele para governador.

Fernando Pimentel, eleito em Minas, fez campanha propositiva e manda recado que serve para Iris: “estratégia da pancada” não leva a lugar nenhum

Eleições, Goiás

Eleito governador de Minas Gerais pela oposição, Fernando Pimentel, que é do PT, fez campanha propositiva, sem ataques aos adversários. Ninguém vai eleger um presidente, um governador só porque ele é contra, só por isso. Campanha do contra, da pancada, da agressão, não leva a lugar nenhum”, diz Pimentel. Parece até recado para Iris Rezende.

Resultado de Iris, com apenas 28,4% dos votos, é o pior desempenho do PMDB desde a primeira derrota para Marconi, em 1998

Eleições, Goiás

Das 4 últimas eleições, desde a primeira derrota para Marconi Perillo em 1998, a deste ano é a que registra o pior desempenho do PMDB. A votação de Iris, que corresponde a 28,4% do eleitorado, está bem abaixo dos resultados anteriores, inclusive o obtido pelo próprio Iris, em 2010, que, no 1º turno, foi de 36,37% dos votos. O PMDB está diminuindo.

Siga o raciocínio dele mesmo: Caiado foi rejeitado pela maioria do eleitorado goiano, já que 52,43% votaram nos seus adversários

Eleições, Goiás

O bravateiro número um da política brasileira e rei dos factóides, Ronaldo Caiado, inventou um raciocínio segundo o qual o governador Marconi Perillo perdeu a eleição porque 54% dos eleitores votaram nos seus adversários. Sendo assim,Caiado também foi “derrotado”, já que, para o Senado, 52,43% dos votos foram para os seus concorrentes.

Iris também avisa que, agora com mais tempo de televisão, a sua campanha vai quebrar o pau no ataque a Marconi

Eleições, Goiás

A exemplo do senador eleito, Ronaldo Caiado, o candidato do PMDB a governador, Iris Rezende, também avisou nesta segunda, em entrevista à rádio 730, que a sua campanha, no 2º turno, vai repetir a estratégia do 1º turno e partir para o ataque contra o governador Marconi Perillo. Iris diz que agora, com 10 minutos, vai ter mais tempo para mostrar os “defeitos” do Governo.,

Pancadaria já começou: Caiado dá entrevista nesta segunda à rádio 730 só com ataques e insultos a Marconi

Eleições, Goiás

A campanha do 2º turno já começou, para o PMDB: nesta segunda, em entrevista a rádio 730, o senador eleito Ronaldo Caiado passou meia hora fazendo elogios a si próprio e disparando ataques e insultos ao governador Marconi Pedrillo. Pode anotar, leitor: a entrevista é só uma amostra da baixaria que vem por aí.

Tayrone desabafa, diz que renunciou devido à incompetência de Paulo Garca e avisa que vai explicar tudinho num artigo

Eleições, Goiânia, Goiás

A treta entre Paulo Garcia e o vereador Tayrone Di Martino ainda não acabou. Os próximos rounds estão por vir. “A minha renúncia da vice foi exclusivamente pela incompetência e perseguição do Paulo Garcia”, disse Tayrone no Twitter.

Bateu a sinceridade: Morgantini reconhece que faltaram estrutura e mais partidos com o PT para Gomide “avançar mais”

Eleições, Goiás

O que uma derrota não faz né… O jornalista Henrique Morgantini reconheceu que faltou estrutura para que Antônio Gomide demonstrasse mais força além das fronteiras de Anápolis. Morgantini disse na Interativa que outro fator contra Gomide foi o fato de o PT não ter conseguido “aglutinar” outras legendas.

Morgantini fala das dificuldades de Iris em Anápolis e diz que é quase impossível que ele vença a eleição

Eleições, Goiás

Jornalista Henrique Morgantini disse na tarde desta segunda-feira, no programa DQD, da Rádio Interativa, que será difícil que Iris cresça em Anápolis. No primeiro turno, o peemedebista conquistou apenas 4,5% dos votos na cidade que era administrada pelo candidato Antônio Gomide.

