Para esconder fiasco de reuniões, PMDB decide esconder locais e participantes: são os “encontros secretos”

A partir de agora, segundo o presidente estadual do PMDB, não vão mais ser divulgados o horário, local e presenças nas reuniões promovidas pelo partido.

A regra já está valendo: uma reunião com outros partidos de oposição teria sido realizada nesta quarta-feira, em horário, local e com presenças que não foram nem serão objeto de divulgação.

Como Samuel Belchior não explicou o motivo da decisão de promover reuniões secretas, só resta concluir que a razão verdadeira é esconder a pouca representatividade política dos presentes e as “decisões” adotadas.

Na última reunião comandada pelo PMDB com os partidos de oposição, foi escolhido o deputado estadual Francisco Gedda para atuar como “interlocutor” para articular a união dos partidos e políticos que são adversários do governador Marconi Perillo.

A escolha de Gedda, de notória inaptidão para a “missão” de unir as oposições, acabou virando deboche no noticiário e nas redes sociais.

 

LEIA MAIS:

Para esconder fiasco de reuniões, PMDB decide esconder locais e participantes: são os “encontros secretos”