Grande São Paulo: 6 cidades já reduziram as tarifas de ônibus por conta da desoneração fiscal

Assim que entrou em vigor a Medida Provisória do Governo Federal que retirou a cobrança do PIS e do Cofins lançada sobre o faturamento das empresas de transporte coletivo, seis municípios da Grande São Paulo reduziram imediatamente o valor da passagem na proporção da desoneração fiscal da MP.

São eles: Santo André, São Bernardo do Campo, Mauá, Ribeirão Pires, Diadema e Guarulhos.

Em Goiânia, a tarifa continua sendo cobrada com base na inclusão desses dois impostos que, uma vez não sendo recolhidos, irão para os cofres das empresas de ônibus.

O prefeito Paulo Garcia (PT), em sua conta no Twitter, já avisou que não vai ser fácil: “Esse assunto tem de ser olhado com responsabilidade”, disse Sua Excelência.

 

LEIA MAIS:

Na TV, Paulo Garcia defende reajuste da tarifa de ônibus em Goiânia. Veja entrevista

Ganha Tempo, jogada das empresas que Paulo Garcia assumiu, foi criado para tentar manter a tarifa em R$ 3

Ao anunciar bilhete único, Paulo Garcia colocou a crise do transporte no colo e mostrou que ele não quis reduzir tarifa

Ulisses Aesse: Paulo Garcia não quis baixar preço da tarifa de ônibus em Goiânia

Pelo Face de O Popular, internautas dizem que bilhete único de Paulo Garcia “é mais uma embromação”

Fio Direto: Paulo Garcia já está sendo comparado com ex-governador Alcides Rodrigues

Para não responder sobre aumento da passagem, Paulo Garcia some do twitter

O Popular confirma que “bilhete único” de Paulo Garcia é jogada dos donos de empresas de ônibus

Sitpass não dará direito aos três trajetos em duas horas anunciados por Paulo Garcia

Deboche: Paulo Garcia anuncia bilhete que já existe como “resposta” para crise do transporte coletivo

Solução de Paulo Garcia para crise do transporte coletivo é “esperta” e só ajuda as empresas