Segundo Iris, “as urnas reforçaram que o povo quer mudanças em Goiás”. Ué, se fosse assim ele não teria perdido para Marconi por 550 mil votos de diferença

Eleições, Goiás

Logo após a divulgação do resultado da eleição, Iris Rezende disse que “as urnas reforçaram que o povo quer mudanças em Goiás”. Parece até que Iris foi o vencedor e o governador Marconi Perillo o derrotado. A única interpretação honesta do resultado do 1º turno é que as urnas indicaram que o povo de Goiás quer a continuidade de Marconi.

Dona Iris insinua que eleitos compraram votos. Ela vai ter coragem de citar nomes?

Eleições, Goiás

Dona Iris está abalada com a derrota histórica que sofreu nas urnas e foi para o Twitter lançar lamúrias e insinuações. “Não recebi doações a não ser de amigos,não fiz acertos de bastidores,não comprei votos.Recusei me a fazer parte de qualquer tipo de jogo”, escreveu a esposa de Iris.

Faxina eleitoral: política fica melhor em Goiás com as derrotas de Mauro Rubem, Gedda, Karlos Cabral e dona Iris

Eleições, Goiás

Mas que bela faxina o eleitor goiano promoveu na política em Goiás: de uma só penada, foram para a lata de lixo da história, por falta de votos, Mauro Rubem, Karlos Cabral Francisco Gedda e dona Iris Araújo. Os quatro se vão sem deixar nenhum legado, nenhuma marca positiva dos anos em que tivemos de suportá-los.

Maguito se “empenhou” mais por Dilma do que por Iris. Resultado: em Aparecida, a presidente fica em 3º lugar

Eleições, Goiás

A presidente Dilma Rousseff ficou em terceiro lugar na contagem dos votos de Aparecida, atrás de Marina Silva, em primeiro, e Aécio Neves, em segundo. É uma derrota e tanto para o prefeito Maguito Vilela, que anunciou “empenho” total na reeleição de Dilma e prometeu uma vitória espetacular na sua cidade. Fiasco.

Derrota de dona Iris não é uma derrota qualquer, mas a derrota de um jeito repugnante de fazer política: o da baixaria e do ódio

Eleições, Goiás

Não foi só a deputada federal dona Iris Araújo que perdeu a eleição. Junto com ela, foi derrotado também o seu estilo desrespeitoso e rancoroso de fazer política, com agressões aos adversários e farta distribuição de insultos até mesmo aos companheiros de partido. O símbolo do ódio e da baixaria… já era.

Esta é a melhor resposta às baixarias, aos ataques e à campanha da difamação: urnas esmagam Iris e consagram Marconi

Eleições, Goiás

O resultado da eleição foi a melhor resposta que o governador Marconi Perillo poderia dar à campanha de difamação, insultos e grosserias empreendida pelo candidato do PMDB a governador, Iris Rezende. A diferença, equivalente a mais de 550 mil votos a favor de Marconi, foi massacrante.

Efeito Paulo Garcia! Dilma amarga a terceira colocação em Goiânia

Eleições, Goiás

Gestão horrorosa de Paulo Garcia (PT)) refletiu negativamente na votação da presidente Dilma Rousseff em Goiânia. A petista teve 141.990 votos (19,98%) e amargou a terceira colocação, atrás de Aécio Neves e Marina Silva. Aécio foi o campeão em Goiânia, com 43,37% dos votos válidos.

Pior, impossível: Iris obtém só 4,5% em Anápolis e sofre revés histórico

Anápolis, Eleições, Goiás

Iris Rezende sofreu derrota histórica em Anápolis. O cacique peemedebista obteve 9.009 votos e com isso atingiu apenas 4,59%. É vexame para um político que já foi governador e ministro e o PMDB de Iris ainda era aliado do PT do ex-prefeito Gomide antes da eleição.

