“É um outro Iris esse que aí está. É como se fosse um Iris fake, um substituto com cara idêntica, mas com conteúdo nitidamente diferente, pequeno, acanhado e desanimado”

Goiânia, Imprensa

Para o comentarista político Afonso Lopes, em artigo no Jornal Opção, é surpreendente o mau desempenho de Iris Rezende na prefeitura de Goiânia. Afonso Lopes chega até a metaforizar a situação: “É um outro Iris esse que está aí. É como se fosse um Iris fake”, escreve.

Afonso Lopes, no Jornal Opção: “Gestão pífia de Iris é complicador para a oposição em 2018. Não deu certo até aqui e dificilmente terá a imagem recuperada a tempo”

Eleições, Goiânia, Goiás, Imprensa

O experimentado comentarista político Afonso Lopes afirma que o desastre inicial da gestão de Iris aprofundou-se de tal maneira que se torna impossível uma recuperação a tempo de ajudar a oposição nas eleições do ano que vem. “A gestão de Iris deveria ser a grande vitrine administrativa dos oposicionistas, mas não deu certo”, analisa.

Santacruz: “DEM de Caiado é apenas uma ata encardida que ele carrega debaixo do braço. Não tem diretórios, deputados e seus poucos vereadores ou prefeitos apoiam Marconi”

Eleições, Goiás, Imprensa

Em novo artigo no Diário da Manhã, edição deste domingo, o polêmico Carlos Alberto Santacruz dispara a sua artilharia verbal contra o senador Ronaldo Caiado, que, segundo ele, “continua não gostando de pobres e pretos, nem das minorias” e “vive de xingar o governo Marconi espumando e rangendo os dentes de raiva”.

Mais Delegado Waldir sobre a gestão de Iris: “Há colapsos na saúde e educação. As notícias da Comurg são péssimas. E as máquinas estão dormindo”

Goiânia, Imprensa

Delegado Waldir (PR) quando aparece resolve falar sem papas na língua. No Jornal Opção, o deputado federal opinou sobre os primeiros três meses de gestão de Iris Rezende (PMDB). Waldir não poupou críticas ao velho cacique.

Pior é impossível: Delegado Waldir fala ao Jornal Opção e diz que os 100 dias de Iris na prefeitura são desastrosos

Goiânia, Imprensa

“Posso dizer que milhares de pessoas estão com vergonha de informar que moram em Goiânia, dado o quadro caótico. Iris Rezende, não está percebendo a rapidez dos tempos modernos, e demora demais a tomar decisões”, disse o deputado federal do PR.

Reportagem da Record TV mostra como o transporte coletivo de Goiânia é ruim. E o prefeito Iris Rezende ainda é a favor do aumento abusivo da passagem para R$ 4,00

Goiânia, Imprensa

Basta assistir aos telejornais goianos para ver a ruindade do transporte coletivo da Capital. A Record TV Goiás fez mais uma reportagem sobre a dificuldade que o usuário enfrenta todos os dias.

“Cadê o velho e bom Iris?”, pergunta o jornalista Vassil Oliveira no site Diário de Goiás. E acrescenta: “Há a percepção de que a administração ainda não engatou”

Goiânia, Imprensa

Espelhando a quebra de expectativa com a administração de Iris Rezende na prefeitura de Goiânia, que o próprio velho cacique peemedebista prometeu como atuante a partir do primeiro dia, mas caminha em marcha-lenta, o comentarista Vassil Oliveira pergunta, no site Diário de Goiás: “Cadê o bom e velho Iris?”. Pois é: sumiu.

Segundo Vassil Oliveira, oposição não deveria se entusiasmar com pesquisa mostrando baixa aprovação de Marconi em Goiânia: “Não tão bem na capital, muito bem no restante do Estado”

Goiânia, Goiás, Imprensa

Análise do comentarista Vassil Oliveira, no site Diário de Goiás, mostra que o governador Marconi Perillo venceu todas as eleições que disputou para o governo do Estado mesmo sem ganhar especificamente em Goiânia. Por isso, escreve o jornalista, a oposição não deveria comemorar a recente pesquisa Serpes que mostrou baixa aprovação do tucano na capital.

Vassil Oliveira diz que “Maguito até fala que o filho Daniel deve ser o candidato a governador pelo PMDB, mas trabalha mesmo é por seu nome”

Goiás, Imprensa

“A movimentação, as conversas, tudo alimenta a ideia de que Maguito Vilela arma para, lá na frente, se apresentar como nome capaz de unir o PMDB e os outros partidos da oposição”, escreve o comentarista político Vassil Oliveira.

