Filemon deixa de ser jornalista, assume o ódio por Marconi e vira militante do PMDB em redes sociais

Diretor de Redação do jornal Tribuna do Planalto, o jornalista Filemon Pereira, num gesto de coragem e destemor de cobrança, assumiu o papel de militante do PMDB nas redes sociais, em especial no Twitter.

Filemon já assessorou o ex-prefeito Iris Rezende e a deputada Iris Araújo, mas mantinha-se num território neutro, fazendo comentários como condiz a um jornalista, digamos, imparcial.

Nas últimas semanas, porém, ele escancarou um verdadeiro ódio contra o governador Marconi Perillo e usa de seu perfil no Twitter para disparar ataques e mais ataques contra o governo, não reservando nenhuma linha de sua verve crítica ao prefeito Paulo Garcia ou outros políticos, especialmente do PMDB.

Em vez de condenação, Filemon merece elogios ao ter a coragem e ousadia de assumir seu posicionamento político de forma aberta, fugindo do lugar comum de dizer-se isento e imparcial, como acontece com muitos profissionais da área.

Louve-se a atitude de Filemon e tomara que outros jornalistas sigam o mesmo caminho.