Olavo Noleto, ex-assessor de Lula, esperava ser o mais votado do PT. Sofreu uma derrota fragorosa

Eleições, Goiás

O ex-subsecretário de Assuntos Federativos da Presidência da República esperava ser o candidato a deputado federal mais bem votado do PT. Montou uma estrutura caríssima trouxe até ministros para participar da campanha dele, mas o esforço e os gastos estratosféricos não deram resultado.

Derrotada nas urnas e expurgada da vida pública, dona Iris leva a maior rasteira dessas eleições

Eleições, Goiás

Dona Iris dedicou os quatro anos de seu mandato a promover ataques e baixaria contra o governador Marconi Perillo (PSDB). Vingar-se de Marconi virou o elixir de sua existência política, e o ódio que ela alimentou contra o seu maior adversário voltou-se contra ela. Chegou a hora de pagar o preço pela baixaria que ela patrocinou.

A doce cantiga das urnas: Marconi vence o 1° turno com mais de 550 mil votos de vantagem sobre Iris

Eleições, Goiás

O governador e candidato à reeleição Marconi Perillo (PSDB) colheu, nas urnas, os frutos de uma campanha profissional, de alto nível e propositiva: vantagem de mais de 550 mil votos sobre o segundo colocado, Iris Rezende (PMDB), no primeiro turno. Com 98% das urnas apuradas, o candidato do PSDB tinha 1,427 milhão de votos. O candidato do PMDB, 868 mil votos.

“Vanderlan não cresceu porque passou a ideia de que está ávido demais por poder”, diz cientista político

Eleições, Goiás

Em ótima entrevista à rádio 730 AM no começo da tarde deste domingo de eleição, o cientista político Valdir Martins fez uma análise dura sobre a campanha de Vanderlan Cardoso (PSB) ao governo, que foi um dos maiores fiascos da eleição neste ano.

Cientista político debocha de Vanderlan na rádio 730: “A convicção dele é uma coisa, a realidade é outra”

Eleições, Goiás

Em entrevista à rádio 730 AM no começo da tarde deste domingo, o professor e cientista político Valdir Martins afirmou que considera encerrada a participação de Vanderlan Cardoso (PSB) no debate eleitoral de Goiás, ainda que Vanderlan viva em um mundo de fantasia e diga que vai para o segundo turno.

Professor Itami Campos: “PMDB, pela enésima vez, terminou rachado”

Eleições, Goiás

Nos microfones da rádio 730 AM, o cientista político Itami Campos afirmou que o roteiro de eleições passadas se repetiu no partido de Iris Rezende (PMDB), e isso ajuda a explicar a liderança de Marconi Perillo (PSDB) nas pesquisas: “PMDB, pela enésima vez, terminou rachado”.

Ao votar, em Goiânia, Friboi afirma que eleição já está decidida: “PMDB vai perder”

Eleições, Goiás

O empresário Júnior Friboi apareceu há pouco no Colégio Marista, em Goiânia, para votar e deu a sua primeira entrevista depois de meses em silêncio. À rádio 730 AM, Friboi disse que a eleição para governador, na sua opinião, já está definida: “o PMDB vai perder”.

Em entrevista à 730, Friboi confirma que não pediu voto para Iris

Eleições, Goiás, Imprensa

O empresário Júnior Friboi falou há pouco na Rádio 730 e disse que ficou neutro na campanha. Ou seja, não pediu votos para o candidato Iris Rezende, que é do seu partido, o PMDB. A declaração de Friboi revela que a mágoa com Iris não passou e a relação entre dois foi mesmo para o ralo.

Campanha de Marconi foi alto astral, diz o Diário da Manhã. O mesmo não se pode dizer de Iris, Vanderlan e Gomide

Eleições, Goiás, Imprensa

Jornal Diário da Manhã analisa que o governador não entrou no jogo da baixaria promovido pela oposição e se manteve na linha de fazer uma campanha leve, alto astral e propositiva. A tática agressiva dos três principais rivais não surtiu efeito. Marconi não caiu nas pesquisas e deve ser reeleito neste domingo.

