Veja os 7 erros capitais de Ronaldo Caiado na denúncia vazia em que acusou o governo estadual de cooptar prefeitos

Goiás

Senador do DEM armou um circo para atacar o governo estadual. A estratégia, no entanto, não teve sucesso. Associações de prefeitos e os próprios gestores municipais se voltaram contra Ronaldo Caiado, negando qualquer tipo de chantagem. O discurso de Caiado foi repleto de erros e só revela seu desespero em busca de holofotes.

Em discurso na Câmara, deputado Thiago Peixoto desmascara Caiado e mostra a incoerência do senador

Goiás

Thiago Peixoto (PSD) qualificou o discurso do senador Ronaldo Caiado (DEM) como totalmente incoerente. O deputado federal lembrou que o próprio Caiado vem se reunindo com prefeitos e prometendo benefícios e agora destila discurso de ódio contra o governador Marconi por celebrar parcerias com os gestores municipais.

Encontro regional do PP, com presença de Marconi, praticamente confirma Wilder Morais na chapa da base aliada para eleição de 2018

Goiás

Evento foi realizado na chácara do senador em Nerópolis e reuniu mais de 100 prefeitos. Governador Marconi Perillo afirmou que, em 2018, vai votar em José Eliton governador e em Wilder Morais para o Senado. Declaração é um retrato do peso político que o PP tem hoje na base e assim sobra apenas uma vaga para o Senado, que pode ser do próprio Marconi.

Caiado ficou falando sozinho na questão do apoio de Marconi a prefeitos. Repúdio aos ataques do senador foi total

Goiás

Nem mesmo prefeitos do DEM, partido do senador, apareceram para atestar o discurso sem provas de Ronaldo Caiado contra o governo estadual. Caiado sofreu forte repúdio por parte de associações de gestores municipais e ainda levou um saraivada do vice José Eliton.

Marconi: números mostram que o Brasil está superando a crise, com Goiás desempenhando um papel de ponta na nova arrancada da economia

Goiás

A crise da economia parece se aproximar do fim, mostram as últimas estatísticas divulgadas por órgãos de prestígio como o IBGE: a produção industrial voltou a crescer, assim como a geração de empregos. Para o governador Marconi Perillo, Goiás está tendo papel decisivo nessa nova etapa do desenvolvimento nacional e não por acaso, mas mediante ações e decisões tomadas oportunamente.

Helvécio Cardoso: em Goiás, “PMDB é partido sem projeto, sem vida inteligente desde há muito, nunca vai voltar ao poder e caminha para desaparecer na poeira dos tempos”

Goiás

“O PMDB goiano nunca mais voltará ao poder”. A previsão é do polêmico articulista Helvécio Cardoso, em análise publicada no Diário da Manhã. Para o jornalista, o partido, em Goiás, “já não tem programa, não se pauta por princípios, não possui uma agenda e não tem um discurso racional de oposição”.

Ehh… Goiás, isso aqui é bom demais: economia brasileira volta a esquentar e saldo de empregos criados no Estado no 1º bimestre já é superior à média nacional

Goiás, Nacional

Boa notícia para os goianos: o Brasil voltou a gerar empregos, indicando o fim da crise na economia, com Goiás, como sempre, disparado na ponta. O tabloide O Popular informa, nesta sexta, que as vagas de trabalho criadas no Estado, no 1º bimestre deste ano, são superiores à média nacional. Veja os detalhes.

Veja essa foto, leitor: é a prova de que Marconi conseguiu abrir um novo ciclo para a política em Goiás, através do diálogo civilizado com todas as correntes políticas

Catalão, Goiás

Momento histórico em Catalão, na última quarta-feira: o governador Marconi Perillo e o prefeito Adib Elias, do PMDB, iniciaram um diálogo civilizado, que rompe as barreiras provincianas da radicalização política no município. Eles se encontraram na inauguração de uma ampliação da fábrica de tratores John Deere e foi só festa.

Para o articulista Helvécio Cardoso, candidatura de Daniel Vilela a governador é a “confirmação do viés oligárquico do PMDB: não fosse ele filho de quem é, nunca seria nada”

Eleições, Goiás

“Remendo novo em trapo velho”. É assim que o polêmico Helvécio Cardoso define, no Diário da Manhã, a candidatura de Daniel Vilela a governador, em 2018,. pelo PMDB. Para Helvécio Cardoso, o partido não tem mais nenhuma base social em Goiás e o próprio Daniel é exemplo do seu viés oligárquico “Não fosse filho de quem é, nunca seria nada”.

Sem os holofotes da oposição ao PT, Caiado cria factoide contra o governo estadual, mas toma resposta e se dá mal

Goiás, Nacional

Senador ganhou destaque ao fazer forte oposição aos governos de Lula e Dilma. Com o fim do petismo, Ronaldo Caiado se vê sem palanque. Ao atacar o governo do Estado durante discurso na tribuna do Senado, Caiado levou resposta dura de José Eliton.

