Deputado Adib Elias ataca prefeitos que migraram – ou migrarão – para base aliada: “Não farão falta”

Goiás

O deputado estadual Adib Elias (PMDB) desdenha dos prefeitos de seu partido que estão de mudança – ou já se mudaram – para a base aliada ao governador Marconi Perillo (PSDB). Em declarações ao jornal semanário Tribuna do Planalto, Adib afirma que eles são dispensáveis para oposição. “Fazem parte da pior geração de prefeitos da história de Goiás”, diz.

Faleiros anuncia que 5 Organizações Sociais já solicitaram qualificação para atuar na gestão das escolas estaduais. E há mais a caminho

Goiás

O secretário extraordinário Antônio Faleiros, encarregado de comandar a transferência de atividades do governo do Estado para o sistema de gestão através das Organizações Sociais, anunciou que 5 OSs já solicitaram qualificação para participar do chamamento para assumir as escolas estaduais. A secretária Raquel Teixeira dizia que não havia OSs interessadas.

Na rádio 730, delegado Waldir defende afastamento de Jayme Rincón até o fim das investigações na Agetop

Goiás

Em entrevista à rádio 730 AM na manhã desta sexta-feira, o deputado federal Delegado Waldir (PSDB) defendeu o afastamento de Jayme Rincón da presidência da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop) até o fim das investigações do Ministério Público, que descobriu um esquema de fraude em licitações do órgão.

Laerte: “Queria saber por que a área de urbanismo do Ministério Público tá caladinha caladinha sobre o caso das pastinhas”

Câmara de Vereadores, Goiânia, Goiás

Por que o Ministério Público ainda não se manifestou a respeito da suspeita de corrupção na liberação de alvarás para grandes empreendimentos em Goiânia? Por que a promotoria ainda não abriu a sua própria frente de investigação? Quem fez essas perguntas pergunta, no Twitter, foi o jornalista Laerte Júnior (rádio Difusora AM).

Mineiros, cidade do secretário Leonardo Vilela, é a terceira no ranking da dengue em Goiás

Goiás

O mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde traz uma informação curiosa: Mineiros, principal reduto político do ex-deputado federal e hoje secretário Leonardo Vilela, está em terceiro no vergonhoso ranking da dengue em Goiás. O município está empatado com Trindade com quatro mortes causadas pela doença.

Jornal O Hoje: mesmo com estiagem, número de casos de dengue cresce 65% em Goiás

Goiás

É péssima – e ao mesmo tempo inusitada – a notícia que vem do último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado na quinta-feira: apesar da forte estiagem que atinge a região Centro Oeste, foram confirmados mais de 73 mil casos durante o período de 4 de janeiro a 15 de agosto. Outros 124 mil casos estão sendo investigados.

Deputado ataca construtoras sob investigação da Câmara de Vereadores: “É tudo quadrilha! Tem que ir tudo preso”

Câmara de Vereadores, Goiânia, Goiás

Entre os empreiteiros convocados a depor está Lourival Louza Júnior, do Grupo Flamboyant. Também consta na lista Luiz Antônio Ludovico, que além de representar a Construtora Tenda foi secretário de Comunicação na gestão do ex-prefeito Iris Rezende (PMDB).

Imprensa nacional repercute críticas de Ana Carla a Joaquim Levy e ao ajuste fiscal do governo federal, na reunião do Confaz

Goiás, Nacional

Todos os grandes jornais brasileiros repercutem nesta sexta as declarações da secretária da Fazenda Ana Carla Abrão Costa, em reunião do Confaz, na quinta. A titular da Sefaz atacou o governo federal por impor o custo do ajuste fiscal aos Estados e disse que a crise não será superada sem que Brasília atenda às demandas estaduais.

Para camuflar o domínio quase tirânico de Iris sobre o PMDB, aliados defendem tese de que partido “depende” do velho cacique para 2016

Eleições, Goiânia, Goiás

As repetidas candidaturas de Iris Rezende a prefeitura e ao Governo são efeito da desestruturação do PMDB, como sugere o prefeito de Aparecida, Maguito Vilela, a O Hoje nesta sexta-feira. A bem da verdade, são os desmandos do velho cacique que sufocaram o aparecimento de novas lideranças no partido.

