Em nota, Ministério Público repudia ação truculenta da Guarda Civil de Iris Rezende contra os professores municipais

Goiânia, Goiás

“Os Centros de Apoio Operacional da Educação e dos Direitos Humanos permanecerão atuantes no caso, reforçando o compromisso da instituição com a tutela dos direitos sociais e individuais indisponíveis, primando pela solução pacífica das adversidades e pela construção participativa da educação de qualidade”, manifestou-se em nota o MP.

Desocupação truculenta contra professores só reforça a imagem de Iris Rezende como perseguidor de servidores

Goiânia, Goiás

No currículo político de Iris Rezende existe a mancha do decretão. Explica-se: nos anos 1980, o peemedebista assumiu o governo do Estado e numa canetada só mandou pro olho da rua cerca de 30 mil servidores estaduais. A fama de perseguidor do servidor colou no peemedebista e agora está sendo reforçada.

Ao lançar mais uma edição do Arraiá de Itumbiara, Marconi anuncia curso de Medicina na UEG do município

Goiás

Durante o lançamento da 13ª edição do Arraiá de Itumbiara (de 24 de junho a 2 de julho), ocorrido nesta quinta-feira, o governador Marconi Perillo anunciou que a instalação de um curso de Medicina na Universidade Estadual de Goiás – UEG – campus daquela cidade, já está consolidada.

Imprensa nacional destaca atuação de Marconi por pactuação em torno de proposta para reformas do governo federal

Goiás

Os principais veículos de comunicação do País destacaram, nesta quarta-feira (26/4), a atuação do governador Marconi Perillo em prol da pactuação, entre União e Estados, de uma proposta de reforma da Previdência que assegure o equilíbrio fiscal do governo federal e das unidades federadas e os regimes de pagamento de benefícios no setor público e privado.

Com Daniel Vilela, PMDB pode ter um candidato ao governo delatado na Lava Jato e tido como um dos coveiros da CLT. O fardo para carregar é pesado…

Eleições, Goiás

O deputado federal Daniel Vilela é (ou pelo menos era) a bola da vez dentro do PMDB para ser o candidato ao governo em 2018. O problema é que os obstáculos para o filho de Maguito estão se mostrando bem ardilosos.

Coveiro da CLT: na Comissão da Reforma Trabalhista, Daniel Vilela fica ao lado dos empresários e contra os trabalhadores

Goiás

Presidente da Comissão da Reforma Trabalhista, que aprovou o relatório que muda as leis trabalhistas, o deputado goiano Daniel Vilela (PMDB) comemorou o resultado e gravou até vídeo para as redes sociais. O filho de Maguito ficou do lado dos empresários. Isso vem fazendo com que ele seja chamado de “coveiro da CLT”.

Onda de outsiders na política, que tem em João Doria seu maior exemplo no Brasil, ainda não chegou a Goiás por falta de nomes capazes de simbolizar o “diferente” e uma “nova prática diante de tudo que está aí”

Goiás, Nacional

Em um momento em que a classe política brasileira enfrenta a rejeição da sociedade, abre-se campo para o surgimento dos outsiders – simbolizados pelo prefeito de São Paulo, João Doria, que representa o “diferente” e uma nova prática diante de “tudo o que está aí”. Em Goiás, nas eleições do ano que vem, podemos ter um outsider?

Santa Cruz não dá o nome, mas diz no Diário da Manhã que “um governador de Goiás ganhou tanta doação financeira que, com a sobra, comprou fazenda no Mato Grosso derramando de gado”

Goiás, Imprensa

No artigo que publicou no Diário da Manhã, o polêmico jornalista Carlos Alberto Santa Cruz faz uma denúncia, embora sem dar nome aos bois: diz que um governador de Goiás ganhou tanto dinheiro com doações de campanha que comprou uma fazenda no Mato Grosso, cheia de gado. Veja.

Daniel Vilela posta vídeo comemorando aprovação do texto da Reforma Trabalhista na Comissão e, claro, sofre mais um vomitaço nas redes sociais

Goiás

A justificativa é que a Reforma Trabalhista vai modernizar as leis do trabalho. Mas, não é o que acham sindicatos, entidades e trabalhadores. O texto praticamente rasga a CLT e fortalece os chamados acordos coletivos. Daniel Vilela era o presidente da Comissão Especial e fez tudo para acelerar a votação na tarde de hoje.

