Segunda, 17, dona Iris completa um mês na Fundação Ulysses. E aí, cadê as propostas para Goiás?

Exatamente no dia 17 de maio a deputada federal d. Iris Araújo tomava posse na presidência estadual da Fundação Ulysses Guimarães, órgão técnico de estudos e pesquisas do PMDB.

Ela mesmo anunciou, no seu discurso de posse, que estava assumindo para providenciar a elaboração de um planejamento para Goiás, para ajudar o PMDB a fundamentar a sua proposta de poder para as próximas eleições.

Segunda-feira que vem, dia 17 de junho, dona Iris completa um mês na Fundação Ulysses.

Até agora, nada. Nenhuma proposta, nenhuma reunião com especialistas, nenhum “planejamento” para Goiás.

Quando pode, dona Iris prossegue discursando e atacando o governador Marconi Perillo, obsessão também da sua conta pessoal no Twitter.

Cadê as propostas?

 

LEIA MAIS:

Dona Iris caminha para um mês na presidência da Fundação Ulysses e até agora nada de propostas

Enquanto d. Iris enrola na Fundação Ulysses, Bruno Peixoto anuncia grupo para fazer projeto para Goiás

E aí, Dona Iris: como vai indo a elaboração de propostas para Goiás, na Fundação Ulysses?

Apequenou-se: mesmo reconhecendo que Fundação Ulysses é lugar de ideias, d. Iris toma posse só com críticas a Marconi

Pouco mais de meia-dúzia prestigiam a posse de Dona Iris na Fundação peemedebista