Para o Jornal Opção, pecuaristas vão dar o troco em Friboi na disputa eleitoral de 2014

Veja nota do Jornal Opção sobre a relação de Júnior Friboi e os pecuaristas goianos:

Pecuaristas darão o troco a Júnior do Friboi na disputa de 2014

Júnior do Friboi pode sofrer boicote dos produtores rurais
Se no caminho de Carlos Drummond de Andrade havia uma pedra, no caminho de Júnior do Friboi há, não uma pedra, mas várias — uma das principais são os pecuaristas de Goiás. O pré-candidato do PMDB a governador do Estado pode menosprezá-los, por não avaliá-los como politicamente fortes. Mas pode estar cometendo um grande equívoco. Os pecuaristas, e não apenas os de Goiás, não são mais aqueles fazendeiros latifundiários de outrora. Agora, são empresários modernos e, não raro, com negócios diversificados.

Numa campanha política, como se julgam prejudicados pelos frigoríficos — a família Batista é sempre criticada pela cartelização e aviltamento do preço da carne —, os pecuaristas vão se posicionar firmemente contra Júnior do Friboi. Este, embora seja o integrante menos proeminente da família Batista, possivelmente sentirá na carne os efeitos do forte contencioso entre o JBS Friboi e os criadores de gado.

Nos debates, o JBS tenta se posicionar como o setor moderno e a apontar os pecuaristas como o setor arcaico, o que não procede. E há outro problema que Friboi não observa: o pecuarista às vezes também é produtor de grãos — o que multiplica ainda mais suas arestas.