Além do Executivo, Lei de Responsabilidade Fiscal estadual enquadra Legislativo e Judiciário. É sinal de que vem polêmica por aí

Goiás

A ideia da secretária da Fazenda Ana Carla Abrão Costa de transformar Goiás no primeiro Estado brasileiro a dispor de uma Lei de Responsabilidade Fiscal é pra lá de polêmica, conforme diz, na coluna Giro, em O Popular, nesta sexta, o presidente da Assembleia, Hélio de Sousa. Além do Executivo, Legislativo e Judiciários serão “enquadrados” pela lei de Ana Carla.

Hashtag #marchadospixulecos faz sucesso nas redes sociais em dia de “manifestações” esvaziadas do PT, CUT e MST

Goiás, Nacional

Vexame: as manifestações do PT, CUT e MST em defesa do desastre Dilma Rousseff acabaram em fiasco. Quase ninguém apareceu para defender o mar de lama em que os petistas transformaram o país. Nas redes sociais, fez sucesso a hastag #marchadospixulecos.

Marcos Musse, preso na Operação Compadrio, (mas já solto por habeas-corpus), pede demissão do cargo de diretor Agetop

Goiás

Engenheiro José Marcos Musse apresentou carta de exoneração de seu cargo de diretor de Obra Rodoviárias da Agetop. Pedido foi aceito pelo presidente da agência, Jayme Rincón. Musse ganhou habeas corpus ontem após ser preso durante a Operação Compadrio. A investigação apura desvio de dinheiro público na agência por meio de empresas fantasmas.

Depois de levar bronca telefônica de Irapuan, Adib Elias se retrata de acusações feitas a empresa do filho do ex-governador

Goiás

Depois de acusar a Ética Construtora, que pertence a um filho da senadora Lúcia Vânia e do ex-governador Irapuan Costa Júnior, de levar vantagens em contratos com a Agetop, o deputado estadual Adib Elias, do PMDB, voltou atrás e se retratou. Ele recebeu um telefonema de Irapuan, esclarecendo os fatos. A bronca funcionou.

Show de horror: José Nelto é uma tragédia nas redes sociais e agora inventa a palavra “impitima”

Goiânia, Goiás

Twitter do peemedebista é uma das coisas mais bizarras dos últimos tempos: agressões gratuitas, palavrões, ofensas e, sem contar, os insultos à língua portuguesa. Desmoralização total para um homem eleito deputado estadual e que representa milhares de goianos na Assembleia Legislativa.

Além de feijoada e site supostamente de amigos, mais um subterfúgio de Lúcio Flávio: propaganda eleitoral disfarçada de “palestras”

Goiás

Para driblar a proibição de propaganda eleitoral antes do registro das chapas, o candidato oposicionista Lúcio Flávio Paiva viaja pelo interior supostamente para ministrar “palestras”, mas na verdade para vender a sua candidatura. Veja a foto, leitor: o banner traz a foto de Lúcio Flávio e os slogans da sua campanha.

Maioria dos prefeitos goianos não tem política de comunicação e acredita que arroz com feijão (limpar a cidade e tapar buracos) pode definir a próxima eleição

Goiás

A maioria das Prefeituras goianas não tem obras de expressão ou projetos capazes de atender as demandas da comunidade e acha que fazer o rotineiro dá votos. O resultado é um panorama de mediocridade administrativa, que vai levar a derrotas acachapantes dos atuais gestores municipais em 2016. Comunicação? Nos municípios, ninguém sabe o que é isso.

Sucesso na internet, Revista Bula conquista 1 milhão de seguidores no Facebook

Goiás, Imprensa

Depois de atingir 6 milhões de acessos em seu site, a Revista Bula bate outra marca importante. O perfil da página cultura no Facebook acaba de bater 1 milhão de seguidores, número que coloca a revista como o site de mídia do Centro-Oeste com mais curtidas na rede social.

No DM, colunista Pampinha pergunta por que Caiado participa dos protestos em São Paulo e não em Goiânia???

Goiás, Imprensa

Colunista Luiz Augusto Pampinha questiona nesta terça-feira, no Diário da Manhã, o posicionamento político de Caiado diante dos protestos. O senador goiano nunca fica aqui na Capital para gritar contra Dilma e prefere caminhar na Avenida Paulista.

Que paranoia é essa? Revista Época afirma que Caiado usou 5 seguranças para participar do protesto na Avenida Paulista

Goiás

Senador Ronaldo Caiado abandonou a turma da Praça Tamandaré e preferiu desfilar no protesto realizado na Avenida Paulista, em São Paulo. Matéria no site da revista Época afirma que Caiado estava cercado por cinco seguranças durante a manifestação.