Sem consistência, pobre de ideias e mal assessorado, Daniel Vilela não consegue protagonismo e fica de fora da polarização com o governo na corrida sucessória

Eleições, Goiás

Filho de Maguito sofre do mesmo mal que contaminou toda oposição de Goiás nos últimos anos: a pobreza de ideias. Contaminados pelo ódio contra Marconi Perillo, oposicionistas só conseguem verbalizar críticas sem fundamento e sem provas.

Caiado vai a nocaute em primeiro embate direto com José Eliton. Resposta do vice fez senador beijar a lona e repetir discurso vazio e sem provas contra governo

Eleições, Goiás

Vice-governador rebateu categoricamente os ataques do senador Ronaldo Caiado sobre o uso dos recursos da venda da Celg. Caiado hoje fez mais um pronunciamento e voltou a atacar nas redes sociais. Porém, não apresentou nada de novo, só requentando o que havia dito. Resumo é que nesse primeiro combate, o senador foi à lona.

AGM repudia declarações de Caiado sobre cooptação de prefeitos: “Senador deveria fazer melhor uso do mandato”, diz associação em nota oficial

Goiás

Por meio de nota oficial, a Associação Goiana de Municípios (AGM) manifestou repúdio contra o senador Ronaldo Caiado (DEM) pela declarações de que prefeitos goianos estariam sendo cooptados pelo governo de Goiás com recurso oriundos da venda da Celg. “A AGM repudia a inoportuna declaração do senador, que fere quem de fato defende os interesses dos goianos: os prefeitos e seus munícipes”.

Caiado compra briga com prefeitos da oposição ao acusá-los de venais e sugerir que estão à venda. Revolta com o senador é grande

Eleições, Goiás

Desesperado para buscar holofotes e arrumar espaço na mídia, o senador Ronaldo Caiado (DEM) acusou o governo de Goiás de usar dinheiro da venda da Celg para comprar prefeitos. O DEM de Caiado tem apenas 9 prefeitos em Goiás e alguns desses já pensam em migrar para o PSDB.

Tiro no pé: foto de Lúcia Vânia com Caiado aumenta rejeição à senadora na base aliada. Senador foi adversário da maioria dos prefeitos no interior na eleição de 2016

Eleições, Goiás

Os dois viajaram juntos e estiveram em evento do governo federal em Rio Verde esta semana. Depois de ameaçar deixar a base aliada e sinalizar candidatura própria do PSB ao governo de Goiás, Lúcia Vânia espalhou por aí fotos ao lado de Ronaldo Caiado. Claro que a base aliada não gostou.

Caiado passa recibo e atesta crescimento do nome de José Eliton ao tentar pichar a bem sucedida parceria entre governo estadual e prefeitos

Goiás

O vice-governador já começou a receber os prefeitos para alinhar os investimentos que serão realizados com os recursos da venda da Celg. Será Eliton o coordenador de todo este processo. Como o vice é o candidato da base para a disputa do Palácio das Esmeraldas naturalmente entrou no radar de Caiado.

Eliton desmonta discurso fantasioso de Caiado. Vice-governador afirma que senador é oportunista e vive de bravatas inúteis e levianas

Goiás

O vice-governador José Eliton respondeu aos ataques do senador Ronaldo Caiado (DEM) sobre a venda da Celg. No Twitter, Eliton desmontou o discurso fantasioso do parlamentar. Disse que todos os recursos oriundos da privatização serão investidos em obras e benefícios para as cidades goianas e tudo será demonstrado.

José Eliton reage aos ataques sem provas de Caiado sobre venda da Celg: vice-governador cobra respeito aos prefeitos e diz que todos recursos serão aplicados em obras

Goiás

Senador do DEM esteve na tribuna para atacar a privatização da Celg. Sem provas, Ronaldo Caiado acusou o governo de Goiás de usar o dinheiro da venda da Celg para cooptar prefeitos. Vice-governador José Eliton reagiu aos ataques. “O senador Caiado mostra mais uma vez irresponsabilidade ao ir à tribuna do Senado para novamente tentar distorcer a realidade. Os recursos da Celg serão usados para obras estruturantes, que vão garantir um novo salto de desenvolvimento ao Estado”.

Apequenou-se: Caiado leva disputa paroquial de Goiás para o Senado no momento em que a Casa debate temas de relevância, como a polêmica Reforma da Previdência

Goiás, Nacional

A tribuna do Senado foi ocupado na tarde desta quarta-feira por Ronaldo Caiado (DEM). O discurso do senador foi pautado, mais uma vez, pelo processo de venda da Celg. A privatização já foi feita, acompanhada de perto pelo governo federal, e o dinheiro da venda está depositado nas contas do Estado.