Mauro Rubem e d. Iris nos protestos estudantis… brincadeirinha do blog, eles nunca foram

O deputado estadual Mauro Rubem (PT) e a deputada federal dona Iris Araújo (PMDB) não apareceram em nenhum dos cinco protestos de rua organizados pelos estudantes para reclamar do aumento abusivo da tarifa de ônibus.

As manifestações promovidas pelos estudantes foram um sucesso de mobilização e receberam ampla cobertura da mídia. Mesmo com os excessos que foram praticados, acabaram mostrando espontaneidade e força, obrigando a Prefeitura de Goiânia a se mexer e colocando as empresas de ônibus na defensiva.

Mas os políticos que se autoproclamam combativos e bravos líderes populares, a exemplo de Mauro Rubem, que chama o seu mandato de deputado de “mandato popular”, não deram as caras e se omitiram vergonhosamente.

Claro que por conveniência: o alvo dos protestos, em grande parte, foi o prefeito Paulo Garcia, a quem compete a primazia da gestão do transporte coletivo em Goiânia. Paulo é do PT, mesmo partido de Mauro e aliado do PMDB, partido de d. Iris.

Na bem humorada montagem fotográfica feita por um dos colaboradores do blog 24 Horas, eis aí – e só assim – Mauro Rubem e dona Iris ao lados dos estudantes, reclamando do aumento extorsivo da tarifa de ônibus.

Recebam como homenagem.

 

LEIA MAIS:

Já são cinco manifestações estudantis e dona Iris e Mauro Rubem não foram a nenhuma

Omissão imperdoável: Mauro Rubem não se manifesta sobre protestos nem aumento da tarifa

Estudantes enfrentam a polícia nas ruas: cadê Mauro Rubem, Marina, Major Araújo, Daniel Vilela, dona Iris…? Cadê vcs?

Pelo Face de O Popular, internautas dizem que bilhete único de Paulo Garcia “é mais uma embromação”

Para não responder sobre aumento da passagem, Paulo Garcia some do twitter

O Popular confirma que “bilhete único” de Paulo Garcia é jogada dos donos de empresas de ônibus

Solução de Paulo Garcia para crise do transporte coletivo é “esperta” e só ajuda as empresas

Estudantes fazem protesto pacífico nas ruas do Centro e culpam Paulo Garcia e CMTC pelo aumento da tarifa