Escolha o seu candidato a governador: segundo O Popular, Vanderlan é o único que não tem formação universitária

Eleições, Goiás

O empresário Vanderlan Cardoso é o único dos 7 candidatos a governador que não tem diploma de curso superior. Neste domingo, O Popular publica o currículo de cada postulante e informa que o milionário de Senador Canedo esquentou por pouco tempo os bancos escolares e tem apenas o Ensino Médio.

Bastidores Jornal Opção: possível secretariado de Iris teria média de idade de 70 anos

Eleições, Goiás, Imprensa

Iris Rezende já está com 80 anos e o Jornal Opção avalia que se o peemedebista virasse governador de novo – hipótese essa bem remota – o secretaria do velho cacique teria média de idade de 70 anos. Na equipe, estariam Luiz Soyer Genésio de Barros, Mauro Miranda, entre outros.

Jornal Opção: estratégia da oposição, ao apresentar Goiás como “terra devastada”, foi suicida e acabou beneficiando a reeleição de Marconi

Eleições, Goiás

O Jornal Opção mostra neste domingo que Iris Rezende, Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide erraram ao fazer campanha de ataques, batendo na tecla de que Goiás é uma “terra devastada”. Segundo o semanário, Marconi Perillo foi beneficiado por esse equívoco: “Em política, a crítica errada equivale à vitamina do crescimento para o criticado”.

2 equívocos que levaram Vanderlan e Gomide à derrota: 1) não perceberam que Iris também era adversário e 2) não apresentaram uma agenda positiva

Eleições, Goiás

Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide se saíram mal nesta eleição ao incorrer em dois equívocos graves: 1) esqueceram-se de que Iris Rezende também era adversário, e não só o governador Marconi Perillo, já que o peemedebista firmou-se no 2º lugar e bloqueou o caminho e 2) não cuidaram de uma agenda positiva, focando o discurso só em ataques e críticas.

Final melancólico para Vanderlan e Gomide, os candidatos que desafiaram a lógica da política com erros de discurso e de estratégia

Eleições, Goiás

Vanderlan Cardoso, o arrogante. Antônio Gomide, presunçoso. Os dois terminarão o domingo da eleição derrotados pela vontade do eleitor goiano, que não comprou o discurso de ataques e de ajuda disfarçada a Iris Rezende. A estratégia de Vanderlan e Gomide foi tão equivocada que Iris não cresceu, enquanto Marconi subiu como um foguete.

Jornal Opção: “Não adianta Vanderlan fazer plástica, diminuir o tamanho do nariz, tirar rugas e fazer implante de cabelo. É preciso ter discurso”

Eleições, Goiás, Imprensa

Em poucas linhas, o Jornal Opção deste domingo define os motivos do insucesso do empresário Vanderlan Cardoso na política: segundo o semanário, em vez de buscar um discurso moderno e antenado com os dias de hoje, Vanderlan preferiu fazer plástica no rosto, implantar cabelos e outras intervenções para melhorar a aparência. Mas ideias, nenhuma.

Serpes: Iris termina campanha com 3,3 pontos a menos do que quando começou. Já Marconi chega com 8 pontos a mais

Eleições, Goiás

Compensa fazer política de ataques e agressões? Desde que a campanha começou até este sábado, Iris Rezende caiu de 26,3% das intenções de voto (pesquisa publicada em 6 de julho), para 23%. Enquanto isso, Marconi Perillo subiu de 37,1% para 45,1%.

Presidente do TRE manda recado para candidatos que fizeram campanha no ataque: “Eleitor não aguenta agressividade”

Eleições, Goiás, Imprensa

O presidente do TRE, Walter Carlos Lemes, resume neste domingo, na coluna Giro, em O Popular, a posição do eleitor goiano diante dos candidatos que preferem fazer campanha atacando os adversários: “O eleitor já não suporta mais a agressividade exposta pela mídia. Quer ver propostas objetivas e planos de gestão”,disse o desembargador.

