Cremego anuncia que vai abrir sindicância para apurar falhas no caso do parto na recepção. Lá vem enrolação

As cenas são chocantes e não precisam de sindicância para apurar que ocorreram graves falhas no caso da mulher que deu à luz a uma criança na recepção da Maternidade Nascer Cidadão.

Mas o Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás, assim como a Secretaria Municipal de Saúde, anuncia que ainda vai abrir sindicância para apurar possíveis falhas por parte da equipe médica que estava de plantão na noite da última terça-feira.

O recém-nascido caiu no chão e o impacto da queda fez com que o cordão umbilical rompesse sozinho. A situação foi registrada por meio de uma câmera de celular e as imagens foram publicadas no Facebook, causando grande comoção da sociedade.

Tá com cara de enrolação.

 

LEIA MAIS:

Paulo Garcia, que é médico, fica calado sobre caso que repercutiu na mídia nacional

Principal assunto do Brasil Urgente (Band) e Cidade Alerta (Record): parto na recepção de maternidade comandada pelo prefeito Paulo Garcia

Insensível ao drama da mulher que deu a luz no banco de Maternidade Municipal, Paulo Garcia prefere o silêncio

Essa é a Saúde de Paulo Garcia: mulher dá a luz na recepção da Maternidade Nascer Cidadão, em Goiânia

Cenas do bebê que nasceu na recepção de Maternidade municipal são chocantes. E Paulo Garcia é médico

Não dá pra entender: secretário diz que não houve negligência no caso do parto, mas afasta servidores

Paciente arrastado, homem desmaiado na porta de Cais e agora uma mulher dá a luz no chão. Esta é a saúde de Paulo Garcia…