Livro de Iuri Godinho sobre o comício das Diretas Já em Goiânia omite informação essencial: só aconteceu porque Iris, então governador, investiu pesadamente recursos públicos no evento

Goiás, Imprensa

O livro do publicitário Iuri Godinho sobre o histórico comício das Diretas Já, em 12 de abril de 1984 em Goiânia, não se aprofunda sobre uma questão importante: quanto custou e quem pagou a conta? Na verdade, o comício só foi possível porque o então governador Iris Rezende investiu recursos públicos na sua realização. Causa justa, mas solução inadequada.

Artigo do cientista político Pedro Célio, em O Popular, beira a desonestidade intelectual ao focar a corrupção, mas não citar o PT e sua monumental roubalheira

Goiás, Imprensa

Artigo do professor e cientista político Pedro Célio Alves Borges, em O Popular, verbera a corrupção generalizada no Brasil, mas só cita casos que não têm nada a ver com o PT – partido que elevou a roubalheira nacional à condição de destaque mundial nos últimos 13 anos. Veja porque o artigo se constitui em um caso explícito de desonestidade intelectual.

Giro revela que Daniel Vilela está com dores. Só faltou dizer que pode ser dor de cotovelo pelas obras do governo Marconi

Goiás, Imprensa

A coluna Giro, em Popular, que virou uma espécie de boletim da vida pessoal e profissional de Daniel Vilela, revelou que o deputado está dodói. O blog alerta que pode ser cotovelo. Danielzinho não engoliu muito bem o lançamento do programa Goiás na Frente.

No DM, Helton Lenine afirma que falta de pontuação nas pesquisas, ausência de experiência administrativa e rejeição dos iristas conspiram contra Daniel Vilela em 2018

Eleições, Goiás, Imprensa

Avaliação do veterano repórter político Helton Lenine, no Diário da Manhã, considera que a candidatura de Daniel Vilela a governador, pelo PMDB, começa com um trunfo de primeira – “É novo” – e algumas desvantagens: “Sem experiência administrativa, não aparece bem nas pesquisas e tem contra si o grupo de Iris Rezende, que prefere Ronaldo Caiado”.

Depois de 3 dias sem Daniel Vilela, coluna Giro compensa a ausência citando o peemedebista 2 vezes nesta quarta, uma delas para dar uma “importante” notícia: ele está gripado

Imprensa

A foto mostra o pré-candidato a governador pelo PMDB, Daniel Vilela, em prosa em o titular da coluna Giro, em O Popular, Jarbas Rodrigues. A cada 2 dias, Giro mantém o hábito de publicar notas sobre o peemedebista, nome disparadamente mais citado no mais nobre espaço da imprensa goiana. E olha só que notícia “importante”: Daniel está gripado, informa a coluna.

Impasse entre prefeitura de Goiânia e médicos temporários já dura 15 dias. TV Anhanguera mostra que o sofrimento dos pacientes nos Cais só aumenta

Goiânia, Imprensa

Já são 15 dias de caos extremo na saúde municipal de Goiânia. O impasse entre prefeitura e médicos temporários parece não ter solução. O prefeito Iris Rezende (PMDB) não faz nada e apenas assiste ao espetáculo de horror.

Para o secretário de Segurança conferir: enquete em O Popular mostra que 89% dos leitores querem pelo menos um policial de guarda em cada escola de Goiânia

Goiânia, Imprensa

89% dos leitores de O Popular que votaram em enquete promovida pelo jornal são a favor da presença de pelo menos um policial, em caráter permanente, na guarda das escolas públicas de Goiânia – que estão sendo alvo de uma onda de assaltos e violência. O secretário de Segurança, Ricardo Balestreri, continua minimizando as ocorrências e diz que vai resolver com um programa de conscientização chamado Escola da Paz.

Caiado mente em pílula eleitoral ao falar que Goiás está quebrado. Pagamento do servidor está em dia e serviços funcionam normalmente

Goiás, Imprensa

Estão exibidas na TV pílulas eleitorais do DEM, onde o senador Ronaldo Caiado faz críticas ao governo do Estado. Agressivo e apostando novamente no discurso ódio, Caiado diz que o Estado está quebrado, sugerindo um cenário de terra arrasada.

Helvécio Cardoso, no DM: “PMDB ainda acredita em oposição à moda antiga, com insultos ao governante, ofensas morais e incapacidade para propor alternativas”

Goiás, Imprensa

Para o polêmico articulista Helvécio Cardoso, em mais um artigo inflamado no Diário da Manhã desta terça, o PMDB perde eleições há quase 20 e caminha para a sexta derrota, em 2018, para não reformule o seu jeito de fazer política. “O partido faz oposição à moda antiga”, diz. Veja os detalhes.