A poucas horas da eleição, pesquisa Serpes/O Popular mostra que Marconi deve vencer no primeiro turno

Eleições, Goiás

Por volta das 18 horas deste sábado, o site do jornal O Popular divulgou a última rodada da pesquisa Serpes para o governo do Estado antes das eleições, e nela Marconi Perillo (PSDB) lidera com 51,13% dos votos válidos – o suficiente para liquidar a fatura no primeiro turno.

Acredite se quiser, leitor: último “evento” de Vanderlan é uma “carreata da vitória”. Mais uma prova de que ele vive no reino da fantasia

Eleições, Goiás

Vanderlan Cardoso vive no reino da fantasia: nas redes sociais, o milionário está convidando para a carreata da vitória”, na tarde deste sábado, em Goiânia. Estagnado nas pesquisas, Vanderlan já perdeu a eleição e deve ter menos votos do que recebeu em 2010. Mais honesto seria dizer: “carreata da derrota”.

Diário da Manhã afirma que campanha de ataques de Vanderlan contra Marconi teve uma única motivação: a inveja

Eleições, Goiás

Em reportagem na qual analisa a prevalência de “sentimentos baixos” na campanha de ódio que a oposição moveu contra o governador Marconi Perillo, o Diário da Manhã afirma que a motivação do milionário Senador Canedo para atacar o tucano foi diferente: inveja. “Marconi é bem sucedido na política”, lembra o DM.

Desde janeiro, Fabiana Pulcineli publicou 32 artigos em O Popular e em nenhum admitiu que Marconi sempre foi o 1º lugar nas pesquisas

Eleições, Goiás

Conhecida pela ojeriza que nutre pelo governador Marconi Perillo, a repórter política de O Popular, Fabiana Pulcineli, nunca admitiu, de janeiro para cá, em seus artigos publicados às segundas-feiras, que Marconi sempre ocupou a 1ª colocação em todas as pesquisas. Ao contrário, Fabiana chegou a prever a derrota de Marconi e o aconselhou a não disputar a eleição.

Caminhada de Marconi na 24 de Outubro atrai 3 mil pessoas em Goiânia

Eleições, Goiás

O último dia de campanha de Marconi Perillo segue corrido. Depois de realizar caminhada em Itumbiara, o governador já fez outra caminhada, desta vez em Goiânia, na avenida 24 de Outubro. As filhas Ana Luísa e Isabella acompanharam o governador e a animação atraiu cerca de 3 mil pessoas.

Batista: “Iris gosta de dinheiro, evita livros, detesta jornalistas, acha que somente ele deve ser a estrela e é rancoroso demais”

Eleições, Goiás, Opinião

O diretor do Diário da Manhã, Batista Custódio, declara voto neste sábado ao governador Marconi Perillo e lamenta que o candidato do PMDB a governador, Iris Rezende, tenha mais uma vez escolhido o caminho do ódio para a sua campanha. “O mal trabalha contra si mesmo” e por isso Iris vai perder, prevê Batista.

Na última edição antes da eleição, O Popular não traz nenhuma informação ou análise relevante e republica listas de locais de votação

Eleições, Goiás, Imprensa

Coroando a mais pífia cobertura de uma campanha eleitoral dos últimos tempos, o jornal O Popular prioriza, neste sábado, em sua última edição antes do pleito, a divulgação de listas de nomes e números de candidatos e dos locais de votação – informações que estão fartamente disponíveis na internet. Informação e análise, nenhuma relevante.

Batista Custódio diz que Vanderlan vai perder porque “a sua estratégia foi orientada por uma cabeça seca de ideias”. É o Braga

Eleições, Goiás, Imprensa

No artigo em que, neste sábado, no Diário da Manhã, declara seu voto no governador Marconi Perillo, o jornalista Batista Custódio faz uma crítica pesada à campanha de Vanderlan Cardoso, que ele considera destinado à derrota por ter sido orientada por uma “cabeça seca de ideias”, no caso o ex-secretário da Fazenda, Jorcelino Braga.

