Ministro do STF acionou Wikipédia por distorção em seu verbete e pediu investigação à Polícia Federal

Não é só o governador Marconi Perillo que pediu na Justiça correção de informações distorcidas em seu verbete na Wikipédia.

Inúmeras outras “vítimas” da enciclopédia virtual já fizeram o mesmo.

Um caso interessante é o do ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. Ele também entrou com ação contra a Wikipédia, a qual tem por princípio ser construída pelos próprios internautas.

Segundo o ministro, a enciclopédia on-line não poderia trazer conteúdos políticos, como ele diz ver na página referente a ele próprio, mas apenas passar as informações, de forma imparcial.

Como Marconi, Gilmar disse ter tentado sem sucesso resolver o problema com os editores, mas depois disse que o site estaria “aparelhado”.

O ministro Gilmar Mendes também representou à Polícia Federal pedindo a abertura de investigação contra a Wikipédia.

Gilmar sustenta que por ser uma enciclopédia, o verbete deve ser estritamente informativo sobre o biografado, sem absorver avaliações de militantes partidários ou denúncias não comprovadas.

 

LEIA MAIS:

Wikipédia se nega a corrigir informações erradas em site e governador recorre à Justiça