Jarbas diz no Giro que CPIs não avançam por conta de manobras governistas. Não é bem assim

O colunista Jarbas Rodrigues, da coluna Giro, de O Popular, comete uma tremenda injustiça na edição desta sexta-feira.

Ele diz que as CPIS da Segurança e da Farsa dos Grampos pouco ou nada avançaram por conta do processo eleitoral e de “manobras governistas”.

Jarbas se esqueceu de que a primeira reunião da CPI da Segurança, por exemplo, foi frustrada por um dos seus membros mais destacados, o deputado Mauro Rubem (PT), não compareceu nem mandou justificativa para a ausência.

Ou seja: as CPIs ‘”pouco ou nada avançaram” também por conta da omissão e do desinteresse da oposição.