Abatido com a delação da Odebrecht, Daniel Vilela sofre para comandar a Comissão da Reforma Trabalhista. Críticas dos deputados são pesadas ao projeto que desfigura a CLT

Goiás, Nacional

O filho de Maguito preside a Comissão e é muito entusiasta do projeto. O deputado federal goiano até tentou acelerar a votação do relatório, mas as discussões estão travando o andamento.

Coveiro da CLT, Daniel Vilela acelera trabalhos da Comissão para votar Reforma Trabalhista, que tira direitos do trabalhador

Goiás, Nacional

O deputado goiano Daniel Vilela (PMDB) comanda neste momento a sessão da Comissão da Reforma Trabalhista para já encaminhar a proposta de lei que pretende mudar as leis trabalhistas. Daniel está acelerando as ações e caminhando rapidamente para ser o grande coveiro da CLT

Renovação, mas em casa: Maguito (investigado na Lava Jato) diz que é hora dos jovens na política. E quem ele indica? Seu próprio filho, Daniel (também investigado na Lava Jato)

Eleições, Goiás

O ex-prefeito de Aparecida Maguito Vilela defende a renovação na política de Goiás. “É hora dos jovens”, diz ele ao Diário da Manhã, mas com uma ressalva: o “jovem” que ele indica para representar essa “renovação” é o próprio filho, o deputado federal Daniel Vilela. Ambos, pai e filho, são investigados pela Operação Lava Jato.

“Explicações” de Maguito e Daniel sobre delações da Odebrecht dão a impressão de preocupação com o ex-auxiliar Carlos Eduardo, intermediário das propinas

Goiás

Maguito Vilela e seu filho Daniel deram, até agora, “explicações” muito resumidas e sucintas para a acusação dos ex-executivos da Odebrecht, de que foram destinatários de propinas. Pior: os dois não mencionam o nome do ex-secretário de Finanças de Aparecida, Carlos Eduardo de Paula, intermediário junto à empreiteira. Por que eles não confrontam Carlos Eduardo?

Desde 11 de abril, quando saiu a lista de Fachin, Daniel Vilela, sempre ativo nas redes sociais, só fez 4 postagens no Twitter, uma no Instagram e uma no Facebook

Goiás

Daniel Vilela, sempre tão ativo nas redes sociais, reduziu a quase zero a sua atividade no Twitter, Instagram e Facebook desde que, em 11 de abril, apareceu na lista do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, como investigado por receber propinas da Odebrecht. O silêncio do deputado incomoda até seus aliados.

Com Maguito e Daniel Vilela queimados, José Nelto surge no PMDB como alternativa de candidatura ao governo em 2018

Eleições, Goiás

O ex-prefeito Maguito Vilela e seu filho, o deputado federal Daniel Vilela, foram atingidos em cheio pela delação da Odebrecht e vão sofrer inquérito no STF. São suspeitos de terem recebido dinheiro, via caixa 2, em campanhas eleitorais.

Em ato falho, Maguito (citado por receber propinas da Odebrecht e com 10 processos por improbidade administrativa nas costas) diz ao Diário da Manhã que, “honestamente, não quero disputar o governo”

Goiás, Imprensa

Em ato falho, Maguito Vilela diz ao Diário da Manhã, nesta terça, que “honestamente, não quero disputar o governo”. De fato, “honestamente” não dá mesmo: Maguito desponta nas delações da Odebrecht por receber propinas como prefeito de Aparecida e também responde a 10 processos por improbidade administrativa.

Marconi anuncia pacote histórico de benefícios para a educação: reajuste salarial para professores, vale-alimentação e abertura de concurso público

Goiás

Entre os benefícios anunciados nesta segunda-feira estão a criação de vale-alimentação de R$ 500 mensais e aumentos salariais de 7,64% para os professores efetivos, de 21% para servidores técnico-administrativos e de 34% para os temporários. Marconi ainda comunicou a realização de novo concurso público para contratação de 900 professores e 100 servidores técnico-administrativos.

Jornalistas Altair Tavares e Vassil Oliveira afirmam que balanço das missões comerciais liderada pelo governador Marconi é positivo

Goiás, Imprensa

Comentarista do programa ancorado por Altair Tavares, na Rádio Vinha FM, Vassil Oliveira disse ser importante para a gestão a busca de investimentos fora do País. Afirmou que Goiás tem colhido frutos desta política de prospecção, tendo em vista as multinacionais que foram e que serão instaladas no Estado.