Marconi visita Campus High Tech, em Eindhoven, e projeta parcerias para o Inova Goiás

Ao visitar nesta segunda-feira o Campus High Tech de Eindhoven, na Holanda, o governador Marconi Perillo observou que o governo de Goiás está no caminho certo com o lançamento, há dois meses, do projeto de inovação tecnológica de Goiás – Inova Goiás. Marconi aproveitou para alinhar parcerias entre o governo estadual e a instituição holandesa.

Em Bruxelas, após reunião com Marconi, diretores de gigante do setor farmacêutico anunciam fábrica em Anápolis

A gigante belga do setor farmacoquímico Gerresheimer anunciou nesta sexta-feira, durante reunião dos empresários da empresa Wellington Lentini e Jens Christian Friis com o governador Marconi Perillo, em Bruxelas, a implantação de uma nova fábrica de grande porte em Anápolis. A companhia vai investir R$ 180 milhões na construção e operação da planta em Goiás, em duas fases – R$ 60 milhões de imediato, na primeira, e R$ 120 milhões na segunda fase.

Em Berlim, Marconi mostra potencialidades de Goiás para mais de 100 grandes empresários

As potencialidades de Goiás voltaram a ser destaque fora do país. Dando continuidade à missão comercial na Europa, o governador Marconi Perillo participou em Berlim, na Embaixada do Brasil, nesta terça-feira, de Seminário sobre Promoção de Investimentos em Goiás. O evento reuniu mais de 100 grandes empresários, que demonstraram interesse no Estado.

Em reunião com Marconi na Alemanha, empresários alemães demonstram interesse em investir na Ferrovia Goiânia-Brasília e reforçar intercâmbio comercial

Governador dedicou a agenda de trabalho da missão comercial à Europa, nesta segunda-feira, em Berlim, a reuniões com autoridades e empresários do setor logístico da Alemanha. Marconi apresentou as oportunidades, obras e projetos do Estado de Goiás no setor e ouviu manifestações de interesse dos alemães pela proposta de implantação da Ferrovia Brasília-Goiânia e pela utilização da Plataforma Logística Multimodal e do Aeroporto de Cargas de Anápolis para o intercâmbio comercial.

Em Madri, Marconi mostra potencial de Goiás e embaixador diz que governador é um dos políticos mais influentes do Brasil

Em Madri, na manhã desta sexta, o governador Marconi Perillo apresentou a palestra sobre “Encontro de Oportunidades de Negócios e de Investimentos em Goiás” durante um Seminário de Negócios. Embaixador do Brasil na Espanha, Antônio Simões disse que o governador Marconi Perillo é um dos políticos mais destacados, influentes e atuantes do Brasil.

Vídeo: Embaixadora do Brasil na Colômbia elogia gestão pública do governo de Goiás

Maria Elisa de Bittencourt Berenguer destacou nesta sexta-feira (2), em Bogotá, que “Goiás é um dos estados mais pujantes em termos de economia e que busca sua internacionalização”. Os elogios de Elisa aconteceram em seminário realizado para estreitar as relações comerciais entre Goiás e Colômbia. A missão goiana é chefiada pelo vice-governador José Eliton.

Entrou mudo, saiu calado: Prefeitura diz que Paulo Garcia “debateu” no Vaticano, mas em todas as fotos ele aparece com fone no ouvido e a boca fechada

Ao contrário do que dizem os releases da Prefeitura, Paulo Garcia entrou mudo e saiu calado durante os dois dias em que esteve no Vaticano. Nenhuma foto mostra o prefeito debatendo ou falando, mas apenas sentado, nos fundos do auditório onde o papa fez uma palestra, e atrás de uma bancada, com fones de ouvido. Em silêncio, é claro.

Foto documenta o fiasco em Roma: relegado a um lugar no fundo do auditório, isso foi mais perto que Paulo Garcia chegou do papa Francisco

Eis aí, leitor amigo, a foto que documenta o monumental fiasco da viagem de Paulo Garcia em Roma, que, segundo a invenção dos comunicólogos da Prefeitura, incluiria um “encontro” com o papa Francisco para debate a sustentabilidade no mundo. Mas a dura realidade é que relegaram o prefeito aos fundos do auditório e ele mal viu o papa.

Responde aí, leitor: o que Anselmo Pereira e Jeovalter Correia foram fazer no Vaticano, com passagens e estadia por conta dos contribuintes goianienses?

Se já é difícil explicar a viagem do prefeito Paulo Garcia ao Vaticano, o que se pode dizer do presidente da Câmara, Anselmo Pereira, e do secretário municipal de Finanças, Jeovalter Correia, que também se mandaram para Roma, com passagens e estadia custeadas pelos combalidos cofres da Prefeitura de Goiânia?

O Popular, o mais importante jornal de Goiás, não dá uma linha sobre Paulo Garcia no Vaticano (onde viu o papa de longe)

O jornal O Popular, o principal veículo de comunicação de Goiás, ignorou a viagem do prefeito Paulo Garcia ao Vaticano e, nesta quarta, não dá nem uma única linha sobre o assunto. Mas, também, o fiasco foi grande. O prefeito só teve a chance de ver o papa, de longe, em um auditório com mais de 300 pessoas. E só.

Mauro Rubem diz que vai liderar protesto da CUT em Brasília. Se em Goiânia ele não reúne 10 gatos pingados, imagina lá…

Ex-deputado promete liderar protesto contra a política econômica da presidente Dilma (que ele acusa de estar se afastando do PT) na porta do Ministério da Economia (que, na verdade, se chama Ministério da Fazenda). Imagine só, leitor, a preocupação de Dilma quando souber da movimentação de Mauro Rubem.

Viagem ao Vaticano serviu apenas para Paulo Garcia “ter a honra de ouvir pessoalmente o papa” e mesmo assim em italiano e de muito longe

Foi para isso, ou seja, para se sentar no meio dessa multidão e ver o papa Francisco de longe, falando em italiano, que o prefeito Paulo Garcia foi a Roma levando uma batelada de assessores por conta dos cofres públicos. Para piorar as coisas, o papa falou em italiano e, lógico, o prefeito não entendeu nada. Mas, mesmo assim, Paulo Garcia ficou “muito honrado”.

Virou piada: depois de ver o papa à distância, Paulo Garcia entrega o presente que levou para um auxiliar do Santo Padre

Fiasco total: sem conseguir ver o papa Francisco de perto, o prefeito Paulo Garcia foi obrigado a entregar a um auxiliar do Vaticano o presente – um quadro de Siron Franco – que levou para o chefe da Igreja Católica. Até agora, Paulo Garcia só teve uma oportunidade, e rápida, para ver Francisco, porém de muito longe.

Fiasco no Vaticano: como um a mais na multidão, Paulo Garcia vê o papa de longe. Até agora, é só isso e nada mais

Apesar do esforço da assessoria de comunicação da Prefeitura de Goiânia tentando caracterizar a viagem de Paulo Garcia ao Vaticano como um convite para se encontrar com o papa e discutir o futuro da humanidade, Paulo Garcia só teve uma chance de ver o Santo Padre de longe e mais nada. Até agora, não deu nem para tirar uma fotinha.