Helvécio Cardoso: “Tayrone foi punido por ser fiel ao ideal petista de defesa dos interesses populares”

Eleições, Goiás, Opinião

O PT não é o partido que se arvora em defensor dos interesses populares? Então, o vereador Tayrone di Martino foi fiel a esse ideal ao votar contra o aumento abusivo do IPTU de Goiânia, escreve o jornalista Helvécio Cardoso em mais um ácido artigo no Diário da Manhã, neste sábado. “Tayrone é um homem digno”, afirma Helvécio.

Ódio, ressentimento, rancor pessoal e inveja: os sentimentos baixos que marcaram a campanha da oposição contra Marconi

Eleições, Goiás, Imprensa

Reportagem de Helton Lenine, no Diário da Manhã, faz a avaliação final da campanha da oposição e conclui que, para tentar derrotar o governador Marconi Perillo, os argumentos de Iris Rezende, Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide foram contaminados sentimentos baixos, como o ódio, a inveja, o desejo de vingança e o ressentimento.

Vanderlan termina campanha falando em “livrar Goiás da corrupção”. Com 7 processos por desvios em Senador Canedo, desse assunto ele entende

Eleições, Goiás

Candidato cara de pau: denunciado 7 vezes pelo Ministério Público Estadual por desvios praticados na Prefeitura de Senador Canedo, o milionário Vanderlan Cardoso termina a campanha prometendo “livrar Goiás da corrupção”. Olha só, leitor: Vanderlan arrastou até a mulher, Izaura Cardoso, que também é ré, com ele, em 2 desses processos por improbidade.

Vantagem de Marconi sobre Iris, segundo a última pesquisa do Fortiori, corresponde mais de 800 mil votos

Eleições, Goiás

A última pesquisa do instituto Fortiori, divulgada nesta sexta-feira pela TV Serra Dourada, mostra que o governador Marconi Perillo subiu para 2 pontos e agora tem 44% dos votos, 20 pontos à frente do 2º colocado, Iris Rezende, que ficou com 24%. A vantagem do tucano corresponde a mais de 800 mil votos válidos.

Em artigo de 8 páginas, Batista Custódio declara voto em Marconi: “É um estadista que pode ser o primeiro presidente da República goiano”

Eleições, Goiás, Opinião

Como sempre fez às vésperas de toda eleição, o diretor do Diário da Manhã, Batista Custódio, declara neste sábado o seu voto para governador: Marconi Perillo. Segundo Batista, o tucano ganhou a sua preferência porque “não trabalhou com o ódio nesta campanha” e também “tem postura de estadista e pode ser o primeiro goiano a virar presidente da República”.

TSE obriga Caiado a publicar em suas redes sociais direito de resposta sobre acusação leviana envolvendo o Detran

Eleições, Goiás

Em julho deste ano, Caiado usou suas redes sociais para acusar o governo estadual de fazer caixa 2 de campanha com o reemplacamento do Detran. O TSE avaliou que as críticas ultrapassaram a esfera política e Caiado terá que publicar direito de resposta.

Cientista político Pedro Célio diz que Iris, Vanderlan e Gomide foram ingênuos no debate e deram o maior tempo a Marconi. Discordamos: foram é burros

Eleições, Goiás, Opinião

O cientista político Pedro Célio Alves Borges disse a O Popular que, “no debate da TV Anhanguera, a ingenuidade dos oposicionistas surpreendeu. De graça, eles entregaram a Marconi os maiores tempos para respostas e réplicas”. Só que não foi “ingenuidade”. Foi burrice mesmo.

Candidatura de Gomide foi um avião que parecia pronto para decolar, mas estacionou na cabeceira da pista e dali não saiu mais

Eleições, Goiás

Era uma vez… um candidato “novo” que parecia um avião pronto para decolar e ganhar a eleição. Só que o avião estacionou na cabeceira da pista e dali não saiu mais. O fiasco de Antônio Gomide é o maior dentre todos os candidatos a governador, representando partidos importantes, no Brasil. Vai comprometer até o futuro do PT em Goiás.

