Aumento da passagem de ônibus de Goiânia para R$ 3 reais, de 11,11%, foi o maior do Brasil

Matéria do Portal IG faz, nesta quinta-feira, o comparativo dos percentuais de reajuste das tarifas de ônibus nas capitais brasileiras e mostra que o índice aplicado em Goiânia, de 11,11%, foi o maior do Brasil.

Houve capitais, como João Pessoa, onde o aumento foi de apenas 5%.

O percentual aplicado em Goiânia foi baseado em planilhas contestadas pelo Procon, que entrou com ação na Justiça Estadual e obteve liminar suspendendo o aumento.

O prefeito Paulo Garcia (PT) defendeu o aumento. Mesmo com as alegações do Procon, que mostrou inconsistências gritantes nas planilhas, Paulo Garcia disse que “não há demonstração de equívocos nos cálculos do reajuste”.

Desde o último aumento, a inflação acumulada foi de 6,5%, mas o reajuste que elevou a tarifa para R$ 3 reais foi de 11,11%. No momento, o aumento encontra-se suspenso por decisão judicial. A tarifa está sendo cobrada dos usuários na base de R$ 2,70.

 

LEIA MAIS:

UOL publica ranking das tarifas de ônibus nas 27 capitais: Goiânia é a segunda mais cara

Abud vai reunir CDTC para discutir liminar que reduziu tarifa. Ué, discutir? Decisão judicial é pra ser cumprida e ponto final

Jogo de cartas marcadas a favor das empresas: CMTC quer manter tarifa a R$ 3,00 em troca do Ganha Tempo

Paulo Garcia não aceita redução da passagem de ônibus e manda CMTC recorrer à Justiça

Jornal Daqui: tarifa baixou, mas falta… melhores ônibus, mais veículos, pontualidade, conforto e segurança nos terminais…

Tarifa transporte coletivo: a diferença que foi paga desde o dia 22 de maio, vai ser devolvida?