Presidente da CMTC vira porta-voz das empresas e tenta manter o reajuste com a desculpa do Ganha Tempo

O presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo está sob suspeita de atuar como representante e defensor dos interesses das empresas de ônibus.

Em O Popular, nesta quarta-feira, Ubirajara Abud – que se escondeu nesta terça-feira para não ser notificado da sentença que cancelou o reajuste – informa que agora dispõe de dois estudos em relação à tarifa do transporte , um sobre a desoneração dos impostos PIS e Cofins, realizada por medida provisória da Presidência da República em 31 de maio, e outro sobre o programa Ganha Tempo, instituído desde a última segunda-feira, em que o usuário, pagando apenas uma passagem, pode realizar até três viagens no prazo de duas horas e meia.

O Ganha Tempo, que o prefeito Paulo Garcia (PT) assumiu e lançou como projeto da Prefeitura de Goiânia, já está desmascarado: foi uma jogada das empresas, visando a supostamente compensar os usuários pela manutenção da passagem em R$ 3. Tanto que, com a volta do preço para 2,70, por decisão judicial, as empresas já estão falando que não têm condições de sustentar o Ganha Tempo (que causaria prejuízos a elas).

É estratégia das empresas usar o Ganha Tempo para garantir que, mesmo com a desoneração fiscal e outros erros localizados nas planilhas, a tarifa seja mantida em R$ 3.

Em vez de defender a população, Ubirajara Abud mal disfarça, como presidente da CMTC, a preocupação com o atendimento das empresas de ônibus. Antes, ele dizia que não havia estudos disponíveis e que seriam preciso dois meses para que os cálculos que levaram ao reajuste da tarifa fossem auditados. Agora, ele já está de posse de dois estudos sobre o assunto, coincidentemente dentro da linha de raciocínio das empresas, e o blog 24 Horas pergunta:

Dr. Abud, foram as empresas de ônibus que fizeram esses estudos para o senhor?

 

 

LEIA MAIS:

Paulo Garcia defende aumento dizendo que não há erro nas planilhas das empresas. Então, o juiz tá errado?

Era jogada mesmo: O Popular revela que empresas manobram para manter R$ 3 em troca do Ganha Tempo

JA: Repórter Prateado testa o Ganha Tempo de Paulo Garcia e conclui: “Não adianta nada”

Lá vem o Jorge Braga de novo, agora ironizando o “Ganha Tempo” de Paulo Garcia

Procon dá show e faz papel que cabia ao MP ao conseguir liminar suspendendo o aumento da tarifa

Na TV Anhanguera, povo chama Ganha Tempo de ilusão, enganação e maquiagem

TV Anhanguera dá informação equivocada sobre o Ganha Tempo, invenção furada das empresas