Em desespero, Gomide larga tudo e faz campanha só em Anápolis para tentar evitar um fiasco eleitoral até na sua cidade

Eleições, Goiás

O candidato do PT a governador largou tudo e, nesta semana, faz campanha só em Anápolis. Já condenado ao título da maior fiasco eleitoral desta eleição, em todo o Brasil, Gomide entrou em desespero com a possibilidade de ser derrotado pelo governador Marconi Perillo em seu único reduto eleitoral – Anápolis.

Única dúvida que resta sobre a eleição em Goiás é saber se Marconi vai ser reeleito logo no 1º turno ou se haverá necessidade de 2º turno

Eleições, Goiás

Há poucos dias, o comentarista político Afonso Lopes escreveu que, “enquanto a oposição agoniza, a única dúvida que resta é saber se o governador Marconi Perillo vai ser eleito em 1º ou 2º turno”. Pois é: a eleição está chegando, a campanha da oposição foi um fiasco e a previsão de Afonso Lopes está próxima da realidade.

Com a cobertura mais fraca, desinteressante e sem furos de todos os tempos, jornalismo de O Popular também sai derrotado desta eleição

Eleições, Goiás, Imprensa

Veja esta manchete do jornal O Popular, há duas semanas, leitor. Só que Vanderlan Cardoso não avançou coisíssima nenhuma e continua onde sempre este esteve, ou seja, estagnado nas pesquisas. Foi só mais uma furada das inúmeras que O Popular deu nesta campanha, com uma cobertura chulé sobre as eleições estaduais.

Fortiori/TV Serra Dourada: com 51,4% dos votos válidos, Marconi deve ser reeleito já no próximo domingo

Clipping, Eleições, Goiás

Pesquisa realizada pelo instituto Fortiori e divulgada pelo Jornal do Meio Dia projeta a vitória de Marconi em primeiro turno. Em votos válidos, Marconi lidera com 51,4%. É seguido por Iris, com 27,8%; Vanderlan, com 12,7%; e Gomide, com 6,8%.

“Candidato a deputado de Paulo Garcia não é Olavo Noleto, mas dona Iris”, revela vereador do PT

Eleições, Goiás

Tayrone afirma que, por baixo dos panos, Paulo faz campanha para a candidata a deputada federal dona Iris (PMDB), embora oficialmente tenha declarado apoio a Olavo Noleto (PT). Pelo fato de dona Iris pertencer a um partido adversário, o apoio de Paulo Garcia a ela se caracteriza como alta traição.

Explosivo! Em entrevista exclusiva ao Opção, Tayrone detona Paulo Garcia, critica gestão em Goiânia e diz que prefeito não gosta de Gomide

Eleições, Goiás

Tayrone resolveu falar e abriu o jogo ao Jornal Opção. O vereador partiu ao ataque e acabou com Paulo Garcia. Tayrone revela o lado autoritário do prefeito de Goiânia, critica a gestão do antigo amigo e diz que Paulo detesta Antônio Gomide. Veja a entrevista completa.

Crise se agrava no PT a dois dias das eleições: deputado pede expulsão de Tayrone, ex-vice de Gomide

Eleições, Goiás

Agora que a derrota de Antônio Gomide (PT) nas eleições de domingo é líquida e certa, as atenções no PT se voltam para o vereador Tayrone di Martino (PT). O deputado estadual Mauro Rubem afirmou à coluna Giro, do jornal O Popular, que é a favor da expulsão de Tayrone. Por ora, o vereador está apenas suspenso dos quadros do partido.

A maior e mais violenta campanha de baixarias, calúnias e difamação da história das eleições em Goiás termina com Marconi intacto e pronto para a vitória

Eleições, Goiás

Alvo da mais intensa e violenta campanha de ataques da história política de Goiás, o governador Marconi Perillo chegou intacto às vésperas da data da eleição, pronto para a vitória – inclusive com possibilidade de liquidar a fatura no 1º turno. Nunca se viu nada parecido, nem em Goiás, nem em qualquer parte do país.